História Me conquiste de novo - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel
Tags Amor Doce, Castiel
Exibições 803
Palavras 2.177
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nada a dizer aqui emcima, apenas lá nas notas finais que tem coisas bem importantes então eu peço para que vcs leiam ok? kkkkk São informações bem valiosas, talvez nem tanto kkkk mas tem coisa lá embaixo, então até lá e boa leitura ^^,

Capítulo 21 - É que tudo me leva de volta à você


Fanfic / Fanfiction Me conquiste de novo - Capítulo 21 - É que tudo me leva de volta à você

Eu tenho que admitir que essa ideia das crianças de ter um fim de semana em família toda semana era muito boa, quer dizer, principalmente agora. Não, eu e o Castiel não tínhamos voltado, não exatamente pelo menos, mas isso também não significava que nós não nos pegávamos de vez em quando, enquanto as crianças não estavam por perto, não aconteceu nada demais afinal de contas, nada além de alguns beijos e uns amassos no sofá, não passou disso. Não contamos nada aos três por que afinal de contas nós estávamos indo devagar, não sabíamos como as coisas iam acontecer realmente e estávamos apenas deixando seguir normalmente, então não havia um por que válido pra contar para os três algo que nem nós mesmos tínhamos certeza. Eu estava voltando a confiar nele ainda e ele estava voltando a conquistar a minha confiança novamente, mas ainda restava aquela pontinha de dúvidas bem no fundo que me incomodava e perturbava, acho que era a única coisa que me impedia de realmente aceitar as coisas. Eu ainda não sabia pelo que eu estava esperando, eu apenas… Esperava. Não que eu não sentisse cada vez mais a necessidade de tê-lo de volta, mas eu estava me segurando pra não me ferrar de novo, apesar de que algo me dizia que tudo ia ficar bem, era meio que uma contradição entre mim mesma. Principalmente com alguns olhares indiscretos de algumas mulheres enquanto estávamos saindo com os meninos, isso me incomodava e de uma maneira tão grande que eu tinha vontade de perguntar a elas se elas estavam com algum problema com o meu marido. Mas aí estava o problema, ele não era mais o meu marido.

Waking up to kiss you (Acordo para te dar um beijo)

And nobody's there (Mas não há ninguém)

Smell of your perfume still stuck in the air (O cheiro do seu perfume ainda está preso no ar)

It's hard (É difícil)

 

Yesterday, I thought I saw (Ontem, eu achei que tinha visto)

You shadow running 'round (Sua sombra por aí)

It's funny how things never change (É engraçado como as coisas nunca mudam)

In this old town (Nesta velha cidade)

So far from the stars (Tão distante das estrelas)

 

And I wanna tell you everything (E eu quero dizer todas as coisas)

Words I never got to say (Palavras que eu nunca consegui dizer)

The first time around (Da primeira vez)

And I remember everything (Eu me lembro de tudo)

From when we were the children (De quando nós éramos crianças)

Playing in this fair ground (Brincando neste parque de diversões)

 

Wish I was there with you now (Eu queria estar lá com você agora)

 

Ele estava sendo tão bom, amoroso e carinhoso comigo e com as crianças que eu me perguntava se ele estava agindo assim por minha causa ou se antes eu não percebia por que eu não o deixava ser assim, mas olhando tudo como era e analisando, era por que eu não deixava mesmo por estar com raiva dele, ou melhor, por me forçar a ficar com raiva dele. Lembro como ele era tão atencioso e carinhoso mesmo tendo a personalidade forte, ainda assim comigo ele era diferente, me tratava tão bem e me fazia sentir tão bem que eu me sentia nas nuvens, tudo antes de toda aquela merda acontecer. A sensação agora de nostalgia me invadia completamente e se eu fechasse os meus olhos, eu conseguia sentir exatamente como tudo antigamente, a mesma sensação de felicidade, talvez não na mesma intensidade, mas estava chegando bem perto disso. Meu coração voltava a bater tão forte e desesperadamente quando ele estava por perto de mim que eu me sentia como quando estava começando a me apaixonar por ele e mesmo nunca deixando de amá-lo, de certa forma era como se eu estivesse mesmo me apaixonando de novo. Deixei escapar um sorriso estúpido que surgiu nos meus lábios sem a minha prévia autorização, ele estava começando a tomar conta dos meus pensamentos novamente, mais uma vez ele me fazia sentir bem, me fazia sentir… Amada de novo.

