História Me ensina a amar - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Jikook, Kookmin, Lemon, Namjin, Romance, Songfic, Sugamin, Traição, Vhope, Vkook, Yoonmin, Yoonseok
Exibições 46
Palavras 3.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Yo!!! Bem, eu queria dizer à vcs que...Estou em SEUL!!!! UHUUULLL!!!!
Fiz intercâmbio aqui, graças ao meu curso!!! Obrigada curso!!!! Agora posso ver onde meus Bias estão!!!
Ata, impossível né. Mas quero esclarecer que, estou trabalhando duro pela fanfic, de vez em quando, não haverá capitulo, mas prometo não parar de postar.
Aqui em Seul, dá para ter várias ideias e inspirações!!!
Obrigada Coreia!!!
Bem, vamos a fanfic.
Boa leitura.

Música de Fundo: BTS - We are Bulletproof pt.2

Capítulo 3 - Big Hit (O teste).


Fanfic / Fanfiction Me ensina a amar - Capítulo 3 - Big Hit (O teste).

POV'S JungKook ON:

 

​Acordei num impulso bem forte, abrindo os olhos com uma certa dificuldade. Tudo estava embaçado, turvo, as paredes pareciam ficar mais próximas, uma bela dor de cabeça se profanava e uma ânsia de vômito enorme - Bela ressaca eu tive, em toda minha vida, eu nunca tive uma destas como estou passando - Quando menos esperei, percebi que estava no meu quarto do Hotel, onde o Bangtan ​e eu, estávamos abrigados.

Levantei da cama tropeçando em seguida, Droga. ​De joelhos engatinhei até a porta que ficava num pequeno corredor do quarto ao lado do closet; Estiquei meu braço até a maçaneta de ouro que estava em minha frente, quando senti o aço gélido em minhas mãos, girei a maçaneta com todas as minhas forças, caindo do outro lado da porta. Pois é, parece que hoje, irei cair até dizer ​chega.​ De repente, ouvi uns passos rápidos, vindo em minha direção, estava mais ocupado tentando levantar do que ouvir alguém ali.

- Meu Deus, JungKook! - Ouvi que era Jin que me chamava, senti suas mãos quentes tocarem minhas costas nuas. - Você está bem? Está todo detonado!

- E-Eu...Bebi muito ontem, não consegui me levantar direito. - Disse tentando me levantar só.

- Eles te deixaram entrar?

- Quem? - Pergunto o olhando.

- Os guardas das boates. - Jin por fim riu nasalmente. Odeio quando o assunto, é sobre minha idade, só porque eu sou o único mais novo naquela merda? Quero que todos vão para o inferno, estão repreendidos em nome de Jesus! Os hyungs agem como se eu fosse o bebê naquela merda. Eles agem como se eu fosse uma criança e isso me incomoda muito

- Porra, Não é porque a testosterona é juvenil, que ela não é forte. Não é porque a fruta é verde, que ela não vai ser madura. - Disse o meu discurso, fazendo o mais velho rir outra vez. - Eu sou famoso, idade para eles não importa.

- Você não tem jeito mesmo. - Disse Jin, pegando em meu braço o envolvendo em volta de seu ombro. - Vamos tomar um café e tomar um remédio para dor de cabeça, porque temos que estar na Big Hit ​às 11:47 AM.

- Irão escolher o último membro da banda, né?

- Sim, por isso, temos que nos apressar. - Finalizou, me ajudando a levantar e descer as escadas, chegando ao "refeitório" do Hotel, onde eles se encontravam todos arrumados, vestidos e comendo.

- Bom dia, pessoas. - Disse bocejando.

- Bom dia, dorminhoco. - Disse Hoseok com a boca cheia de Brownnie. - Nossa, Kook-ah! O que houve contigo meu bebê? - Perguntou se levantando da mesa, vindo até mim colocando as mãos em meu rosto.

- Nada, só bebi muito ontem numa boate qualquer. - Disse tirando suas mãos de meu rosto as acariciando em seguida. Hoseok podia até ser retardado, mas era uma pessoa de bom coração, era como a minha mãe no Bangtan. ​E suas mãos, nem me falem, eram tão macias quanto a pele de um bebê. - Bom, eu só vou pegar uma fruta e já subir para me arrumar.

- Ah não! Não pode comer apenas fruta! Tem que comer um pouco de carboidratos, senão ficará anêmico. - Disse Hoseok indignado, pegando a fruta de minha mão e colocando um pão de Curry' no lugar. - Pelo menos, não irá passar fome meu bebê. - Ele sorri em seguida.

