História Me Apaixonei pelo meu Sequestrador(NamJin) - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Got7
Personagens G-Dragon, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Sequestro
Visualizações 322
Palavras 1.004
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 48 - Mas é claro que leva!


Me levantei da cama e fui caminhando devagar até o banheiro.

Entrando lá avistei Jimin sentado em um canto todo encolhido com o rosto apoiado nos joelhos.

-Ei! -Falei me aproximando dele.

-Jin eu sei... -Ele falou levantando o rosto. -Eu sei que estou matando alguém que não tem culpa, eu sei que posso me arrepender pelo resto da minha vida e sei que é contra lei... Mas não tenho outra escolha! -Ele afirmou convicto como se soubesse de todas as consequência de seus atos e me olhando com um olhar desesperado.

-Sempre temos outra escolha! -Afirmei quase gritando e ele revirou os olhos.

Vendo o estado do meu amigo me lembrei de um episódio da minha vida. Me sentei no vaso e olhei fixamente nos olhos dele.

-Quando eu estava sendo sequestrado...-Comecei. - O que eu mais queria era voltar para minha casa! Então eu montei um plano, um plano para fugir. Mas na metade do plano eu refleti e pensei: A minha família e meus amigos sobreviverão mais um pouco sem mim, mas a questão é: eu sobreviverei sem Namjoon?! E então que era melhor ficar. Você acha que foi fácil? Nosso namoro é uma luta até hoje. Mas eu só posso afirmar isso hoje porque há alguns meses atrás eu decidi ficar. -Expliquei a ele como se fosse o melhor conselheiro do mundo.

Uma gravidez na adolescência traz medos e angustias,porém não se deve matar um bebê para fingir que sua escolha daquela noite não refletiu em nada.

-Mas ele não te trouxe embora e vocês ficaram um tempo sem se falar? -Lembrou Jimin.

Um dos piores dias da minha vida.

-Esse dai foi o dia que eu decidi partir... Para você ver no que deu! Ás vezes temos que fazer e viver coisas fora da nossa zona de conforto,pois no final sempre valerá a pena. -Falei e ele soltou um suspiro.

-É... Mas é diferente, eu nunca mais terei nenhuma mordomia... -Desabafou e eu concordei.

Qual mordomia é melhor do que ter um bebê?

-Talvez, mas em troca você gerara uma vida! E eu posso ser tudo de ruim do mundo mas até para mim, Kim Seokjin, a vida de um bebe é a coisa mais preciosa do mundo. -Esclareci e ele olhou para o teto pensativo.

Eu me calei e também refleti sobre a vida. Minha menstruação ainda não atrasou, mas e se eu estiver grávido? Fiz a maior cara de assustado da minha vida e não percebi que Jimin estava me olhando.

-O que foi? -Perguntou olhando em volta.

Pisquei algumas vezes antes de responder.

-Temos que comprar outro teste de gravidez! -Afirmei me levantando e saindo banheiro.

Jimin logo veio atrás de mim.

-Calma, você acha que... -Ele começou e eu interrompi. -Não sei! Mas é possível. -Afirmei pegando meu celular.

-Ai droga! -Resmungou Jimin.

-Eu vou com você! -Afirmou pegando o celular da cama.

Saímos do quarto apressados e descemos a escada correndo,e dois pares de sapatos correndo na escada faz um baita barulho

-Onde vocês vão com tanta pressa? -Perguntou Amora surgindo na nossa frente com seus longos cabelos cacheados soltos e armados.

Paramos e Jimin olhou para mim, afinal,eu sempre fui melhor em mentir. Não que isso seja certo, é errado na verdade, porém eu sempre fui melhor.

-Vamos encontrar alguns amigos! -Afirmei sorrindo. - Eles estavam indo no shopping e nos chamaram de última hora. -Expliquei mentindo.

-Já sei que é mentira! -Afirmou Amora. -Sempre que o Jin explica é mentira. Isso é fato. –Informou ela.

Nossa que consideração. Ninguém acredita na minha palavra...

-Não é mentira... -Comentou Jimin.

Revirei os olhos.

-Obrigado por me chamar de mentiroso,é realmente muita consideração. -Falei.

-Vocês acham que me enganam... Acham que eu não sei que vão se encontrar com alguns garotos da idade de vocês! -Serrou os olhos. -Vocês são adolescentes tem que beijar e aproveitar muito mesmo. –Ela falou com tanta certeza que foi difícil segurar o riso.

Encontrar garotos da nossa idade?! Ah ta!

-Exatamente! –Concordei e abri um largo sorriso. -Por isso temos que ir agora!

-Tchau! -Jimin se despediu.

-Tchau! –Gritou Amora balançando a cabeça.

Puxei Jimin pelo braço e atravessamos a sala saindo pela entrada principal.

-Ufa! -Exclamou Jimin no elevador.

-Qual a farmácia mais perto? -Perguntei mexendo no GPS do celular.

-Tem uma aqui perto. -Comentou. -Ai eu esqueci que estou sem motorista... -Lembrou Jimin.

Suspirei irritado.

-Chamamos um táxi então. –Eu informei saindo do elevador.

-Ok!

Estávamos andando com pressa até a portaria do condomínio quando avistei Ben entrando no condomínio com uma Range Rover preta.

Balancei a cabeça.

-Droga. -Exclamei indo ainda mais rápido, mas Jimin parou.

-Olha é o Ben! -Afirmou. -Ele leva a gente... -Comentou indo em direção ao carro.

-Jimin não! -Neguei.

-Você conhece ele não conhece? Com um carrão desses qual o problema de dar uma carona para dois meninos? -Falou Jimin e eu revirei os olhos.

Ben parou o carrou.

-Uau se não é Kim Seokjin! -Exclamou.

-É ele em carne e osso! -Afirmou Jimin.

-Oi! -Falei e sorri falso.

-Onde estão indo? -Perguntou Ben.

-Então estávamos indo a farmácia, porém por estarmos sem motorista, achamos melhor pegar um táxi. -Explicou Jimin enquanto eu olhava a situação de braços cruzados.

Qual o problema de Jimin? Ele não percebe que eu não quero ficar perto de Ben,e que ele quer apenas dar em cima de mim?!

-Ah que táxi o que! Eu levo vocês! -Falou Ben animado e eu suspirei.

Mas é claro que leva.

-Sério? -Perguntou Jimin inocente.

-Claro! -Afirmou. -Eu não perderia a chance de ter Kim Seokjin aqui do meu lado. -Jogou um olhar sedutor.

-Ai que graça! -Comentei. -Eu deixo o Jimin ir na frente. -Falei abrindo a porta de trás.

-Então nada feito! -Disse Ben.

-Qual a diferença? -Perguntei.

-A diferença é que se você for na frente eu levo vocês,se não vocês pegam um táxi! -Explicou sendo um idiota.

-Então vamos de táxi! -Afirmei.

Uma viagem de táxi é melhor do que sentar ao lado do Ben.

-Ai Jin, para de ser chato! Vai logo na frente. É aqui perto a farmácia, não tem nada demais... -Disse Jimin entrando atrás.

Jimin nunca vê nada demais nas coisas.

Respirei fundo e juro que tentei me acalmar.

Dei a volta no carro e entrei no banco da frente.

Se ele encostar a mão em mim, eu acabo com ele e com esse carro idiota.

-Sem gracinhas! -Ordenei e ele riu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...