História Mc Livinho - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Andressa, Hariel, João, Livia, Livinho
Exibições 60
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Se toca ela tem vida própria...Música viciiianteeeeeeeee, Mc Kevinho amoooooo!!! ♥♥

Sem plágio
Favorite
Compartilhe com o crush

Capítulo 3 - Esse Bumbum que faz tumbalatum


Fanfic / Fanfiction Mc Livinho - Capítulo 3 - Esse Bumbum que faz tumbalatum

No meio da noite eu percebi que ele não estava mais na cama, eu levantei ajeitei o cabelo e fui procurar, ele tava na sala sem camisa, só de bermuda vendo televisão, eu sentei ao seu lado e bocejei –Que horas são? –Falei escorando a cabeça em seu ombro -03:20, vai dormir mulher!-Ele falou mudando o canal da tv –Não da pra aguentar mais um pouco –Falei abraçando a almofada –Eu tenho uma pergunta pra te fazer –Ele falou desligando a televisão e olhando para mim –Fala –Falei bocejando novamente –Por que me deixou dormir aqui? –Ele perguntou –Ér eu, to sozinha em casa, como você estava cansado eu resolvi deixar você ficar aqui –Falei –Eu to cansado! Essa fama que nunca para, não estou reclamando do que eu tenho mais eu sinto vontade de ter uma vida normal, sair, ir ao shopping, ter uma namorada que não seja interesseira e seja a minha garota, tipo você, sabe? –Ele falou colocando suas mãos nas minhas –Fica comigo Jéssica?! –Ele me perguntou e eu perdi o chão –Ta eu fico – falei –Vem vamos dormir jaquinha! –Ele falou me pegando no colo e me levando para o quarto, quando chegamos ele me jogou na cama e veio me beijando, o beijo era feroz, eu arranhei suas costas e ele se arrepiou me beijando com mais rapidez ainda, nós invertemos as posições eu fiquei por cima e ele por baixo, eu me movimentei em cima dele que lambia os lábios, tirei minha blusa e ele ficou por cima denovo –Cadê a camisinha? –Perguntei –Não esquenta só relaxa e curte, nos beijamos novamente, eu estava toda molhada, ele retirou meu shorts e minha calcinha me deixando completamente nua. Ele olhava para minha intimidade com vários pensamentos na mente, até que ele fez preliminares, ele passava a língua calmamente em meu clitóris e isso me que dava loucura, enfim ele penetrou em mim, ritmo lento, me remexi desconfortável pois era uma dor imensa, até que não doía mais, e o que era dor virou prazer para ambos, comecei a rebolar contra seu membro e ele me olhava com um olhar safado –Fica de quatro- Ele falou, eu fiquei e continuamos o ritmo que estávamos, ele me deu um tapão na bunda que ardeu mais eu sorri, quando ele estava perto de seu prazer extremo, eu cheguei ao meu, finalmente! Ele também chegou e retirou o membro de mim, colocando em minha boca, eu estava com nojo, mais na situação engoli, e nem era tão nojento, caímos exaustos na cama, ele acariciava meu rosto e nos beijamos novamente, um beijo de língua e no final, um selinho demorado –Você é maravilhosa! –Ele falou ofegante, sorri, me aproximei de seu pescoço e dei um chupão, com força e eu percebi que ficou com marca, ficamos em beijos e carícias ali por um bom tempo, até que adormecemos. Acordei me lembrando da noite passada, lembrando que perdi minha virgindade acho que com a pessoa certa, levantei, tomei um banho rápido, uma roupinha fresca. Fui fazer café da manhã, preparei tudo, subi para o quarto para trocar de roupa, peguei um short jeans preto e uma regata cavada, escovei meus dentes e fui no supermercado comprar algumas coisinhas para o café. Chegando na rua encontrei Kevin –Qualé Jéssi, viu o Oliver? –Ele perguntou vindo em minha direção –Ie Kevin, ele ta lá em casa, vai lá .