- Será que dá, para parar de me chamar de bebê? - Disse irritado, Hoseok nada fez a não ser mostrar os seus belos dentes brilhantes.

Subi as escadas, indo em direção ao meu quarto. Assim que adentrei, fechei a porta em seguida, observei a minha cama desarrumada e as minhas roupas de ontem espalhadas no chão do quarto. Fui ao encontro das minhas roupas no closet, pegando uma muda de roupa, toalha e caminhando até o banheiro para o inesperado banho.

 

​> Quebra de tempo <

 

​Assim que terminei o banho e de me trocar, saí do banheiro com o cabelo ainda molhado, nem liguei para isso, arrumei minha cama e as roupas de ontem usadas no cesto perto da escrivaninha. Notei que havia uma jaqueta - da pior qualidade possível - no chão do quarto. Tangia na cor azul bebê, com vários pingentes nela e alguns bottons da banda Big Bang, ​odeio esta banda, ainda mais o Taeyang....Que ódio deste cara...Apanhei a jaqueta, analisando-a em seguida, me perguntando Como foi parar ali​. Pude perceber também, que ela possuía uma fragrância diferente de todos os cheiros e perfumes que senti; Era uma mistura de canela, baunilha e rosa branca...Aproximei a jaqueta, perto de minhas narinas e respirei o cheiro, como se fosse cocaína, era viciante, deitei na cama com a jaqueta ainda em minhas mãos, sentindo o cheiro da jaqueta.

Poderia ficar ali, fungando, sentindo o cheiro viciante que vinha da jaqueta, se não fosse por um Hoseok impaciente, arrombando a porta do quarto.

- Jeon JungKook! Você vai ficar aí se drogando? Vamos logo!

- "Se drogando" é a sua mãe! Já estou indo. - Hoseok saiu do quarto bufando. Enquanto eu, dobrava a jaqueta à colocando na minha gaveta de camisas do closet, peguei o celular junto com os fones saindo do quarto em seguida.

Vi todos esperando do lado de fora do Hotel, com a Van do outro lado da rua, pelas caras, coisa boa não era. Levei breves sermões vindos dos Hyung's e partimos para a Big Hit.

 

(º3º)

 

​Assim que chegamos, estávamos no estúdio de gravação, perto dos mixtapes que havia ali, minutos se passaram, o Manager nos explicou o que devia ou não ser feito por nós e nos deixou ali. Ficamos sentados nas cadeiras que também haviam ali, assim que os minutos restantes se passaram, entrou uma pessoa qualquer na sala, entrando no segundo estúdio, onde no caso era para gravar a voz.

- Então, você é Shin Donghyuk, certo? - Perguntou Namjoon segurando uma folha de registros, olhando para o mesmo atrás do vidro.

- Sim, é o prazer estar aqui, e vocês me dando esta grande chance. - Disse sorrindo.

- Só não fique nervoso e nem nada, okay? Tente relaxar e quando quiser você nos dá um sinal. - Finalizou NamJoon. - O que irá cantar para nós, será a ​We are Bulletproof, ​Okay?

- Tudo bem, já nasci preparado não se preocupe.

- Então, quando você quiser. - NamJoon finalizou a conversa, colocando a música no mixtape para rodar.

Não podia dizer nada, esse tal de Shin era talentoso sim, sua voz era a melhor. Poderíamos ganhar milhões de fãs e visualizações com este individuo, mas...Ao mesmo tempo, os Hyung's pareciam não gostar muito, a não ser NamJoon e o TaeHyung que pareciam encantados por aquela voz. Assim que a música havia terminado, ele se despediu saindo da sala.

Conversamos durante minutos e demos os votos suspeitos à ele, e um outro garoto havia entrado, colocando os Headphones ​ficando de frente ao microfone, quando o vi, eu havia me lembrado de que, era aquele que eu vi na boate ontem à noite. Porém, estava diferente de quando o vi pela primeira vez, seu cabelo antes preto, estava castanho...

- E você, deve ser o Park Jimin, não? - Disse NamJoon olhando para ele.

- Sim...B-Bom...É um prazer estar aqui e-e.... - Gaguejou e corou violentamente.

- Calma, não precisa ter vergonha, lembre-se de que pode se divertir com isto tudo, não importa se ganhar o posto ou não. - Disse Hoseok sorrindo, que fez o moreno se acalmar um pouco.

