História Maze - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Jimin
Exibições 18
Palavras 2.929
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AEEEEE GALERÃO! Como cês tão???
ENTÃO AMORES DA MINHA LIFE DO MEU HEART, CHEGAY COM MAIS UM CAP SINISTRAUM.
Então venho pedir desculpa por demorar tanto à postar, eu estou com alguns problemas familiares e isso está me causando crise de criatividade, mas eu não vou desistir da fic e muito menos de vocês!
O CAP TÁ BEM SINISTRO ESPERO QUE GOSTEM PQ FOI UMA COISO PRA ESCREVER.

(Eu ia falar de Blood Sweet & Tears mas saporra já tá meio grande então deixa quieto.
Obs: Molhei a calcinha)

Capítulo 13 - "Vamos resgatar o tal do Taehyung"


Fanfic / Fanfiction Maze - Capítulo 13 - "Vamos resgatar o tal do Taehyung"

                         Maze P.O.V

Jin tinha ido para Alemanha para o enterro de seu tio, ele ficaria lá por um tempo pois parecia que sua mãe estava bem abalada com a morte do irmão, então eu teria que sobreviver um tempo sem SeokJin. Naquele dia não fiquei para ver ele decolar pois Yoongi precisava conversar comigo e com Jimin, não sabíamos se era sobre Jimin quase afundar o nariz do cara ou sobre o plano de resgatar os meninos, só sabíamos que Yoongi estava bem sério, então podíamos esperar qualquer coisa. Eu estava muito preocupada com Jin naquele dia, eu só conseguia pensar em voltar naquele aeroporto e arrancar ele daquele avião, não havia motivo para se preocupar pois ele estaria seguro e com sua família e isso era ótimo, eu só não sabia o motivo de eu estar tão perturbada, pode ser paranoia minha ou sei lá o que.

Jimin ficava me encarando de canto enquanto eu dirigia, eu era bem capaz de perder a direção caso eu olhasse de volta, pois eu com certeza não olharia ele por três segundos e voltaria a direção, eu provavelmente ficaria olhando ele até bater em algum lugar, então eu não podia arriscar. Park Jimin estava me testando só pode, ele não desviava o olhar de jeito nenhum. Jimin era o pecado em pessoa e eu com certeza precisaria me confessar após comete-lo.

-Você está bem? -Jimin dessa vez virou seu rosto para me olhar melhor. -Parece que está desconfortável.

-Eu sei lá, deve ser por causa do Jin ou por causa de você. -Falei sem nenhuma vergonha cara, porque eu sou assim? Tenho que parar de falar o que penso!

-Eu? -Perguntou assustado e depois abrindo um sorriso. Droga Park Jimin se você me tentar assim de novo eu vou te socar. -Porque? 

-Você fica me encarando sem vergonha nenhuma, não é errado, só é... estranho! -Nossa cara o que eu estou falando? Eu tenho que me tratar, eu joguei as verdades na cara dele sem perceber. Puta que pariu eu só faço merda! Jimin abriu mais o seu sorriso no qual poderia me destruir.

-Ah desculpa! -Ele dizia ainda com um sorriso no rosto. -É que você é bonita e geralmente pessoas bonitas são frequentemente encaradas. -Nossa agora assim isso está estranho.

-Você também é muito bonito mas eu não fico te encarando a cada cinco minutos! -Eu pensava "Maze cala a boca, qual é o seu problema?". Eu estava em um guerra com meu consciente.

-Você me acha bonito? -Arqueou a sobrancelha e seu sorriso agora virou um sorriso de canto. Gente o que eu falo? Eu acho ele muito bonito, pra ser sincera bonito pra caralho!

-Acho! -Puta que pariu Maze.

Depois disso ele desviou o olhar e manteve seu sorriso intacto, ele parecia estar muito feliz com o que eu havia dito. Eu nunca disse para ninguém que alguém é bonito, nem para SeokJin que parecia ser esculpido por anjos. Jin sempre dizia que era lindo e eu sempre dizia "seu espelho mente pra você!", eu menti muito bem, ele era bem bonito mas eu não queria inflar mais seu ego. Eu não fazia esforço para parecer bonita, na verdade eu estava cagando pra beleza e o padrão social, eu só queria ser eu. 

