História Me apaixonei por você papai-lutteo - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo
Tags Amor, Família, Lutteo, Novela, Sexo, Simbar, Sou Luna
Visualizações 144
Palavras 1.546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hello!! Mores
Oque eu tenho?
Dúvidas muitas dúvidas.

Capítulo 11 - Ciúmes faz parte do amor


Fanfic / Fanfiction Me apaixonei por você papai-lutteo - Capítulo 11 - Ciúmes faz parte do amor

Luna on:

Estávamos no avião, e o Matteo não disse uma palavra e eu tentava o beijar e ele recusava

L: o... Matteo?

M: fala?

L: você tá estranho a viagem inteira oque tá acontecendo?

M: nada, eu só tô cansado

L: eu também tô, só que quando chegarmos em buenos Aires vai ficar mais difícil ter um tempo para nós dois

M: dá para você parar de falar?

Oque ta acontecendo? Ele tá louco? Nem nos meus olhos quer olhar

M: desculpa, eu tô nervoso

L: dá para você ficar quieto? Até chegarmos?

M: para de ser infantil

L: que... Eu não sou infantil

M: ESTAMOS sendo infantis.

Chegamos e Matteo me deixou em casa, e ele foi ao escritório

Matteo on:

Chamei meu pai para falar sobre a luna poder ser minha filha

Alfredo: oque foi? Você tá chorando? Nunca te vi assim

M: eu sou um idiota

A: e isso por que?

M: a luna é a minha filha

A: oque? Isso é sério?

M: é eu ouvi ela falando com a Candelária

A: e agora? Vai demitir ela, e e esquece-la!

M: eu preciso falar com a Candelária, você entende que eu me apaixonei pela minha filha? Que eu TRANSEI com a minha filha!

A: mais não é culpa sua.

M: é claro que é, se eu não tivesse ido embora quando a Candelária engravidou nada disso teria acontecido

A: você não confundiu amor de pai com de namoro?

M: não, eu sei bem a diferença entre amor de familiares, parentes e oque eu sinto por ela, eu nunca amei tanto ninguem como a amo

No dia seguinte:

Luna on:

Fui a empresa cedo, e adivinha.... A primeira pessoa que encontro é nada mais nada menos que Ambar Smith, já vi que hoje o meu dia vai ser ótimo

A: oi, eai aproveitou a viagem?

L: quase nada, muito trabalho

A: será? Que só teve trabalho?

L: oque a senhorita está insinuando?

A: nada, é claro que só teve trabalho, o Matteo nunca olharia para você

L: será? Será que não olharia?

Depois que ela saiu Matteo veio falar comigo parecia menos bravo

M: luna, hoje eu te levo pra casa

L: tá, passou o nervosismo?

M: já, não tem sentido ficar bravo por bobagem

L: então me dá um beijo?

M: a... Não, tem gente aqui

L: tá bom.

Eu estava meio triste pela atitude dele, mais não existe um relacionamento sem dificuldades se ela tá mal eu o respeito, eu o amo tanto será que oque ele sente foi só do momento? Cinco minutos e pronto? Eu só servi até ele me levar pra cama? E depois isso ainda fingiu ser fofinho, apaixonado só pra me iludir? Ou estou equivocada?. Muitas perguntas e poucas respostas. Mas as vezes o silêncio tambem é uma resposta. * Eu estou em um momento filosofá *

Eu resolvi ir almoçar em casa, não queria olhar para ele o tempo todo

L: mãe!

C: oi? Fazendo oque aqui a essa hora?

L: vim almoçar

C: oque foi? Te conheço algo tá te encomodando?

L: não

C: alguem?

L: são problemas no trabalho nada d+

C: filha, você pode confiar em mim

L: eu não Quero te preocupar com os meus problemas

C: mais essa é um das funções de mãe, eu tô aqui pra te proteger

L: eu acho que o problema é comigo, eu só nova nesse lance de amor

C: quem você tá amando?

Lembrei que ela não gosta do Matteo

L: o... Simon

C: oque? Desde quando? Faz tempo? Por que não me contou?

L: calma, são tantas perguntas

C: é o seu primeiro amor?

L: acho que primeiro e o da minha vida

Então voltei para a empresa, e alguns minutos depois alguém vai na minha casa

Matteo on:

Eu estava indo até a casa da luna precisava ver Candelária cara a cara

Ela atendeu

C: quanto tempo S. Matteo bálsano

M: muito tempo, Candelária você sabe muito bem oque eu vim falar

C: não... Não eu realmente não sei

M: Luna

C: oque que tem a minha filha?

M: ou nossa filha?

C: senta

Nós sentamos

M: a luna é a minha filha né?

C: na verdade não

M: como assim não? É claro que é

C: Matteo, o filho que eu esperava de você morreu * mentirinha *

M: como assim? Então quem é o pai da luna?

