História Me and You - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Castanhari, Júlio Cocielo, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Felipe Castanhari, Júlio Cocielo, Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellbit, Julio Cocielo, Romance
Exibições 15
Palavras 1.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá Crushers
Não me matem pelo mês sem capitulo, tava dificil achar tempo pra fazer capitulo
Espero que vocês gostem do capitulo
Boa Leitura

Capítulo 5 - 5 - The Date


Fanfic / Fanfiction Me and You - Capítulo 5 - 5 - The Date

Minerva P.O.V.

Depois de arrumarmos o tripé ele arrumou a cama que estava uma bagunça eu o ajudei claro, e depois de arrumarmos a cama ele disse

- Se abaixa e só aparece depois que eu fazer o bordão- Eu concordei, me abaixei e ele começou o vídeo- Olá gente aqui é o seu amiguinho Cellbinho!!!- Ele disse bem animado e eu apareci

- Oi gente!!- Eu disse e me sentei ao seu lado

- Então quem acompanha as redes sociais sabe o por que ela está aqui, e quem morou em uma caverna desde ontem eu explico, eu, Minerva e o Cocielo fomos até uma balada e sem querer eu e Minerva nos beijamos, e algumas meninas tiraram fotos, e vocês entenderam errado, então somos só amigos né Min - Ele disse

- Sim – Eu disse tímida

- Mas esse vídeo foi só para explica essa situação- Ele disse

- Tchauuuu – Nos dissemos juntos e ele terminou o vídeo

- O que que acho? – Eu disse

- Acho que vai amenizar os twetts – Ele disse e suspirou

Ele começou a editar, mas, não tinha muita coisa então ele só colocou uns efeitos, e terminou

-Prontinho- Ele disse colocando o vídeo no Youtube.

- O.K. vou ir para casa tá- Eu disse meio tímida

- Tá eu te busco ás 19:00- Ele disse normal

-O.K.- Eu disse e fui para sair e ele me puxou e me beijou, eu correspondi no momento em que nossos lábios se encostaram, nossas línguas se mexiam em uma sincronia perfeita, nos separamos por causa do ar e ele me deu último mais três selinhos, fiquei em um pequeno transe e quando voltei dele lhe dei mais um selinho e sai bem rápido de lá.

 Chegando em casa vi o horário e já eram 14:23 me arrumei com uma calça jeans rasgadinha e a mesma regata, fui para lanchonete com o carro da minha mãe, cheguei lá eram 14:35 cheguei bem adiantada, cheguei lá coloquei meu avental e comecei a servir os clientes tinha muita gente lá então o dia passaria bem rápido, ainda bem.

Cellbit P.O.V.

Eu estou tão ansioso para esse encontro, acho que vou sair para gastar tempo, fui até o quarto do Luba e ele estava gravando um vídeo com o Well

- Ei pombinhos o que acham da gente sair – Eu disse e o Well corou, mas o Luba não

- Ué você não estava com uma menina- Ele disse malicioso e eu revirei os olhos

- Ela é só minha amiga- Eu disse- E ela já foi embora   

- O.K. a gente já desce – O Luba disse e o Well concordou

Fui para o meu quarto e me arrumei, quando desci Luba e Well já estavam prontos, fomos até um parque e tomamos sorvete, Well e Luba ficaram com o mel deles e eu com a minha vela, ou melhor com a minha tocha olímpica.

Ás 18:47

Minerva P.O.V.

Já estou com minha roupa (Notas finais do capítulo anterior) meu cabelo solto com baby liss e uma maquiagem bem marcada: base, pó compacto, rímel, sombra, batom vermelho matte, delineado de gatinho e contorno. Ouvi uma buzina me despedi de minha mãe e de meu pai, e entrei no carro do Rafael

-Oi Rafa- Eu disse entrando no carro, olhei para o Rafael e ele estava lindo, com um terno preto e gravata azul

- Uau, você tá linda – Ele disse eu corei e disse um obrigado, ele se aproximou e selou nossos lábios em um selinho demorado, quando nos separamos vi que sua boca estava cheia de batom rimos da situação deixando o clima mais leve, no caminho do restaurante ficamos cantando e brincando chegando lá vi que o restaurante era lindo, e parecia ser muito caro, entramos no restaurante era enorme tinha poucas pessoas, um lustre maravilhoso enorme, as pessoas de lá estavam com uma roupa linda

- Qual a sua reserva? – Um homem que estava na porta perguntou

- Rafael Lange – Ele disse e o homem nos levou até uma mesa bem embaixo do lustre e nos deu cardápios

- Rafa aqui as coisas são muito caras- Eu disse espantada com as coisas que eu li

- Não se preocupe com o preço, eu conheço o dono então o preço vai ficar bem baixo – Ele me disse e piscou eu ri e ele também

- O.K. – Eu disse ainda rindo de leve

- O que iram pedir? – Um garçom perguntou

- Eu vou querer o especial do chef – Eu disse e o garçom anotou

- Eu vou acompanhar a senhorita – Ele disse e nós rimos baixo

- O.K. – O garçom disse e anotou em um caderninho – Mais alguma coisa? - Eu e rafa nós olhamos e negamos com a cabeça

Logo depois de comer ficamos conversando e comemos a sobremesa, e fomos andar em um parque

- Hoje ta sendo bem legal- Eu disse – Comi comida de rico, e estou andando em um parque a noite com medo de ser assaltada – Eu continuei, e nos dois rimos, nesse momento tremi de frio e passei as mãos nos braços em uma tentativa de me aquecer que foi falha

- Tá com frio? – Ele perguntou e eu assenti com a cabeça (gente sei que é clichê mais eu acho fofo) ele tirou o paletó e se inclinou para coloca- ló em mim quando colocou ele estava tão próximo eu sentia sua respiração se misturar com a minha, nossos lábios se tocaram, no início era apenas um selinho mas depois ele pediu passagem com a língua e eu cedi, nossas línguas tocavam uma melodia doce e sincronizada, nos separamos por causa do ar, e terminamos com mais um selinho rápido, entrelaçamos nossos dedos e ficamos andando pelo parque, conversando enquanto andávamos, nos chegamos até seu carro, ele abriu a porta pra mim e entrou deu partida e fomos até minha casa conversando rindo e brincando, chegamos na frente de casa e ele selou nossos lábios em um beijo lento, eu sai do carro e entrei em casa

- Que batom lindo filha- Minha mãe apareceu saindo da cozinha, com um copo da água, só ai percebi que meu batom estava borrado dei uma risada sem graça meio corada e subi pro meu quarto dando tchau para minha mãe. Cheguei em meu quarto me joguei em minha cama tirei a maquiagem coloquei pijama, e me joguei novamente na minha cama passando o dedo indicador na boca me lembrando dos beijos. Acabo adormecendo, acordo ouvindo algo, quando abro a porta bem devagar pra ver, ouço algo que me faz quase gritar...


Notas Finais


Bom foi esse o capitulo
Beijinhos Tchauuuuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...