Chegamos ao departamento e fomos direto para a sala de Yoongi. Quando entramos no departamento todo mundo parou para olhar Jimin, ele pareceu estar desconfortável com todos aqueles olhares em cima dele.

-Vocês não tem mais o que fazer não? -Perguntei curta e grossa. Todos no departamento voltaram a trabalhar, e Jimin abriu um sorriso agradecendo. Entramos na sala de Yoongi e flagramos ele se entupindo de rosquinhas, ele fez sinal para que a gente se sentasse.

-O que queria falar com a gente? -Perguntei. -Eu nem tive tempo de me despedir do Jin.

-Ele vai voltar Maze é só um tempo com a família. -Falou calmo e lentamente. -Eu consegui um dia para resgatarmos o tal do Taehyung.

-Sério??? -Jimin perguntou, ele parecia estar entusiasmado com a notícia.

-Sério! Estou indo hoje para Busan, eu vou à tarde pois tenho coisas para resolver para que nada dê errado. Preciso que vocês estejam em Busan depois de amanhã pois já terei organizado tudo. -Ele disse organizando uns papéis e canetas e sua mesa.

-Você irá sozinho? -Perguntei. -Se você for sozinho eu e Jimin damos um jeito de ir hoje com você. -Eu falava e Jimin concordava.

-Não precisa, Rap Monster irá comigo! Vamos revezar a direção. -Yoongi respondeu.

-Você está louco? Não vai revezar a direção porra nenhuma, vocês vão pagar um hotel! E se der uma merda fodida, como faz? -Eu falava como se fosse a mãe dele, isso tudo é culpa de SeokJin e sua mania maternal. -Se vocês morrerem no meio da estrada eu não vou no enterro de vocês.

-Nossa! -Yoongi disse assustado. -Okay, nós vamos dar um jeito de parar em um hotel.

-Que bom! -Respondi autoritária.

-Parece minha mãe! -Yoongi resmungou baixinho mas eu pude ouvir.

-O que disse? -Perguntei com os olhos cerrados.

-Nada não! Eu não falei nada, deve ser esses remédios que você toma, deve estar ouvindo coisas. -Yoongi falou me provocando. Min Yoongi era o tipo de pessoa que é séria e calma, mas não comigo, Min Yoongi gostava de me provocar das piores maneiras, chegava ao ponto de eu querer meter uma bala no cérebro dele. Yoongi é meu amigo à tempos, desde muito antes de meus pais falecerem. 

Naquele momento lembrei de quando eu estava sentada no departamento sem entender nada, todos corriam para lá e para cá desesperados, até Yoongi se sentar ao meu lado.

                         Flashback

-Oi Maze! -Yoongi se sentou ao meu lado. -Está fazendo o que? -Ele estava sorrindo mas parecia ser forçado, porém eu não liguei poderia ser só coisa da minha cabeça.

-Oi Yoongi! -Abri um sorriso largo que não mostrava meus dentes. -Não estou fazendo nada!

-Onde você estava antes de chegar aqui? -Ele me perguntou como se quisesse puxar assunto.

-Eu estava na escola, na aula de Química pra ser mais exata, até o diretor me chamar e me trazer de carro até aqui. 

-Você sabe porque ele te trouxe aqui?? -Ele perguntou sério, eu comecei a estranhar aquela conversar, não parecia ser apenas para puxar assunto.

-Na verdade não, Mas parece ser sério! Tem algo haver com meus pais? Eles se machucaram? -Perguntei. Eu não estava com medo nem nada, pois meu país sempre se machucavam, só esse ano eles foram parar no Hospital umas três vezes, então já não me doía tanto, mas eu ainda ficava preocupada.

-Sim Maze... é difícil sabe! 