-falei indo embora, cheguei no supermercado e comprei várias coisinhas, no meio do caminho pra casa trombei em uma pessoa –Tá me vendo nã... –Ia falar quando olhei para a pessoa e fiquei boquiaberta –Desculpa, se machucou? –Ele disse me ajudando a levantar e recolhendo minhas coisas –Ta tudo bem, obrigada –Falei pegando minhas compras –Prazer Kevin, mais conhecido como Kevinho  –Ele falou estendendo a mão –Prazer, Jéssica mais pode chamar de jéssi. –Falei cumprimentando e saindo, ele tinha cabelos escuros, olhos castanhos claros, cheguei em casa e não vi nem o Oliver nem o Kevin, arrumei as compras na mesa e fui chamar eles para tomar café, quando cheguei no quarto vi Andressa beijando Oliver –Que palhaçada é essa? –Falei me escorando na porta –E-e nada não amiga, só estávamos conversando –Ela tentou se explicar –Amigo de cú é rola!... Fica a vontade –Falei sorrindo. Desci e fui tomar café –Kevin! –Chamei e ele veio correndo –Fala amor? –Ele falou puxando uma cadeira e se sentando –Conhece o Kevinho? –Falei tomando um gole de café –Conheço sim, direto ele faz um concursos ai –Ele falou olhando para mim –Que concursos?-Falei curiosa-Miss Bumbum, as mina dança pra ele, tipo só por diversão, ai o premio é variado –Ele falou ainda me olhando –Ata, e hoje tem esse concurso? –Falei interessada –Tem, vai encostar lá? –Ele falou –Aonde é? –falei curiosa –Sabe aquele condomínio chique atrás do shopping? É lá! 15:00. –Ele falou se levantando –Beleza, vlw Kevin. –Ele saiu me dando um beijo no canto da boca, logo depois Andressa veio se despedir e fiquei sozinha com o Oliver em casa, que desceu pra tomar café –Huumm....Que mesa linda! –Ele falou me abraçando por trás –Sai daqui... não quero papo com você! –Falei saindo do abraço –Que foi? –Ele falou me virando pra ele –Você ainda pergunta? Fala sério, você falou com todas as letras que queria que tivesse uma namorada como eu, a gente transa e você ataca outra? Você não é pra mim Oliver... Sinto muito, mais vamos ficar só na amizade –Uma lágrima caiu do meu rosto e eu rapidamente enxuguei –Eu só beijei ela, e eu transei com você só na carência mesmo... Tu acha mesmo que significou alguma coisa pra mim? Você foi só um passatempo Jéssica, agora tchau, tenho coisas mais importantes pra fazer –Ele falou saindo comecei a chorar, Hariel chegou e me viu naquele estado, caída no chão, prestes a me cortar e chorando, ele me abraçou –Ei?! Que foi? Não chora... –Ele disse me abraçando –Eu to cansada, todos me tratam assim, já chega! –Disse entre soluços –O que aconteceu? –Ele flou me ajudando a levantar –Eu e o Oliver...Transamos, ai eu topei ele e a Andressa se beijando, ai depois ele falou que eu só passei de uma carência, que não significava nada pra ele e... –Comecei a chorar muito mais –Olha, o Oliver está totalmente errado, você é linda, tem que se valorizar, odeio ver meninas chorando, inclusive você... –Ele falou me fazendo cafune –Mostre para ele que você é demais, faça ele se arrastar por você, faça ele ver que você é demais, agora se arruma que vamos sair –Ele falou me dando um beijo na testa –Aonde vamos? –Falei enxugando minhas lágrimas –Em um concurso –Ele falou com um olhar malicioso –Já sei até que concurso que é... –Falei indo para o quarto, peguei um cropped preto e coloquei o melhor short jeans que eu tinha, fiz uma make, passei chapinha, coloquei um salto e desci –Estou pronta! –Falei olhando para Hariel que me olhava de cima a baixo de boca aberta, fui até a garagem e peguei minha moto, ele subiu e logo em seguida subi também, ele acelerou e a moto andou, chegamos no lugar, só tinha mina gostosa, descemos da moto e ele pegou em minha mão, ele me ajudou a subir na passarela e derrepente senti alguém me abraçando –Jéssica?! Quanto tempoo!! –Era minha prima Karen, que estava muito linda por sinal –Oii, o que esta fazendo aqui? –Falei curiosa –Vim mostrar o popozaun –Rimos, a música do Kevinho ‘’Tumbalatum’’ começou a tocar, fui uma das primeiras a dançar, todos me olhavam, olhavam pra minha bunda, Hariel ria e Oliver nem se quer olhava para mim, quando o concurso acabou eu fiquei em segundo lugar, ganhei uma cesta de bombom e um buque de flores, e Karen ficou em primeiro, afinal ela fez um curso de dança.


Notas Finais


XD Obrigada por lerem! Comments? Não quero escrever para fantasmas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...