História Me Ame Como Eu Te Amo - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance Bts Taehyung Comédia
Exibições 21
Palavras 1.699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Hentai
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooe gente que eu amo. Desculpa demorar pra postar, a criatividade não ajuda. Mais o cap ta bem grande hoje, então aproveitem.

Capítulo 4 - Será que... Estou apaixonado ??


Taehyung on

Quando cheguei em casa a porta estava aberta. Ai caralho, essa porra foi assaltada. Entrei meio devagar deixando minha bolsa na do lado de fora e arregaçando as mangas da blusa, estava suando frio, entrei e acendi a luz quando:
Om(Omma): SURPRESA!!
TH: Nossa Omma, quase me mata do coração - disse colocando a mão na cabeça.
Om: Queria fazer uma surpresa pro meu filinho querido, já estava morrendo de saudades.
TH: Mais... Só fazem 3 dias...
Om: Sei bem disso, mais e aí? Como está a escola nova? Já fez amigos? Os professores são legais? E as garotas? Tenho certeza que ficaram loucas, já que você puxou a minha beleza.
TH: É... Pois é...- tentei disfarçar o sorrisinho quando pensei naquela garota.
Om: O que foi que você esta me escondendo ?
TH: É que conheci uma garota, muito gata por sinal.
Om: Então meu filinho já se apaixonou? Rápido assim ?
TH: Talvez, ela mexe comigo, diferente da Nyn, eu quero tela por perto, a presença dela me faz bem - disse com uma cara de bobo apaixonado.
Om: E como chama a tal sortuda?
TH: Ainda não descobri. Mais as amigas a chamam de Pam.
Om: Se você conseguir o que quer faça dela uma garota feliz. Eu não a conheço, mais se ela te faz bem só posso torcer por vocês.
Conversamos mais e eu vou tomar banho. No banho, me deparo com a imagem dela passando como um filme em meus pensamentos, mais sera possível, até tomando banho ela não sai de meus pensamentos. Terminei o banho e fui em direção ao meu quarto, como estava planejando sair mais tarde peguei uma blusa branca, com várias estampas de âncoras em preta espalhadas, uma calça jeans escura e coloquei meu vans preto. Arrumei meu cabelo e passei um perfume, já que gosto de sempre estar com um cheiro agradável. Peguei meu celular, os fones de ouvido e fui para a sala, mais, quando cheguei lá parecia que tinha passado um furacão, as gavetas abertas, a dispensa quase vazia e a luz da sala estava quebrada. O QUE FOI QUE ACONTECEU AQUI ??! E ainda por cima minha mãe tinha desaparecido. Era só o que me faltava, minha sala e cozinha toda destruídas e minha mãe desaparecida. Pensei em chamar a polícia, mais quando fui em direção ao telefone ouvi barulho de um carro e fui para fora, deu pra ver claramente minha mãe dirigindo aquele carro e indo embora com todo o dinheiro que eu tinha. Mas por que ela faria isso ? Eu estava ficando louco, só pode ! Fiquei muito abalado com a situação, então decidi ir fazer um BO. Parece simples mais estava doendo, lá dentro tava, falar que sua mãe te roubou, ta dando tudo errado. Quando estava á um quarteirão da delegacia sinto uma mão grande e forte segurar meu braço, apertou com tanta força que dei um grito de dor:

TH: Aii ! - gritei

Logo depois disso aquela mão me puxou pra trás com força, eu não pude evitar, era mais forte que eu. Senti parte do meu rosto arder e minha boca sangrar, tinha levado um soco. Mais quando finalmente consigo olhar para aquele indivíduo tive uma grande decepção:

