História Me Apaixonei por Você - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Tags Amor, Choi Seunghyun, Comedia, Drama, Família, Idol, Romance
Exibições 9
Palavras 962
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cunhado


Fanfic / Fanfiction Me Apaixonei por Você - Capítulo 2 - Cunhado

Aquela poderia ser uma manhã normal como outra qualquer, mas tudo mudou quando me sentei à mesa com minha mãe e começamos o desjejum. Minah apareceu caminhando com pressa e colocou uma maça na boca enquanto enchia rapidamente uma xícara de café.

—Que pressa é essa? —Pediu mamãe curiosa.

Ela tirou a maça da boca e respondeu—Marquei salão logo cedo, decidi pintar meus cabelos de preto.

—Como assim? Seus cabelos são lindos assim. — Afirmei como boa irmã.

—Eu sou brasileira metade asiática e sou a única aqui com os olhos puxados e cabelos claros, é estranho, eu decidi mudar.

—Você sempre deixou claro que essa é sua marca, sua “diferença”, por favor, nos conte a verdade, o que levou você a fazer isso?- falei

—Alguém, uma pessoa que estou conhecendo, ele é bem conhecido porem prefiro não comentar seu nome ainda, eu li em seu fórum que ele prefere garotas morenas, e eu quero literalmente ser o tipo ideal dele. Somos parecidos em muitos aspectos. Mamãe também concorda.

—OK, pelo visto sou a única a não saber de nada, poxa sou sua irmã, deveria pelo menos confiar a mim seu segredo, eu não venderia aos seus fãs essas informações. - Joguei uma piscadela, ironizando.

Ela me deu seu melhor sorriso, dificilmente ela sorria assim, mas tudo o que disse foi...

—Prefiro não partir seu coração muito cedo mana, por favor, cuide de mim, e tente ser compreensiva, assim que ele me pedir em namoro eu apresento ele a você.

—Em que sentido você diz “não partir seu coração”.

Ela não me respondeu diretamente, apenas sorriu e disse saindo, você é a mais velha deveria namorar primeiro.

 

 

 

                                                           **

 

Depois de duas semanas com muita curiosidade minha irmã resolveu falar que estava namorando e que o traria para conhecer-nos, pediu que organizássemos a casa da melhor forma possível, e pediu que mamãe cozinhasse a sua especialidade, eu não sabia pra que era aquilo tudo, mas minha mãe sim, ela se manteve risonha o tempo todo e fez tudo o que Minah pediu. Embora eu quisesse muito conhecer o namorado de Minah eu não poderia estar presente na hora que ele chegaria, eu tinha uma entrevista em um escritório de advocacia, justo no inicio da noite. Quem sabe se eu conseguisse a vaga no escritório minha mãe ficaria orgulhosa, vesti a melhor roupa que tinha e fui de encontro ao presidente do escritório, era praticamente um grupo bem formado, com cadeias de empresas associadas, o cargo era um pouco alto, eu havia me esforçado pra poder ter essa entrevista e eu coloquei em minha cabeça que conseguiria.

            A reunião com presidente Park foi tranqüila, ele me disse que daria a resposta mais tarde, que era para ficar checando meus emails, se os outros sócios advogados concordassem eu poderia começar amanhã mesmo, fui para casa com toda esperança do mundo e acabei esquecendo do que me esperava lá. Deixei meus calçados na porta e larguei a pasta no sofá.

—Mãe cheguei! A entrevista com senhor Park foi muito boa! —Falei alto tirando o blazer e colocando no armário de entrada.

— Que comportamento é esse Heerin Esqueceu que temos visita? — Me repreendi mentalmente quando ela recordou que Minah estava ali com o namorado, caminhei vagarosamente até a sala de jantar com toda vergonha e timidez do mundo, com a cabeça baixe cumprimentei e levantei aos poucos.

—Heerin este é Seunghyun meu namorado. Amor esta é Heerin minha irmã.

Não esbocei nenhuma reação eu apenas me perguntava o que T.o.p fazia ali na minha sala de jantar, eu sentia o chão vibrar e as paredes mexerem, eu estava completamente perdida.

—Por favor, Heerin tire essa expressão do rosto é assustadora. — Disse minha mãe.

Eu o cumprimentei e sentei ao lado de minha mãe, bem a sua frente, ainda não conseguia acreditar no que estava acontecendo.

—Você está bem?

Era top falando me despertando dos pensamentos com sua voz grave, totalmente sem jeito respondi um “sim” bem fraco.

—Não se preocupe Oppa, deve ser um choque pra ela, desde nova seu quarto era cheio de pôsteres do BigBang, deve ser assustador ver que um antigo idol dela virou cunhado.

 —Que incrível você era nossa fã?

Senti meu rosto queimar diante da confissão de minha irmã, ela me abalava em todos os modos possíveis, respirei fundo.

 —Ainda sou fã, pra mim BigBang não acabou. — Sorri abertamente e Top retribuiu com aquele sorriso que me deixou sem ar.

—Que pena que chegou no fim do jantar Heerin. —Sem problemas mãe eu comi algo no caminho.

Minah ainda com um sorriso estonteante disse — Se nos derem licença acho que vamos ficar a sós e beber o vinho que o Oppa trouxe.

—Não diga isso Minah, faço questão que ambas bebam com a gente.

—Adorarí/ Não obrigada iremos descansar. —Falou nossa mãe me cortando da conversa. —Venha Top vou o acompanhar até a sala.

Assim que mamãe nos deixou sozinhas vi Minah pegar duas taças e parar mediante a mim. — Eu de certa forma disse que partiria seu coração brincando, eu sabia que ele era importante pra você, bom irmã da próxima vez queremos que fique conosco, sei que gosta de vinho, mas hoje eu queria algo às sós com Seunghyun compreende?

—Claro.

Levantei frustrada indo em direção a sala, pretendia me despedir rapidamente e sumir no mundo, cumprimentei e me virei saindo, mas antes Top chamou meu nome.

—Sei que não tivemos tempo pra nos conhecermos hoje, como você é uma fã, além de minha nova família convido você que venha ao jantar na minha casa sábado, seria ótimo que Minah te levasse, meus hyungs vão estar lá, você pode levar seu namorado.

—Ela não tem namorado, mas mesmo assim acho que posso levá-la. — Disse Minah

—Os hyungs gostarão disso.

—Aceito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...