História Me apaixonei pelo meu cupido - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol
Exibições 416
Palavras 603
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha eu de novo trazendo mais uma fic qqq Sou dessas, mas já estou finalizando todas, então, tenho direito de postar, me deixem, mentira, deixa não, me amem <3
Essa fic vai depender muito da aceitação pra eu continuar a postar, tenho o plot todo feito, só não sei se vou conseguir desenvolver se não for bem aceita, por isso deem muito amor a minha bebezinha <3
Espero que gostem e relevem qualquer erro, essa fic era pra ter sido postada a mais de um ano, mas né q

Capítulo 1 - Prólogo


- Ei, você, pode ir parando aí, eu não gosto de mulher e já deve estar bem ciente disso. – Gritou no meio da rua em alto e bom som para o homem que voava vestido apenas um tecido branco cobrindo as partes intimas, sem saber se realmente a gritaria era direcionada a si. – É com você mesmo, magrelo orelhudo.

- Você pode me ver? – Perguntou extremamente assustado, aparentemente outras pessoas olhavam para BaekHyun como se fosse um doido varrido por estar gritando para um nada no céu.

- Não, estou te gritando por ser louco. E já falei, se mirar naquela tripa eu esfolo essas flechas na sua cara. – E sem mas, simplesmente saiu andando deixando meio transito parado e caras embasbacadas se perguntando com que diabos aquele garoto falava.

Seu caminho até o próprio apartamento foi bem tranquilo, achou que depois daquilo acabaria com um amor platônico antes mesmo de chegar em casa, mas o suspiro que deixou escapar era de alivio quando se jogou no sofá e não de paixão como vinha acontecendo com bastante frequência ultimamente.

Os pés cansados do trabalho na biblioteca da cidade flutuaram como uma pena para cima da mesinha de centro e em câmera lenta seu dorso se apoiou no encosto do sofá, dando uma sensação de alívio momentânea, chegando até mesmo a gemer de felicidade por finalmente descansar, até sentir que era observado.

- Se você continuar me encarando com esses olhos de bola de parque de diversão eu juro que corto essas asinhas viadas nas unhas. – Ameaçou com toda a raiva do mundo, ainda estava puto por imaginar que ele queria que se apaixonasse por uma garota. O que custava ser um alto, gostosão que tivesse o cérebro moldável ao seu desejo.

- Se acalme, eu só queria saber como pode me ver. 

- Deve ter perdido seu efeito de cupido depois de ter jogado tanta flecha no rabo errado. – BaekHyun não era maleável, não era legal, não era brincalhão. E isso ficou claro com a resposta mau humorada que havia dado ao garoto, que finalmente parou de voar e tomou forma “humana” ao parar em pé em frente ao Byun.

- Eu só sigo regras, tá? Não tenho culpa se você é mal-humorado e seus namoros nunca dão certo. – O cupido tinha um beicinho birrento nos lábios, não gostava nadinha de quando duvidavam de sua capacidade, principalmente quando BaekHyun era o único que lhe dera problema durante todo o tempo que se lembrava de ser cúpido.

- Qual o seu nome, senhor Cupido? – Levantou os olhos em direção ao rapaz rosado e de asinhas sem se expressar muito.

- É ChanYeol. – O tal ChanYeol era um anjinho muito inocente mesmo, pois acabou por sorrir ao se apresentar, achando que BaekHyun queria o conhecer de fato, mas não conhecia o humor dele o suficiente para prever o que ele queria realmente ao saber seu nome.

- Então, ChanYeol, quem você acha que é para fala do meu humor ou dos meus namoros? – Seu tom foi notavelmente agressivo ao se referir ao rapaz, mas não se importava, era daquele jeito e ponto, nada no mundo mudaria aquilo em si, nada mesmo.

- Eu sou seu cupido e sei que você é um chato de galocha que ninguém suporta, nem mesmo eu.

                                                                                                                                              

E da mesma forma estranha que tinha aparecido, simplesmente sumiu, deixando um BaekHyun tão irritado quanto incomodado. Irritado por ser tratado daquela forma e incomodado por aquele serzinho chato conseguir sumir em meio a discussões, mas ele voltaria e daria um jeito de fazer engolir todas aquelas flechas por ter o afrontado daquela forma. 


Notas Finais


Quem acha que o Baek é um chato levanta a mão o/
Ele tem um humor chato pra caralho, mas é temporário, nada que um senhor de orelhas não consiga resolver hihi
Bom, sem spoilers, digam o que acharam <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...