História Me apaixonei pelo meu Primo (Imagine kook BTS) - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Rapariga_mimi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Friend, Jay Park
Personagens Eunha, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, SinB, Suga, V, Yerin, Yuju
Exibições 437
Palavras 605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Jantar em família


Fanfic / Fanfiction Me apaixonei pelo meu Primo (Imagine kook BTS) - Capítulo 1 - Jantar em família

E era hoje o grande dia que toda família havia esperado, O jantar em família, pelo que ouvi minha mãe dizer toda família iria estar lá até familiares que eu nem tinha conhecido, pra ser sincera eu nunca gostei muito de me reunir com a família, era meu tio fazendo piada sem graça, minha tia contanto as últimas fofocas, meus primos pequenos correndo pela casa perguntando se eu tinha joguinho no celular, meu Avós pegando fotos da época de mil novecentos e bolinha pra mostrar pra mim e outras coisas desagradáveis, pelo menos dessa vez iam vir alguns primos da minha idade por exemplo Jungkook um primo meu que eu não via já ia fazer uns anos

   Eram umas 19:30 eu estava sentada no sofá escovando o cabelo e  esperando as pessoas da família chegarem, algumas das minhas tias já tinham chegado, peguei o celular e fiquei conferindo algumas coisas nas minhas redes sociais, quando desviei o olhar para a porta e vi minha tia a mãe de Jungkook, logo vi um garoto muito lindo entrando na sala e sim era Jungkook me levantei imediatamente para recebe-los e me aproximei de kook o olhando

Os primos que eram mais próximos, criados como irmãos, não vamos considerar como amostra… mas vez ou outra aparecia aquele que morava distante, que você não via há muito tempo, que da última vez que você encontrou era feio, sem graça e bobão… mas de repente, vocês se reencontraram e para surpresa dos dois, surgiu aquele “climinha”. Ele percebia que a prima se tornou uma gatinha de encher os olhos, ela notava que o primo se transformou em um garoto lindo e interessante… e então na troca de olhares, subia uma trilha do U2 e começava aquela atração gostosa e ao mesmo tempo com gostinho proibido.

-Oi -disse sorrindo meio envergonhada-

-Olá -sorria abertamente a olhando-

Ficamos um tempo encarando um ao outro até que minha mãe chamou todos a mesa, me sentei abaixando a cabeça para tentar não olhar para Jungkook, peguei um prato e coloquei a comida de acordo com minha fome que por um milagre era pouca, comecei a comer de cabeça baixa levantando um pouco o olhar pude ver Jungkook me observando, abaixei a cabeça e continuei comendo olhando as vezes o chão e escutando meu tio contar aquelas piadas sem graça, ri um pouco forçado e logo acabei de comer, fui a primeira a terminar e me levantei encostando a cadeira na mesa

-Com licença -sorri fraco olhando todos na mesa peguei meu prato e fui para cozinha lavar-

Cheguei na cozinha coloquei o prato na pia abri a torneira e comecei a lavar o prato, logo terminei de lavar o prato e passei minhas mãos na calça com intuito de seca-las, fui até a geladeira e peguei o jarro que continha água gelada, peguei o copo e coloquei a água, peguei o copo me virando para entrada da cozinha e esbarrei em alguém derrubando a água na pessoa, e sim era Jungkook

-Me desculpa Kook -Peguei um pano imediatamente passando na roupa dele tentando secar-

-Não foi nada, afinal está calor -ri um pouco pegando na mão dela-

-Sim muito calor -soltei minha mão da mão dele e virei colocando o pano no balcão-

-Você cresceu _______, esta tão diferente -a olhei notando como ela havia crescido e ficado linda-

-Você também mudou muito kook -disse colocando o jarro com água novamente na geladeira voltando o olhar a ele-

Então agente ficou conversando um tempo sobre alguns ocorridos até que escutei minha mãe me chamar na sala, pedi licença a kook e fui até ela



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...