História Me and my destiny - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Comedia, Drama, Etero, Kim Taehyung, Romance
Visualizações 20
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Caros leitores por favor comentem o q acharam se meu Hot espero q tenham gostado é a primeira vez q eu faço.

Capítulo 9 - Inseparáveis


Estava em uma praia, o sol escaldante faziam meus olhos arderem, olhei em volta encontrando apenas areia e água... muita água até que a vi.

- Mãe? - perguntei, e a figura alta e esguia de vestidos brancos que ondulavam soltos á sua volta por causa do vento juntamente com seus cabelos loiros ao qual todos diziam se parecer com o meu. A figura sorriu enrrugando os cantos de seus olhos e mostrando aquele sorriso ao qual todos invejavam e estendeu seus braços para mim.

- Mãmae! - gritei por algum motivo estranho sentindo que aquilo não era real, mas não me importava apenas queria abraça- la. Tentei correr até ela mas meus pés não se moviam, tentei novamente sem sucesso e uma onda de desespero tomou conta de mim - Mãe! Me ajuda! - ela me olhou com uma expreção triste, um olhar que fazia com que meu coração desparace. De repente ela se virou indo em direção á água, submergindo seus pés na água ela puxou uma canoa que até então eu não havia notado entrou dentro dela. Segurou um remo me acenando um adeus e foi remando mar adentro cantando uma música funebre que eu sabia que havia escutado em algum lugar. "Sua mãe morreu" a voz de alguem ecoou pela praia e cai no chão me despreendendo da areia.

- Não! Mãe me espera não vá! Por favor! - corri mas ela já estava longe demais, entrei na aguá nadando até que meus braços ficassem doloridos demais.- Mãe! - tentei novamente pois sabia que não conseguiria nadar por mais tempo -Não me deixe por favor. - sussurrei em mesmo que meu rosto estivesse completamente molhado eu podia sentir as lágrimas quentes contra meu rosto completamente frio. Ela olhou para mim com um olhar terno.

- Não chore criança - chorei mais ainda - A mamãe te ama.

Me afoguei.

Acordei com minhas duas mãos ao redor de meu pescoço puxando ar como se fosse a ultima vez. 

- Calma, esta tudo bem - ouvi a voz de Taehyung ao meu lado - Foi só um sonho. - olhei para ele voltando a realidade rápidamente controlando minha respiração me lembrando do sonho aos poucos sentindo uma dor em meu coração ainda acelerado. - Como sua mãe morreu ? - perguntou ele com os olhos inquietos e sabia que estava preocupado em como eu iria reagir á pergunta.

- Como sabe que sonhei com ela?

- Você falou chamou ela enquanto dormia.- corei.

- Foi em um acidente de carro. O motorista do outro carro estava bêbado.- ele franziu a testa.

- Lamento - disse ele percebendo que eu não iria dar mais detalhes e duas lágrimas caíram de meu olhos.

- Você deve estar cansado de me ver chorar- falei.

- Não - falou ele e ergui as sombrancelhas - Fico feliz que confie em mim para chorar em minha frente. - falou ele acariciando meu rosto e beijando minhas lágrimas. Ele se afastou e pude olhar seu rosto mesmo estando escuro conseguia ver sinceridade em seu olhar. Beijei-o e ele retribuiu com o mesmo carinho, senti sua mão em minha nuca fazendo com que me arrepiasse completamente. Os beijos ficaram mais intensos á medida que ele colocava sua língua em minha boca e eu permitia.

- Oh Ana... - sussurrou ele apoiando sua testa na minha e percebi o desejo em sua voz, aquele mesmo desejo que ameaçava me explodir por dentro se eu não o libertasse. Apoiei uma mão em seu coração percebendo que estava acelerado como o meu. - Me desculpe, não estou aproveitando sua fragilidade, não deveria... - beijei-o.

- Eu quero - sussurrei e pele percebeu que não era apenas um beijo ele acentiu - Espera , e o Jimim? 

- Ficou com medo e foi dormir no quarto do Jungkook. 

- Como sabe? Não dormiu até agora? Estava me olhando dormir? - perguntei com um sorriso no rosto.

- Como você dorme do meu lado e não quer que eu imagine o que poderia estar fazendo com você? 

- Agora pode fazer - falei e ele sorriu maliciosamente chegando perto devagar. Beijou meu pescoço de forma carinhosas e começou dar leves mordidas em minha orelha. Comecei a tirar sua camisa e ele sorriu durante um beijo em meus pescoço deixando que eu tirasse-a. Devorei aquele abdomem magro porem definido que muitas se matariam para ver percebendo que ele conseguia ser perfeito mesmo com suas imperfeições. Ele retribuiu com a mesma moeda desceu sua mão macia por todo meu corpo parando em minhas coxas expostas e apertando-as, subiu suas mãos devagar me deixando senti-la e puxou meu moletom me deixando apenas de calcinha. Ele parou os beijos, mas me olhou vorazmente fazendo com que eu me sentisse em chamas, mas não de uma forma ruim, era como se sentissemos um desejo tão intenso que nossos corpos emanavam exitação. Queria me unie á ele de todas as maneiras possíveis, queria senti-lo dentro de mim, queria sentir que nos tornamos um só.

-Você é linda - murmurou ele com a voz rouca que deixava minha respiração irregular.

- E você é meu - percebi que ele tentava segurar um sorriso.

- É a sua primeira vez? - perguntou ele e acenti, a preocupação cruzou seu olhar.

- Confio em você - falei esperando que ele não desistisse.Ele me deu um beijo terno. Sempre achei que quando chegasse a hora eu estaria com medo ou nervosa, mas agora, eu só consguia sentir o quanto precisava dele. 

Ele retirou suas calças deixando que eu tivesse o prazer de retirar sua cueca e deixasse que eu visse algo tão íncrivel que eu não conseguisse descrever. Se deitou sobre mim fazendo com que todo meu corpo respondesse á ele e passou se dedão sobre meus lábios devagar. Começou uma trilha de beijos molhados em meu corpo. Um na boca, um em meu colo, um no centro dos meus seios se demorando mais ali, beijou acima de meu umbigo e abaixo dele também, a cada beijo meu corpo gritava por mais, beijou o centro de minha calcinha dando um largo sorriso ao começar retira-la.

Enquanto sua língua se movia contra meu clítoris, senti como se todos os meus órgaos resolvessem se contorcer de prazer ao mesmo tempo.

- Taehyung- gemi e ele ergueu o olhar como se eu o estivesse interrompendo-o de algo muito bom. - Preciso de você dentro de mim...Agora.

Ele subiu lentamente me torturando. 

- Olhe para mim - mandou ele e eu obedeci - Quero que esteja olhando pra mim.





Notas Finais


N coloquei um hot muito selvagem porque era a primeira vez dela e vcs sabem... se n sabem n vou explicar.
N se esqueçam de comentar e favoritar para receberem mais notificações.
Ass.: Iludida


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...