 

'Cause if the whole world was watching (Por que se o mundo inteiro estivesse assistindo)

I would still dance with you (Eu ainda dançaria com você)

Drive highways and byways to be there with you (Dirigiria por estradas e vias só pra estar lá com você)

Over and over, the only truth (De novo e de novo, a única verdade)

Everything comes back to you (É que tudo me leva de volta à você)

 

I saw that you moved on with someone new (Eu vi que você seguiu em frente, está com alguém novo)

In the pub that we met (Naquele pub onde nos conhecemos)

He's got his arms around you (Ele está com os braços em volta de você)

It's so hard (É tão difícil)

So hard (Tão difícil)

 

Talvez eu estivesse precipitando demais as coisas, mas por outro lado eu não me sentia dessa maneira, era tão complicado e simples ao mesmo tempo que fazia minha cabeça girar. Aparentemente eu estava com medo de admitir pra mim mesma que as coisas poderiam voltar a ser boas como era, pelo simples fato de que eu tinha medo de que se tudo voltasse e isso incluía também o que aconteceu de ruim e eu simplesmente não aguentaria passar por tudo aquilo de novo, mas no fundo eu sabia que não aconteceria, que não aconteceria novamente, ele conseguia me mostrar isso, mas ainda assim era difícil aceitar. Sinceramente eu não tinha certeza de como ou quando as coisas iam sair de onde estava, ele continuava me mostrando que me amava e que eu poderia confiar e mesmo eu acreditando fielmente nisso, eu ainda não conseguia digerir tudo por completo.

 

And I wanna tell you everything (E eu quero dizer todas as coisas)

Words I never got to say (Palavras que eu nunca consegui dizer)

The first time around (Da primeira vez)

And I remember everything (Eu me lembro de tudo)

From when we were the children (De quando nós éramos crianças)

Playing in this fair ground (Brincando neste parque de diversões)

 

Wish I was there with you now (Eu queria estar lá com você agora)

 

Cause if the whole world was watching (Por que se o mundo inteiro estivesse assistindo)

I would still dance with you (Eu ainda dançaria com você)

Drive highways and byways to be there with you (Dirigiria por estradas e vias só pra estar lá com você)

Over and over, the only truth (De novo e de novo, a única verdade)

Everything comes back to you (É que tudo me leva de volta à você)

 

You still make me nervous (Você ainda me deixa nervosa)

When you walk in the room (Quando entra na sala)

Them butterflies, they come alive (As borboletas, elas ganham vida)

When I'm next to you (Quando estou perto de você)

Over and over, the only truth (De novo e de novo, a única verdade)

 

E aqui estava eu novamente, sentada com o violão terminando de compor uma música que saiu tão rápido de uma maneira tão fácil que era assustador. Eu nem ao menos estava me forçando a pensar em muita coisa, mas tenho que admitir que apesar de tudo de ruim que eu passei por causa dele, ele também tinha esse “poder” de me fazer sentir bem dessa maneira. Então sim, ele estava errado, não era como se ele não pudesse me fazer feliz, ele podia fazer isso sim e muito facilmente por sinal, ele só precisava tentar e se esforçar um pouco. Era como se eu precisasse de alguma certeza de que ele me amava realmente pra poder acreditar, já que palavras não estavam sendo o suficiente, eu precisava de provas, mas agora… Que prova mais eu precisava?

 

And I know that it's wrong (E eu sei que isso é errado)

That I can't move on (Que eu não posso ir embora)

But there's something 'bout you (Mas tem alguma coisa sobre você)

 

Cause if the whole world was watching (Por que se o mundo inteiro estivesse assistindo)

I would still dance with you (Eu ainda dançaria com você)

Drive highways and byways to be there with you (Dirigiria por estradas e vias só pra estar lá com você)

Over and over, the only truth (De novo e de novo, a única verdade)

Everything comes back to you (É que tudo me leva de volta à você)

 

You still make me nervous (Você ainda me deixa nervosa)

When you walk in the room (Quando entra na sala)

Them butterflies, they come alive (As borboletas, elas ganham vida)

When I'm next to you (Quando estou perto de você)

Over and over, the only truth (De novo e de novo, a única verdade)

 

Everything comes back to you (É que tudo me leva de volta à você)

 

Everything comes back to you (É que tudo me leva de volta à você)

 

Terminei de dedilhar os últimos acordes da música e abafei as cordas com a mão direita. Pronto, a música que eu precisava escrever já estava pronta e tudo foi em questão de 20 minutos. Chegava a ser engraçado isso, já que antes de tudo voltar a ficar bem novamente eu me sentava aqui durante horas sem conseguir pensar em absolutamente nada e agora fluía tão bem. Me levantei da cadeira colocando o violão no lugar e fazendo o restante das coisas no notebook a minha frente em cima da mesa. Apenas salvei o arquivo e mandei direto pra gravadora por email. Puxei o celular do meu lado apenas olhando as horas, eram por volta das 14:00, as crianças ainda estavam na escola, mas nem os vi hoje já que eles estavam na casa do Castiel. Nós saímos no sábado, mas como eu precisava terminar a música, o domingo foi pra que eu pudesse trabalhar e o Cast se dispôs a ficar com os meninos pra que eles não ficassem entediados. Desde que essa ideia deles de sair todo fim de semana começou, já tinha se passado um bom tempo e consequentemente já tinha uns 3 meses que eu e o Castiel já estávamos por aí as escondidas nos pegando. Eu não conseguia julgar exatamente se isso era pouco tempo ou muito, mas de um jeito ou de outro as coisas pareciam ter parado assim, dessa maneira.