C: na verdade a luna não é nem minha filha, e sim da minha irmã só que a minha irmã acabou morrendo logo após o parto e a luna ficou sob os meus cuidados

Como assim? Eu tinha a certeza de que ela era minha filha. Mas ainda bem tirou um peso das minhas costas, mais algo ainda não me convençia 

Voltei para a empresa e fui falar com luna

Eu a abraçei

M: te amo! Te amo muito

L: eu também

Ela disse meio confusa

Eu a enchi de beijos

M: você é muito importante para mim, nada nunca vai nos separar

L: oque você tinha hoje mais cedo?

M: nada, nada não importa

L: ok, espero que nada nos afaste mesmo, mais quando você vai terminar com a Ambar.?

M; o mais rápido possível

L: espero mesmo, eu olho nos seus olhos e tenho a certeza que te amo

M: espero você hoje na minha casa umas 5 horas tá?

L: tá, vou estar lá

Luna on:

As horas passaram-se e eu já estava pronta usava: umas pulseiras, vestido branco rendado, uma bolsa rosa bebê, e o sapato era salto- alto branco

Cheguei:

M: como você tá linda

L: obrigada meu amor

M: vamos pra piscina?

L: mas eu não trouxe biquíni

M: eu comprei um pra você

L: por que você não me disse?

M: a sei lá, Vamos

Ele me mostrou o biquíni

L: eu não vou usar isso, acho melhor ficar na beira só com a água no meu pé

M: tá.

Piscina:

L: você vai entrar?

M: vou, só um pouco

L: oque você acha? * Mostrei uma foto do meu primo

M: quem é?

L: meu primo, era só pra ver você com ciúmes

M: eu ciúmes?

L: exato

M: é... Mas o ciúmes faz parte do amor

Ele me puxou para dentro da piscina

L: Matteo!

M: oque foi bebê?

L: e agora como eu vou ir pra casa toda molhada?

M: dorme aqui

Matteo faz uma cara maliciosa e me beija, o beijo vai ficando cada vez mais intenso, ele desce beijos pelo meu pescoço e da chupoes deixando enorme marcas, cada vez saia mais gemidos pela minha garganta.

Volta para minha boca, ao mesmo tempo apertava um dos meus seios

L: hã...

Nós saímos da piscina

Ele tira o meu vestido e o sutiã, e começa a chupar um dos meus seios e massageava o outro, ele desce alguns beijinhos pela minha barriga.

Sinto seu pênis completamente duro, eu estava completamente excitada.

Ainda com a calcinha Matteo beija minha intimidade

Eu me sentia no céu, ele estava me deixando louca.

Ela a retirou, e eu gemia cada vez mais alto

Ele parou e me olhou

M: linda

Nós beijamos

E eu o acariciava.

Voltou para a minha intimidade, começou a brincar com o meu clitóris e o beijava, e eu acabei . Ele estava completamente ereto eu abaixei a sua cueca com o pé como na primeira vez

Agora estávamos completamente nús, ele me pegou no colo e me levou até a rede que tinha perto da piscina, ele levantou e ficou me olhando e foi buscar uma camisinha, colocou, e em poucos segundos já estava dentro de mim 

L: má... Mais rápido

Mal conseguia respirar, o nosso orgasmo chegou no mesmo instante

(...)

L: Che... Chega

Nós afastamos, ele me olhou e abraçou

L: te amo

M: eu mais

Alguns minutos depois

L: que horas são?

M: 7:45

L: aí Matteo, como vou voltar pra casa com a roupa encharcada?

M: dorme aqui

L: não... A minha mãe tá me esperando

M: eu acho que tem uma roupa da Ambar aqui

L: eu não me sinto bem sabendo que você faz com nós duas

M: eu e a Ambar....  Você já sabe, é só você que me deixa louco

L: tá... Mais agora só tem de novo quando você terminar com ela, eu já vou indo meu amor

M: eu te levo.

L: tá

Nina on:

Eu e Gaston estávamos em outro encontro, acho que ele tá afim tomará, digamos que eu esteja afinzassa

N: obrigada por ter me acompanhado até a minha casa

G: que nada, quanto mais tempo eu ficar ao seu lado melhor, os seus olhos são lindos

N: obrigada!

G: e você é bem bonita

N: obrigada! 

Dei uma sorriso sem graça

G: se você quiser... Amanhã um amigo vai dar uma festa

N: eu não sei, eu tenho um compromisso com a luna amanhã 

G: fica pra próxima

N: tá

G: eu adoro sair com você é dificil achar uma menina com os mesmos gostos que o meu

N: eu também, você é incrível

G: eu vou indo, boa noite

N: igualmente

Semanas depois:

Eu estou completamente nervosa, o motivo?

L: Nina!

N: oque foi? Tá tudo bem?

L: eu acho que  tô grávida.

Contínua... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Bye mores!
O meu maior erro foi só ter pensado e não ter feito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...