TH: Pai ??!
Ap(Appa): Por que a surpresa?
TH: Não te vejo desde os meus três anos e é assim que acontece quando te encontro.
Ap: Você sabe muito bem, que se fosse por mim você não teria nascido.
TH: Por que você me odeia tanto?!
Ap: Você tirou toda a felicidade que eu e sua mãe tinhamos. Eramos felizes, até que soube da notícia, ela estava grávida, de você seu merda.
Senti meu rosto arder de novo, meu pescoço estalou, ele havia me dado outro soco, só que agora bem na bochecha.
TH: Seu canalha, você nos abandonou quando eu não tinha nem nascido, depois apareceu do nada pra me matar e eu que sou um merda?!
Ele ia me dar outro soco quando ouço uma voz, já tinha ouvido antes.
Pam: Se você não solta-lo agora eu ligo pra policia agora mesmo - disse já discando o número em seu celular.
Ele me soltou e sai, desaparecendo na escuridão de uma construção abandonada ali perto.
Pam: Você esta bem ? - ela parecia bem preocupada.
TH: Ah, estou, obrigado!
Pam: NOSSA! Oque ele fez com o seu braço??! E o seu rosto então ?!! - ela disse assustada apontando pro meu braço e logo em seguida para o meu rosto.
TH: Não foi nada, eu me viro com isso depois...
Pam: S-se você q-quiser eu p-posso cuidar d-disso. Tenho c-cursos de p-primeiros s-socorros - ela disse timida e gaguejando muito, logo em seguida ficando vermelha.
TH: Claro.
Pam: E-então vamos - ela foi indo na frente e eu a segui.
Ela estava encantadora, com um vestido branco detalhado com azul, e seus cabelos soltos levemente enrolados, ela realmente me deixava louco.
Chegamos na casa dela e eu nem reparei tanto nos detalhes, ela roubou toda a minha atenção só pra ela.
Pam: Pode sentar eu vou pegar os curativos.
Me sentei, fiquei pensando, quando que eu imaginaria que estaria na casa dela, vai dar merda! Muita merda mesmo! Ela chegou com uma caixinha não tão pequena, branca com um "+" em vermelho. Ela se sentou do meu lado colocando a maleta em seu colo. Ela segurou meu rosto delicadamente e começou a fazer curativos e passar pomadas. Eu não pude evitar, apenas com um toque dela fiquei excitado. Ela espalhava a pomada no meu rosto enquanto ficava cada vez mais vermelha.
TH: AAI!
Pam: Desculpa.
Ela terminou o meu rosto e foi para o braço.
Pam: Acho que gelo vai resolver.
Ela foi em direção a cozinha e voltou com algumas pedras de gelo embrulhadas em um pano.
TH: Posso fazer uma pergunta?
Pam: Já fez. Pode.
TH: Por que está fazendo isso?
Ela ficou em silêncio, e começou a ficar vermelha de novo.
Pam: Por que...
TH: Tudo bem, não precisa responder.
Ela suspirou, parecia aliviada por não precisar responder a pergunta.
TH: Eu não queria voltar pra casa, e muito menos ficar sozinho lá.
Pam: V-você pode dormir no quarto da minha irmã, ela casou e desde então o quarto dela fica vazio.
TH: Obrigado! - eu estava realmente muito feliz.
Depois disso eu fiquei sentado no sofá enquanto ela foi tomar banho. E meu amiguinho aqui estava acordado ainda, e acho que ela percebeu. Ela saiu do chuveiro enrolada a uma toalha e os cabelos molhados, ai foi pra acabar. Agora que o coleguinha despertou de vez. Ela estava indo em direção ao quarto dela e eu não desviava o olhar nem um segundo se quer. Ela fecho a porta. Depois de um tempo ela saiu do quarto, e pqp, ela tava mais sexy que todas as garotas que eu já tinha visto. Ela vestia um shorts rosa com bolinhas brancas não tão curto mais deixava suas belas pernas a amostra, uma regata branca que deixava quase metade da sua barriga amostra, que por sinal era bem definida, e um coque bagunçado dando um charme. Ela se sentou do meu lado e conversamos muito, muito, mais muito mesmo. Ela era engraçada, carinho, gentil e além se super gata, sexy. Nós conversavamos como se nós nos conhececemos a anos, foi incrível.
Pam: Que tal um filme ?
TH: Adoro filmes, mais com uma condição eu assisto...
Pam: Diz.
TH: Tem que ser de terror.
Pam: Mais... Ok,ok. Escolhe ai enquanto eu busco as cobertas.
Falando sério, estava ficando impossível não perceber que eu estava louco de tesão. Ela voltou com uma coberta e dois travesseiros. Ela arrumou o sofá e foi pra cozinha fazer sanduíches, por que estávamos mortos de fome. Ela veio até a sala e me perguntou se eu queria roupas mais confortáveis e eu aceitei. Ela pegou um shorts preto e uma blusa preta com uma estampa do Mickey.
Pam: Desculpa, não achei outra melhor.
Eu fui ao banheiro e me troquei. Dei uma olhada no espelho e baguncei de leve meu cabelo. Fui para a sala e ela já estava me esperando. Dei play no filme e ela automaticamente se aproximou mais de mim. Quando chegava aquelas partes que meio que te avisavam que iria ter susto, ela segurava minha mão. Percebi que aos poucos ela foi deitando nos meus ombros a abraçando meu braço, eu estava quase a beijando, era quase impossível prestar atenção no filme com ela tão próxima assim de mim. O filme acabou, e fomos levar as coisas para os quartos. Quando:
Pam: Éh... D-dorme no q-quarto comigo? - ela disse de um jeito tão fofo e tímido que eu não pude recusar, mais estava com precentimentos de que ia dar muita merda, muita mesmo.
Arrumamos o colchão que eu iria dormir e deitamos. Eu dormi rápido, na verdade cochilei mesmo, por que não tinha nem 15min que eu tinha dormido senti uma mão delicada cutucando meu braço.
Pam: Tae? Tae? Não consigo dormir - mesmo que estava escuro consegui ver ela ficando vermelha - vem aqui ? To com medo.
Fiz que sim com a cabeça e levantei, ainda sonolento, peguei o travesseiro e subi na cama, passei por cima dela ficando por trás, ela pegou meu braço e colocou por cima de sua cintura, me deixando excitado, com o braço que estava encima dela a puxei pra mais perto de mim. Ela dormiu, e eu só estava a observando. Ela me deixa confusa, nunca tinha namorado a sério, era sempre só diversão e farra e já no outro dia já era outra, só que a cada vez que eu a vejo, sinto que não quero deixa-la ir.

[...]

Logo de manhã quando acordei senti algo do meu lado, lembrei que era ela. Levantei da cama devagar pra não acordar ela e fui na cozinha fazer café da manhã, mesmo que já eram 11:47. Fiz torradas com leite e uma maçã. Quando cheguei no quarto ela estava dormindo ainda, coloquei as coisas encima da escrivaninha e me sentei na cadeira podendo observa-la melhor, parecia tão frágil e inocente. Será que... Estou apaixonado ??


Notas Finais


Então é isso ae, deixa a opinião de vcs nos comentários e dêem favorito se gostarem, isso me incentiva mais pra escrever os próximos cap.
Beijos de Nutella 💋❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...