-Não precisa ficar assim! -Passei minha mão nas costas de Yoongi. -Eles se machucam direto, não é a primeira vez que isso acontece. Nada para aqueles dois. -Disse com um sorriso, Yoongi pegou minha mão que acariciava suas costas e as segurou com as suas duas mãos.

-Maze... -Yoongi olhou nos meus olhos, me preocupei instantaneamente pois Yoongi nunca havia me mostrado aquele semblante de tristeza. -Desculpa não proteger seus pais até o hoje, quero que me perdoe por não fazer o meu máximo por eles...

-Eles morreram? -Eu o interrompi com a voz fraca. 

-Me perdoa por favor! -Ele estava com o cenho franzido, e seu semblante era de tristeza. 

Naquele momento senti como se uma mão pegasse o meu coração e o apertasse com força. Senti meu olhos arderem por conta das lágrimas que ameaçavam cair. Eu estava destruída. Quando minhas lágrimas ameaçaram cair eu segurei com toda a força do mundo, não iria deixar que elas caíssem, não agora, não aqui. Olhei para Yoongi e ele estava de cabeça baixa e fitando o chão, antes de chorar até desidratar eu queria saber como eles morreram.

-Como foi? -Eu estava séria, naquela hora eu cheguei a ter medo de mim mesma. Yoongi olhou para mim confuso. -Como eles morreram?

-Maze não precisa diss... -Yoongi me encarava preocupado, mas eu estava sem paciência. Me levantei antes dele terminar de falar e fui para casa.

Quando eu cheguei em casa eu não chorei, na verdade eu simplesmente me joguei na cama e fiquei lá. Minha casa estava fria e vazia, eu sabia que ninguém iria chegar em casa e gritar "Maze nos ajude com as sacolas" ou até "Maze o que quer comer hoje?", mas fiquei esperançosa de que aquilo era só um sonho ruim mas era só esperança mesmo. Recebi a notícia de como meus haviam sido mortos em um jornal de TV à noite. Tudo não passava de pura realidade.

                     Flashback Off

-Maze?? Você está bem?? -Jimin me chamava me libertando dos meus devaneios. Olhei para ele e fiquei pelo menos uns trinta segundos admirando a face dele.

-Ah... AISH... estou bem! -Falei colocando a mão na cabeça e ajeitando o meu cabelo. Jimin me encarava com seu sorriso de canto. Corei violentamente. -O que está olhando?

-Você!...  você me chama atenção. -Jimin disse com um sorriso bobo.

-Onde está o Yoongi? -Perguntei notando que o ser de cabelos loiros não estava mas lá.

-Ele foi buscar água para você, ele presumiu que você estava mau. Eu contei a ele que você havia tomado todas ontem. 

Terminei aquela conversa com um "hm". Terminamos de conversar com Yoongi e logo em seguida fomos rondar, foi tudo de boa, as ruas de Seul estavam calmas e quase não se via pessoas na rua.

[...]

              2 dias depois.

Eu estava arrumando as malas para irmos para Busan. Yoongi havia me mandado uma mensagem de que boa parte da galera já estava lá e que só faltavam os "caras", eu e Park Jimin, estava quase tudo pronto. Jimin estava na casa dele fazendo suas próprias malas, ele chegou a me oferecer ajuda mas eu recusei. Eu subia e descia no elevador para colocar as malas e os equipamentos no carro, eu não podia esquecer nada. Enquanto eu colocava os últimos equipamentos no carro me veio a imagem de uma pessoa em minha cabeça. Lisa.

Lisa é uma das melhores hackers que eu conheço, pude ver de perto o trabalho dela o que era um privilégio já que a mesma dizia não ter tempo para coisas inúteis. Eu não era amiga dela e muito menos conhecida, eu era só alguém que de vez enquando precisava de sua ajuda. Peguei meu celular e procurei o contato dela, quando achei eu sem hesitar apertei em chamar.

-.... -

-Maze falando! -Alertei.

-Departamento de Seul! -Ela afirmou. -O que deseja?