Saí da sala de acústica indo pro meu quarto tomar um banho rápido. Entrei no quarto prendendo o cabelo em um coque pra cima e separei uma roupa qualquer confortável que incluía um short e uma camiseta. Entrei no chuveiro sentindo a água quente cair sobre o meu corpo e me relaxando por completo, não sei exatamente por quanto tempo fiquei ali, mas senti que já era hora de sair quando a ponta dos meus dedos já estavam ficando enrugadas. Me enrolei na toalha já seca e troquei de roupa rapidamente. Saí do quarto soltando o cabelo do coque e passando os dedos entre os fios afim de “pentear” já que eu não estava realmente fazendo isso. Ok, isso foi praticamente um dejavu, parei no meio da escada antes de terminar de descer tudo vendo o Castiel no meu sofá novamente assistindo tv.

Ali - Deixa eu adivinhar, você está com a chave de alguém ou então te deram, vão fazer mais alguma peça de teatro? Também tem a opção de você ter arrombado a porta da minha casa. (Eu disse com humor chamando a atenção dele terminando de descer o resto da escada e me jogando no sofá ao lado dele o vendo rir.)

Cast - Ah claro, eu sou um especialista em arrombar portas não sabia? Faço isso com um grampo de cabelo. (Comecei a rir um pouco mais alto com isso.) Ainda estou com a chave da Sophi. (Ele retirou a chave do bolso e balançou me mostrando a jogando em cima da mesinha de centro à sua frente.)

Ali - Ela é tão esquecida que nem se lembrou que tinha deixado com você desde aquela vez, ou ela apenas não disse nada ter perdido. (No entanto eu sabia que ela tinha era esquecido mesmo.)

Cast - Eles ainda estão na escola não estão? (Meu coração deu um pulo com o tom que ele tinha falado e o sorriso malicioso no seu rosto, então eu apenas sorri de volta sem mostrar os dentes e assenti com a cabeça.) Então vem aqui. (Ele disse rapidamente me puxando pela minha cintura com uma das mãos enquanto a outra me puxou pelo pescoço selando os nossos lábios em um beijo rápido.) Eu te vi ontem, mas mesmo assim eu já estava sentindo tanto a sua falta.

Apenas olhei em seus olhos e não consegui responder, eu sentia falta dele e muita, tanta também que eu não poderia aguentar e mesmo não sabendo exatamente o que nós tínhamos agora eu sabia que eu precisava dele. Apenas sorri de lado selando nossos lábios novamente, eu o queria e não queria me importar agora com nada que pudesse invadir os meus pensamentos, não agora.


Notas Finais


Eu tenho quatro coisas para dizer:

1) Geeeeeeeeeeeente, vocês viram que a fic está de capa nova? Eu amei, ficou tão linda *---------*, essa obra de arte maravilhosa foi feita pela ~HoranLady, palmas pra ela que essa maravilhosa merece <3

2) Aaaaaaaaaaaah gravei mais um cover, eu tô que tô kkkkkkk tempo livre aí e a gente aproveita neh, sem contar que o cover é da nova música do Niall, como vcs puderam perceber pelo cap eu simplesmente adorei a música, adorei ao nível de querer lamber a tela do meu pc enquanto passava o clipe kkkkk, mas eu juro que não fiz… Claro que não… De jeito nenhum, pruuuuuuffffff. Enfim… O link do vídeo aqui óh, eu agradeceria imensamente se me ajudassem a divulgar e se inscrevessem também: https://www.youtube.com/watch?v=igQXrMwFwLo - This Town - Niall Horan

3) Essa não é uma coisa muito feliz por que… A fic está acabando =’( Infelizmente sim, ela está acabando, mas eu já tenho outras ideias pra postar novas XD e não vai ser aquela que eu tinha dito que postaria por que a louca aqui já pensou em outra coisa e perdeu o fim da meada com aquela lá kkkkkk e o primeiro dessa prox vai ser postado no mesmo dia que eu postar o último dessa, provavelmente essa aqui vai ter mais uns 2 ou 3 caps mais ou menos, mas tbm não dou certeza pq minha mente funciona de uma maneira que nem eu mesma entendo muita das vezes kkk

4) AAAAAAAAAAAAAAH QUE EP FOI ESSE DE AMOR DOCE? SOCORRO KKKKKKKKKK eu fiz o ep com o Lys e com o Castiel, posso dizer que com o Lys foi triste e fofo ao mesmo tempo e com o Castiel foi... Quente kkkkkk aparentemente com o restante dos paqueras parece que também foi kkkkkkkk

Enfim gente, era isso, beijos pra vcs e até o próximo cap ^^,


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...