História ME APAIXONEI POR UM TRAFICANTE(jolari)... - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate
Tags Fanfic Jolari
Exibições 84
Palavras 669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi,não postei esses dias pq ta acabando as aulas e ainda tem muitas provas e eu tenho q estudar,entao fico sem tempo pra postar....

Capítulo 5 - Eu queria sumir...


Fanfic / Fanfiction ME APAIXONEI POR UM TRAFICANTE(jolari)... - Capítulo 5 - Eu queria sumir...

                                Pov.lari

Eu queria sumir,queria desaparecer,não aguenteva nem eu mesma,tudo estava dolorido e principalmente meu caráter,eu era filha de pessoas ricas e poderosas e não deveria ter ido naquele lugar pobre cheio de miséria.No carro esportivo do cara responsável por tudo,eu chorava descontrolamento olhando através da janela,pessoas pobre,mesquinhas e fúteis.E eu estava naquele lugar.

  Todos cumprimentavam o cara que dirigia tranquilamente,ele parecia respeitado naquele lugar,ele sorria com todos e buzinava.Sentia nojo e vergonha e me encolhia no banco.Chegamos em uma casa de sobrado,era até bonitinha,mas várias mulheres estavamna porta fofocando sobre a vida alheia e havia varias crianças na rua,descalças e apenas de short,jogando bola no sol quente.Aquilo era patético.Havia homens para cima e pra baixo com armas e aquilo despertava-me um medo muito grande.Ele parou e olhou pra frente.

  João:É aqui,e desculpa por ontem anoite.

  Eu:Desculpa é o caralho,eu nunca vou poder tirar isso de mim nunca! Você arruinou com minha adolescência fazendo isso,eu sou filha de empresários!

   Senti um tapa tão forte no meu rosto que bati minha cabeça no banco,o lugar ardia,nunca havia recebido um tapa no rosto e passei a mão sobre o local.Não acreditava naquilo.

  Eu:Seu monstro,seu maníaco,(gritava com raiva chamando a atenção de todos).

João:Saí do meu carro,sua imunda!

   Saí do carro rápido e o chutei com força ,sentia as lagrimas descerem pelo o meu rosto entrei naquela casa sem bater,eu não acreditava naquela humilhação que havia passado.Ainda mas receber um tapa no rosto de um cara que eu não conhecia, ele havia me humilhado,me batido e xingado.Dei de cara com a mharessa que me abraçou e pude chorar no ombro dela.

  Mhare:Oque aconteceu?(perguntou docemente).

Eu:Aquele...aquele...

Não podia perder minha pose,precisava me acalmar e voltar pra minha vida tentando tirar aquele dia da minha vida,arrancar simplesmente e voltar a viver como uma  patricinha que eu era.ele não era nada apenas um traficante.

  Contei tudo pra priscila que me recordava,ela me olhou no final com os olhos arregalados e surpresa.

  Mhare:Você ta falando do João?Dono da rocinha? Meu deus lari!

Ela formou um"O" com a boca enquanto analisava minha face.Quando um cara entrou na sala e nos fitou,ele era alto,forte,com os cabelos escuros, olhos escuros,aparentava ter uns 18 ou 19 anos.

   Xxx:Quem é a dondoca aí,amor?

    

Aquele cara era o namorado da mharessa desde quando?Agora eu estava surpresa,sentia nojo como nunca havia sentido na vida.

     Mhare:Amor, essa é a lari,minha amiga,aquela que te falei e lari,esse é o LP.

  Ele estendeu a mão e olhei com nojo,ele sorriu e puxou de volta.

   LP:Tá no morro toda a sua descrição,ô novinha! O chefe passou a maior coisa aí com uma novinha marrenta!.

   Eu:Aí que nojo (falei fechando os olhos e me lecantando).Meu sexo ainda ardia.

  Mharessa o beijou e pegou seu celular ligando pra supostamente um táxi.Ela me acalmou e me deixou tomar um banho,me esfregava tentando tirar aquele perfume amadeirado,aqueles toques,e toda aquela sensação,aquela coisa de favela sair de mim.Mas era algo que não podia voltar atrás.

  Fiz uma maquiagem por conta das marcas roxas que estavam em meu corpo e penteei os cabelos vestindo uma roupa emprestada da mhare,uma roupa nova é claro,sentia meu rostp arder e a vontade de chorar não passava nunca,fiz uma maquiagem no rosto mas ainda era possível ver meus olhos fundos e vermelhos.O taxi chegou e entrei despedindo-me da mhare e daquele lugar para sempre,eu nunca mais voltaria naquela miséria de lugar! NUNCA!

Encostei minha cabeça na janela e me encolhi,sentindo a dor que meu corpo se encontrava,eu estava sem dignidade,sem pureza argh!

Cheguei no condomínio fechado e paguei minha corrida,fui até minha mansão e falei com os seguranças bem vestidos e sérios.Adentrei em casa e meus pais estavam no sofá de couro branco logo me abraçaram e começaram o questionário....Menti pra eles mais fazer oq né?

   Tomei café da manhã com um embrulho na barriga e subi deitando-me. E deixando as lágrimas inundarem meus olhos vermelhos.Como eu iria tirar aquele lugar de mim?E principalmente,como eu esqueceria aquela noite?Que eu havia transado e perdido minha virgindade com um traficante?...😢


Notas Finais


Tchauzinho....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...