-Quero saber se teria alguma possibilidade de você me fazer um favor por um tempo? -Fui direta pois com esse tipo de pessoa não se enrola.

-Algo relacionado à minha área? -Pergutou se referindo à ela ser uma "Hacker".

-Sim! Precisarei de você para Amanhã ou depois, porém quanto mais rápido melhor! O que me diz? 

-Gosto do jeito que fala! Estou dentro! -Ela dizia em tom sério. Lisa era um pessoa divertida pelo que eu sei, mas quando se tratava do seu trabalho ela era bem parecida comigo.

-Okay! Estou indo para Busan hoje à tarde mas eu acho que você ia descobrir de qualquer jeito. Se você quiser pode me rastrear pra me poupar dar o endereço e como se chega lá. --Eu dava uma última olhada no carro para me certificar de que estava tudo ali.

-Pode deixar que eu me viro! -Pude ouvir uma risada soprada. -Eu encontro você!

-Então até breve! -Disse me despedindo.

-Ate breve Maze! -Lisa despediu-se.

[...]

Eu estava indo em direção à casa de Jimin, mas antes eu parei em um mercado e comprei um monte de porcarias, salgadinhos, biscoitos, doces, refrigerante, suco e Etc. Coloquei tudo no carro de qualquer jeito e voltei ao caminho da casa Estacione

Estacionei em frente àquele prédio azul desbotado. Sai do carro e fui à portaria, o porteiro não tinha uma cara muito boa ele estava vendo futebol em uma TV velha, parecia ser bem ignorante porém eu era mais. 

-Bom dia! Eu queria saber qual é o apartamento de Park Jimin. -Perguntei séria.

-Desculpe madame, não posso lhe dar essa informação. -O porteiro retrucou sem me olhar nos olhos.

-Poderia então avisa-lo que estou à espera dele? -Perguntei com uma expressão provocativa, eu queria saber o que aquele cara iria falar. Ele olhou na minha cara com uma expressão raivosa.

-O telefone está quebrado Madame! -Ele entortou a boca como se estivesse acabado de ganhar aquela discussão. 

-Então você poderia me fazer o favor de ir lá em cima e chamar ele? -Ele me olhou com o olhar mais raivoso que antes, parecia que ele ia explodir.

-Quem a vadia pensa que é? Uma prostituta de luxo? -Ele disse com um sorriso no rosto como se aquelas palavras me ofendessem.

-Meu nome é Maze! Policial do departamento de Seul. Você quer que eu fale sobre os meus pais? -Falei levantando uma sobrancelha. O homem passou de durão para medroso. -Caso você não levante o seu rabo velho para chamar Park Jimin eu te prenderei por desacato à autoridade. Essa é a vadia que eu sou!

O homem se levantou, fez uma referência de noventa graus e correu pelas escadas. Uma vez Jin me disse "Maze não seja tão ignorante!" e Yoongi rebateu "A ignorância tem seu lado bom e seu lado ruim, um dia ela pode se beneficiar com isso!" agora eu entendo o que Yoongi quis dizer. Após alguns minutos vi um ser de cabelos vermelhos descer as escadas com duas malas, seus olhos se chocaram com os meus e eu fiquei encarando aqueles olhos castanhos que pra mim eram tão atraentes. Park Jimin como sempre estava com um sorriso no rosto.

O porteiro que desceu junto não olhou nos meus olhos, ele simplesmente sentou-se de volta em seu lugar e ficou estático. Park Jimin me olhava vindo em minha direção.

-Vamos? -Perguntou com um sorriso.

-Vamos! -Respondi! -Agora me de essa outra mala! -Me referia a mala na mão direita de Jimin, peguei e fomos juntos ao carro. -Vamos colocar na parte de cima porque não tem mais espaço em lugar nenhum aqui.

Jimin concordou e me ajudou à colocar as malas em cima do carro, colocamos a trava de segurança e uma corda pra evitar dar merda. Entramos no carro e pegamos a estrada. 