- O-Okay. - Disse dando uns pulos pequenos, se aquecendo. - Estou pronto.

- Quando quiser, Jimin. - A música havia tocado, pela feição do moreno, ele conhecia a música muito bem, começou a cantar algumas partes que, não sabíamos bem como cantar, resumindo, nos surpreendeu de uma forma selvagem e devastadora. Ele poderia ser pequeno, mas era talentoso que só.

Acho que prestei mais atenção aos seus músculos incrivelmente definidos, para um garoto que nem ele, era impressionante ver o tamanho destes músculos que, são até maiores do que Hoseok Hyung.

- E..er...Eu devo esperar lá fora? - Saí de meu transe, nem havia percebido que a musica havia acabado, NamJoon havia concordado com a cabeça e ele deixou o estúdio.

Ficamos uma hora debatendo quem iria ter o posto de ultimo membro, uns dizem o Shin, outros Jimin. Quando finalmente estavam empatados, faltara eu a decidir o ultimo voto, eu tive medo no inicio, não sabia se era o Shin ou Jimin que teria de escolher..

- Eu escolho o Park. - Decidi sem ao menos pensar.

- Sério mesmo? O Jimin? - Disse Suga fazendo uma cara não muito boa.

- Sério mesmo, algum problema? - Enfrentei não abaixando minha cabeça.

- Sim, ele é meu ex! - Suga finalizou sentando na cadeira outra vez bufando. Não pode ser, Yoongi namorou há mais de dois anos com uma menina, mas, parando para pensar, ele nunca nos apresentou à ela ou algo do tipo...Será que ele tivera mesmo, um caso com o Park? Que confuso...

- Okay vamos lá e os avisá-los. - Disse TaeHyung pegando um panfleto na mão, saindo da sala, eu apenas fiquei ali para amarrar o cadarço que estava desamarrado desde a hora que sai do Hotel. Assim que sai da sala, os dois concorrentes estavam tensos. TaeHyung entrega o panfleto do garoto escolhido pra NamJoon que, por fim, disse:

- Obrigado pela colaboração e presença, mas como são as regras, um de vocês ocupara o posto...Lembrando que, se não for escolhido, há também um posto de dançarino na nossa banda, porém, não aparecerá entre os shows ou nossos MV'S. - Os garotos pegaram um na mão do outro apertando-as, realmente estavam tensos. - E o novo membro do Bangtan ​escolhido...Vai para Park Jimin.

Pude ver a alegria nos olhos de Park, que abraçara Donghyuk em seguida. Ele se levantou vindo pegar o panfleto, onde deveria assinar ele mesmo, já que era maior de idade, o moreno castanho deu as costas ao estúdio se despedindo. Assim que terminara de preencher o panfleto, estava oficialmente parte do Bangtan.

​- Bom, já que é nosso novo membro, deixe-nos apresentar...Ou você já sabe nossos nomes? - Disse NamJoon.

- Eu nunca ouvi falar de vocês, mas aposto que seus nomes são belos. - Disse o moreno sorrindo. - Exceto ele...Min.
​          Nesta hora, Park aponta para o Hyung ao meu lado, fazendo uma cara nada agradável, os olhos dele e os do Hyung criavam faíscas imagináveis, aquela sala parecia um campo de combate MMA.

- Okay... - NamJoon se interferiu entre os dois, fazendo Park o olhar. - Bem, primeiramente, eu sou Kim NamJoon, mas pode me chamar de ​Rap Monster , ​se quiser. - Jimin deu uma pequena risada. - Este é Kim SeokJin. - NamJoon apontou para o moreno ao seu lado.

- Mas pode me chamar de Jin. ​- Disse apertando a mão do Park, que correspondera na hora. - ​Muito prazer.

- O prazer é todo meu.

- Este...Bom, você o conhece, né? - NamJoon aponta para Yoongi Hyung.

- Sim. - Disse Park seco.

- Não adianta fazer esta cara, quem devia estar assim, sou eu! - Yoongi Hyung termina colocando os fones de ouvido se sentando em alguma cdeira por perto, acho que não queria ouvir o seu ex...

- Pode-me chamar de Suga ​se preferir. - Disse sério e egoísta. - Mas de doce, eu tenho nada. Muito menos com você. - Park franze o cenho o encarando.

- Aquele é o Jung Hoseok. - O Hyung apontou para o Hoseok, que estava vindo com uma bandeja cheia de Brownnies.

