História Me Ame Com Vontade - Capítulo 9


Escrita por: ~, ~Bear01 e ~yuki-ki

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Galinha, leão, Lemon, Lobo, Ovelha, Raposa, Yaoi, Zebra
Exibições 357
Palavras 686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Foto abaixo é a do Leonardo.
Vamu shippar, galera!

Capítulo 9 - Quase lá


Fanfic / Fanfiction Me Ame Com Vontade - Capítulo 9 - Quase lá

Yumi Pov's 


Acho que isso é tudo culpa minha... Eu poderia ter ignorado aquele número na porta do banheiro masculino, mas não! Eu pensei que ele era gay, porque nenhum hétero escreveria "boquete grátis" e deixaria o número pra contato!

Eu sei que não sou o tipo de garoto que gosta de romance, gentileza ou presentes no dia dos namorados. Contudo, o modo como ele me trata, me sinto um lixo!

Leonardo faz um daqueles sorrisos sádico e safado, que em outras situações eu até ficaria excitado, mas sendo ele, me deixa ainda mais puto! 

Leonardo: Eu sempre acorrento minhas garotas na cama e brinco com elas, uso chicote, cera quente de vela derretida e vibradores... Não se ache especial Yumi, você é só mais uma delas. - Comenta montando em cima de minha cintura com uma vela de cheiro e um isqueiro nas mãos.

- Para! Só me fode logo pra acabar com isso! Já é muito humilhante tá vestido de mulher.

Leonardo: Não. E para de me lembrar que você é homem! Tô tentando transar com você sem querer vomitar o tempo todo! - Reclamou. Acendeu a vela e encostou no meu rosto. 

Fechei os olhos com força tentando evitar ficar cego. Súbito sinto a porra da cera quente pingar no meu rosto. Rosnei de dor. - DESGRAÇADO! MANIACO! FILHO DA PUTA! - Praguejei alto.

Leonardo se divertiu com minha dor. Ele passou a vela acima do meu braço, fazendo a cera atingir minha axila. Tremi de dor. - PORRA! CARALHO! FODA-SE, LEON! VOU TE MATAR!

Ele continuou, dessa vez, fazendo pingar no meu pescoço. - AHHHHH FILHO DA PUTA MISTURADO COM QUENGA MALFEITA!

Leonardo: Calma, fofinha, olhe a boca.

Lacrimejo de ódio. 

Ele desce a vela até minhas pernas, pingando bastante nas minhas cochas. Esperneei. - PARA! EU NÃO AGUENTO MAIS, CARALHO!

Leonardo: Gatinha, se quer algo de mim, tem que pedir com jeitinho. - Fala forçando aquela voz sarcástica.

- Vem aqui, leaozao. - Falei afinando a voz, como a de uma mulher. Abri as pernas.

Talvez ele desista disso depois de sentir meu pal. Ele não é gay.

Leonardo: Eu queria brincar um pouco mais... - Falou pegando o chicote.

Ele debruça aquele corpo grande e pesado em cima de mim. Mesmo ele sendo super malhado e um tesão. Ainda o odeio.

Ele contorna os braços em minhas cintura e cola seu rosto entre meus seios, como se eu tivesse algum! Contudo o sutiã tinha bojo, então parecia que eu tinha um pouco de peito. Ele respirou profundamente sentindo meu perfume.

Eu corei muito. 

Ele começa a lamber minha pele através do enorme decote da blusa. Tremi excitado.

 Ele desce uma mão, acariciando minha cocha. Suspiro de prazer.

Senti o volume quente entre suas pernas. Estava pegando fogo!

Súbito o sinto pegar em minha bunda e apertar com força. Quase arranca um pedaço. Ronronei igual a um gatinho.

Ele sobe os beijos para meu pescoço. Sinto um arrepio gostoso na espinha. 

Ao menos ele é gentil na transa... Pensei que fosse me aleijar! O que não deixaria de ser bom também. 

Ele morde meu pescoço me fazendo delirar... Puts! Nunca transei com um hétero... Eles são tão bons assim?! 

Sinto sua mão subir, e acariciar meu abdômen, e subir até meu peito. Apalpou com força.

É assim que ele trata as garotas? Que incrível...!

Leonardo: Quer me tocar também, gatinha? - Sussurra próximo ao meu ouvido.

- Sim - Retruquei.

Súbito ele destrava minhas algemas e liberta meus braços.

Eu o agarro com meus braços e pernas. 

Ele senta na cama e me leva com ele. Sento em seu colo com as pernas abertas. 

- Hummmm... Que gostoso, leaozao. 

Leonardo: Sim, sempre faço fazer valer apena toda aquela tortura, gatinha.

Rebolo em cima de seu pênis, que já tava cutucando minha bunda à horas!

Ele contorna os braços em minha cintura colando nossos corpos.

Beijo sua testa, seguidamente a bochecha, só que antes que pudesse beija-lo na boca o ignorante me empurra pro chão. 

Me arrebento só todo quando caio - Qual o seu problema?! - Questiono muito puto.

Leonardo: EU NÃO SOU GAY, YUMI!

- VOCÊ DISSE QUE QUERIA ME COMER! Te ofereci várias coisas, mas tu disse que queria meu cu! Como isso não te faz gay?!


Notas Finais


Continuo ou não?

Observação: Ainda tem mais dois casais: O Wolf e Ovelhinha; E o Fox e o Galinha.
Ces tão prontos para conhecer eles?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...