Jimin tentava me fazer gostar de um tal de BigBang. Ele colocava músicas para eu ouvir enquanto dirigia, e ele sempre me perguntava "Eai, Gostou?", e eu sempre dizia "talvez!". 

-Tá agora vou colocar as músicas mais novas deles! -Ele dizia ainda com um sorriso, ele se divertia com minhas reações, e eu também estava me divertindo. -Essa é Bang Bang Bang! 

A música começou, a batida estava boa e me lembrava filmes de boate, é uma música bem dançante e Jimin fazia a coreografia sem vergonha nenhuma, e eu me aguentei pra não rir, porém ele reparou e continuou dançando pior que antes, eu olhei pra ele e não me aguentei, acabei tendo uma crise de risos. Eu não aguentava, eu estava sentindo dor na barriga e nas bochechas por conta da gargalhada que eu dava, encostei o carro no meio fio, para que não causasse um acidente. Jimin ria junto, e eu lacrimejava.

-M-meu Deus, kkkkk eu vou morrer! -Dizia em meio a gargalhadas.

-Calma kkkkk você tá me fazendo rir também! -Jimin dizia reclamando e rindo também. 

Eu respirei fundo quando a crise de risos começou a diminuir. Jimin sorria me olhando, eu estava tão ocupada tentando não morrer que eu nem havia me dado conta do olhar que ele me lança-ra. Respirei duas, três, quatro vezes fundo até a aquela crise cessar. Olhei para Jimin mas eu estava com um sorriso no rosto que eu não conseguia desfazer.

-Você tem um sorriso lindo! Deveria sorrir mais vezes! -Ele mostrava seus dentes em um sorriso deslumbrante. Era um sorriso realmente bonito.

-Sempre me pedem pra sorrir, principalmente Jin e Yoongi. Eu havia perdido a noção do que era sorrir até.... até você chegar! -Falei sem olhar para Park Jimin, pós estava envergonhada demais para olhar em sua face. 

Jimin ficou em silêncio, talvez estivesse tão envergonhado quanto eu. Eu estava com o rosto virado em direção oposta a face dele, eu olhava os carros na estrada, estava apenas querendo voltar no tempo e impedir que eu falasse algo assim. O pior de minhas palavras é que eram verdadeiras, verdadeiras até demais pra mim, era uma verdade que eu não queria admitir.

-Maze! -Jimin me chamou, eu estava procurando a minha coragem para encara-lo. Eu respirei fundo e olhei para ele. 

Antes que meus olhos pudessem encontrar os seus, os lábios de Park Jimin se encontraram antes com os meus, eu olhava os olhos dele que estavam fechados, eu franzi o cenho e logo após fechei os meus olhos me entregando a aquele beijo. O beijo era molhado e lento, Jimin colocou a mão em minha nuca aprofundando o beijo, logo em seguida ele pediu passagem para a sua língua e eu cedi, o beijo ficava cada vez mais quente, até que eu perdi o fôlego e me separei para respirar.

-O que foi isso? -Perguntei ofegante e com o coração disparado. Como isso foi acontecer?

-Desculpa eu não deveria... me perdoe, sei que fui longe demais! -Ele se desculpava, era o que me deixava mais aflita

-Não Jimin, eu quis isso também... só me pegou desprevenida! -Eu dizia com vergonha porém eu precisava dizer, nós dois tínhamos culpa daquilo acontecer.

-Você também quis? -Ele me olhava esperançoso.

-Sim! -Respondi.

 

 

 


Notas Finais


CES GOSTARAM MEU POVO??? ESPERO QUE SIM.
(VAI SER NO CAPS LOCK MESMO)
SE VCS GOSTAM COMENTEM PELAMOR DE PAINHO DO CÉU SE NÃO GOSTARAM A MESMA COISA SÓ QUE ME DÊEM SUGESTÕES TÁ?
AMO VOCÊS DE MUITÃO MANO. BEIJOS E ATÉ O PROXIMO CAP ♡~♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...