História Me Ame Com Vontade - Capítulo 11


Escrita por: ~, ~Bear01 e ~yuki-ki

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Galinha, leão, Lemon, Lobo, Ovelha, Raposa, Yaoi, Zebra
Exibições 315
Palavras 836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - Banho


Fanfic / Fanfiction Me Ame Com Vontade - Capítulo 11 - Banho

Leonardo Pov's



Não acho minha casa pequena. Acho que é o suficiente para uma família de quatro pessoas. Temos um banheiro, cozinha, dois quartos e uma sala de estar/de jantar. Claro, as paredes são finas, então dá pra ouvir quando meus pais... Ces sabem. Trepam. 

Eu saio de casa pra não ouvir, mas Cat insiste em ficar e escutar tudo. Ela é doente!

Sentei à mesa da cozinha para assistir confortávelmente Yumi lavar a louça e me deliciar com sua expressão de nojo e cansaço.

Ele ainda estava vestido de garota, só que usava um avental rosa por cima da roupa pra não molhar. Hahahaha, tem algo mais humilhante que isso?! Cat ajudava ele. Ela secava os pratos e trazia para a mesa, já preparando-a para o jantar.

Cat: Oni-chan, não vai ajudar?    o(>.<)o

- Não. Tô ocupado. - Retruquei dando de ombros. Na verdade eu tava fazendo porra nenhuma.

Cat: Fazendo o que? (-°u°-)

- Respondendo suas perguntas. Não está vendo?!

Cat: Ahhhhh :3 tem razão.

Yumi: Cat, deixa de ser tonta! Ele tá fugindo do trabalho!

Cat: Mentiu pra mim! (°,Д°,)

Yumi: Leon é um preguiçoso. Pessoas preguiçosas nunca serão nada na vida porque se acostumam ao pouco que ganham. E quando envelhecem ficam iguais a peixes, esperando a comida cair na boca. - Fala todo autoritário, me passando um sermão.

Levantei da mesa, puto. - ACHA QUE ESTA EM POSIÇÃO DE ME DAR ALGUMA LIÇÃO DE MORAL?! Vê se te encherga!- Rosnei mirando para ele.

Yumi me encarou, também puto, mas nada respondeu. Acho que sabe do que estou falando. Se fosse antes, quando Yumi era o respeitado presidente do conselho escolar, eu não teria um contra-argumento pra me defender dos ataques arrogantes do mauricinho, mas agora que eu sei o que ele é, vou sair por cima sempre!

Yumi veio até a mesa e terminou de arruma-lá, pondo os garfos e facas.

- Já fez nossa comida, amorzinho? - Provoquei.

Yumi: Está no forno. Tinha poucos ingredientes, mas consegui salvar nossa noite com um fricassê de frango. 

- Frica oque?

Cat: Yumi, vamu tomar bãe juntas! <(*o*)> agora que é minha irmã, podemos lavar as costas uma da outra! - Fala puxando o braço de Yumi.

Puts! Se isso acontecer... Cat vai descobrir! 

Seguro o braço de Yumi, o impedindo de ir. - NÃO! - Falei. 

Cat: Porque?! ;_;

- Yumi vai tomar banho comigo! - Retruquei. Puxo Yumi para me acompanhar. Entro no banheiro com ele e fecho a porta.

- Que saco! Ela quase... - Miro para Yumi e perco a fala. O danado estava se despindo atrás de mim, como algo super normal. - Porra, O que tá fazendo?!

Yumi: Não viemos aqui pra tomar banho?

- SIM! MAS VOCÊ VAI TOMAR BANHO VESTIDO! - Adverti.

Vejo-o bufar em desagrado seguidamente revirar os olhos. - Você tem tanto medo assim de um gay?

- Não é medo, é nojo! Já te falei!

Yumi: Sou um homem também. Tudo que você tem, eu tenho. Não tem nada pra ter nojo. Retardado!

- Tá! Faz o que tu quiser! Mas fica longe de mim! 

Ando até a banheira. Giro a manivela da torneira fazendo a água encher a banheira. 

Espero a banheira encher pra poder tirar a roupa. Quero ficar o maior tempo possível vestido. 

Yumi andou até a banheira e entrou de uma vez. Tive o desprazer de ver seu corpo totalmente nu. Era bem parecido com o de uma garota, ele não tem pelos em parte alguma, e é todo branquinho sem nenhum músculo ou machucados. Virei o rosto tentando evita-lo, isso tava mechendo com minha cabeça lá de baixo.

Yumi: Ahhhh, que gostoso! - Fala entre gemidos de prazer. 

- Dá pra parar com isso?!

Yumi: Que foi? Tô afetando sua heterossexualidade?

- Foda-se!

Yumi: Que tal você entrar aqui e fazer isso por mim?

- Não! Já disse que não sou gay, Yumi!

Yumi: Então me prova. Entra aqui na banheira comigo. - Fala.

Tiro a roupa rapidamente e entro. - Feliz?! 

Ele deveria tá me odiando por bota-lo pra fazer os serviços domésticos! Porém tenho a sensação que ele tá dando em cima de mim.

- Yumi, me fala logo, qual o seu jogo?

Yumi: Jogo?

- Sim, o quê tá tramando?! 

Yumi: Nada... E você? Esta dividindo uma banheira comigo e tá todo peladão... Eu vi tudo sabia? E o seu pal é bem maior que o da foto. - Comenta forçando um tom sedutor na voz afeminada. - Não sabe o quanto quero te provar. Me dá uma chance. Vai descobrir que homens são melhores no boquete que as mulheres.

Ele se aproximou de mim cada vez mais. Eu congelei. Estava meio que enfeitiçado por seus olhos... Eram azuis e muito atraentes, e seu cabelo loiro, dava a impressão que era um anjo androgenado. 

Yumi colou sua boca em meu peito e põe-se a lamber feito um gato.

Segurei seus cabelos e orientei sua boca até meu mamilo. Ele contornou a língua no no botão do peito, massagendo gostoso.

Com a outra mão, apalpei sua bunda com brutalidade, e até dei umas palmadas fortes, o ouvi grunhir de dor, mas não parou de lamber meus mamilos. 

Fechei os olhos e curti o momento.


Notas Finais


Algum palpite do que vai acontecer depois daqui?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...