​- Olá! Jimin! - Disse estendendo a bandeja. - Quer um?

- Oi Hoseok!! - Jimin desviou da bandeja o dando um abraço apertado. - Ah não, Obrigado. Estou de dieta. - Disse fazendo sinais de negação com as mãos.

- Dieta? Onde? Você parece bem magrinho para mim, e falando em magrinho. - Nesta hora, Hoseok levantou a regata que Park usava, revelando o belo ABS ​que o mesmo havia. - Você já é bem musculoso para o meu gosto.

- Eu malho de vez em quando. - Disse com vergonha.

- Quantos anos você tem? - Perguntou.

- Tenho 18, irei fazer 19 ano que vem. - O Bangtan, ​exceto Yoongi e Hoseok, ficaram de boca aberta ao ouvirem a idade do menor. - O que houve?

- Nada, é só que, você parecia ser bem novinho para nós. - Disse TaeHyung.

- Bem, pode me chamar também de J-Hope​. Porque, quando todos estão na vibe depressiva, eu sou a única ​esperança ​deles.

- Belo Stage Name. - ​Park fez um sorriso bonito assim que disse.

- Esse aqui é o nosso "Alien Estranho" Kim TaeHyung. - O Hyung aponta para o moreno de mechas loiras ao lado do Jin Hyung, que estava sonolento.

- Prazer, TaeHyung. - Tae pega na mão de Park e a beija na hora, fazendo o moreno ficar vermelho. - Você é bem bonito, sabia?

- O-Obrigado...Eu acho...

- Nem liga Park, o TaeHyung tem esse costume estranho de beijar mãos de todos.

- "Estranho" é sua mãe! Eu faço isso desde os meus 5 anos. - Tae começara a bardaria, mas foi interrompido pelo Hyung que o mandara terminar a frase. - Bem, pode-me chamar de ​V​, se quiser.

- Acho Tae Tae mais bonitinho. - Disse Park colocando seus dedos em seus lábios, fazendo movimentos de linha circular entre eles. - Oh, desculpe, é costume. Eu faço isso para saber se meus lábios estão secos.

- E, este aqui... - Sinto NamJoon apontar para mim. - É o Jeon JungKook. - Fico pasmo, nem sei o que falar, e se eu gaguejar? Não quero que minha reputação seja de água a baixo.

- Oi. - Disse ríspido.

- Olá! Hey...Você é aquele cara lá da boate! - Jimin disse a frase que, juro por tudo que é mais sagrado, queria que ele estivesse morto agora. - Lembra de mim?

- Aa...Eu...

- Então, vocês se conheciam? - Disse NamJoon encostando em nós dois.

- Não bem assim, só nos vimos lá. - Disse tirando o braço do maior de cima de mim. - Bem, pode-me chamar de só JungKook, ​Prazer. - Disse apertando sua mão.

- O prazer é todo meu, JungKook. - ​Jimin deu um sorriso belo para mim, juro por Deus, se ele der mais uma vez, este belo sorriso, eu o pego e o guardo num potinho para nunca mais sair de lá.

- Bem, já que nos apresentamos...Que tal, a gente escolher um Stage Name ​para você? - Concluiu TaeHyung.

- Bom...P-Pode ser... - Disse sorrindo fraco olhando para o chão com vergonha.

- Que ótimo! Bom, pela sua aparência e seu jeito de cantar...Você poderia ser Baby J.

- Baby J.? ​- Disse Jimin confuso.

- Sim, pois você tem uma carinha de bebê. - Disse TaeHyung pegando nas bochechas do Park as apertando em seguida.

- Mas...Acho que é muito...Criança... - Disse o olhando corado.

- Ah...Então....Yoongi! Escolhe um. - Perguntou para o Min que estava ocupado digitando algo no seu celular. - Yoongi? Yoongi! YOONGI!

- Que foi, Caralho?!

- Escolhe um Stage Name ​para o Park. - Disse tirando os fones de ouvidos das orelhas do Hyung.

- Hm...​Dooly? ​- Jimin negou com a cabeça. - Chim Chim? ​Ah, já sei! Cry Baby​, porque ele chora por tudo mesmo. - Hyung dá uma risada sarcástica, que faz o Park ficar vermelho de raiva.

- Onde raios, isso é Stage Name?​ - Disse Jin.

- Ah sei lá, eu tô vendo alguns personagens de alguns filmes no celular, e apareceu estes que achei com a cara do Park.

- Aff...Por enquanto vamos o chamar por Jimin ​mesmo. Porque, até resolvermos este assunto, vamos ficar anos aqui decidindo. - Disse irritado, e todos concordaram.

- Adorei, gosto do meu nome. - disse sorridente.

- Bom, então...Vamos tomar um sorvete? - Disse Hoseok e todos concordamos. - A conta é a do NamJoon!

- O caramba! Você que vai pagar! - NamJoon se revoltou.

- Você é o líder, se esqueceu?

- Não esqueci, só não acho justo!

- Aff NamJoon, vê se cresce!

- Você que está precisando! Imbecil. - E, no fim, começou uma bardaria daquelas, vi que Jimin se aproximava de mim, ficando ao meu lado.

- Eles sempre fazem isso? - Perguntou se inclinando ao meu lado, enquanto andávamos.

- Não, não é frequente e tals.

- Ah, Okay! - Disse voltando ao seu passo normal.

 

POV'S Hoseok ON:

 

​Depois de discutir com o Nam Hyung, começamos a andar sobre as ruas de Seul. Admitia que era lindo, principalmente em ​Insadong, onde é bom comprar as coisas que precisamos nos dias a dias. Fazia tanto tempo que, não vinha aqui, depois de anos, afortunado na Big Hit...

Avistamos a tal sorveteria, olhei para trás e vi que, Jimin estava se afastando de nós aos poucos. Realmente me preocupei, não o fato de estar andando com pessoas estranhas que acabara de conhecer há poucos minutos atrás, mas pelo fato de ser meu amigo de infância, eu já o conhecia muito bem.

- Hey, tudo bem? - Perguntei colocando minha mão em seu ombro.

- Ah, tudo...Só...Gostaria de esperar do lado de fora. - Disse apertando seu braço.

- Okay, então eu só vou pegar os sorvetes e a gente come aqui do lado de fora, pode ser? - Perguntei e Jimin concordou com a cabeça. - Que sabor vai querer? Não, espera! Morango com calda de maracujá, né?

- Isso mesmo.

- Muito bem, já volto.

- Espera! - Parei para olhar para trás, vi que Jimin tirava uma carteira de seu bolso, tirando uma nota de 5.000 Wons. - Toma, para pagar de todos, inclusive a do Min.

- Não! Não há necessidade disto. - Recusei, o que fez Jimin insistir mais.

- Eu insisto, vá lá pagar! - Disse entregando na minha mão.

- Sabia que você é meigo demais? Tão meigo, que chega a ser fofo? - Disse pegando a nota, fazendo Jimin rir.

- Disso eu já sabia. - Finalizou.

Segui para dentro da loja, indo até o freezer, ​onde era self-servisse. ​Pegando os sabores que Jimin escolheu e os meus, o resto da turma estava ao meu lado escolhendo os sabores. Fomos medir o peso do sorvete e, por fim, pagamos o preço. Saí de lá, avisando que estaria lá fora comendo com o Jimin.

- Pronto! - Exclamei entregando uma tigela à ele.

- Hum!!! Está bom! - Disse Jimin saboreando o sorvete. - Eu me lembro daqui...A primeira vez que vim para Seul...

- ​Nostálgico, né?

- Sim, muito. - Sorriu para mim, voltando para o sorvete. Eu não sabia o porque o Jimin estaria comendo do lado de fora, não estava calor, nem nada, mas era estranho...Aff, deve ser só a minha cabeça achando isto, ignore meus pensamentos, por favor! - Hey, olha isso aqui! - Jimin me mostra uma noticia da Big Hit ​no celular, onde estava o mesmo nos jornais.

- Agora está famoso, hein? - Demos risadas e Jimin guarda seu celular no bolso e voltamos a comer o nosso sorvete.

 

​Continua...

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Olá!! Editei o capitulo, para não ficar confuso...
Eu não sei se perceberam que, coloquei algumas referências de Seul, então deixarei aqui um glossário para vocês!!

O hotel onde estão "morando" temporariamente: "Lotte Hotel World" - Eu não sei, ms achei bem bonito, é aonde estou "temporariamente" também.

Sorveteria/ Restaurante/ Lanchonete: Myeongdong Kyoja Main Restaurant. - É um dos melhores, quando vocês vierem um dia para Seul, vão para este restaurante!! É bom demais!!

₩ 5000 (5.000 Wons) - Seriam praticamente R$ 14,11 no Brasil.

Até a próxima!!
Não se esqueçam de comentar!!!

Luffy e Trafalgar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...