História Me joga na parede - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~krisweetie

Visualizações 152
Palavras 2.155
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fluffy, Shonen-Ai, Shounen, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BROTHER EU NAO SEI OQ EU TO FAZENDO DA MINHA VIDA
isso ta uma merda socorro
eu nao sei fazer comédia MAS SE VCS GOSTAREM EU FAÇO EXTRA COM LEMON
aproveitando q eu sou JongTae shipper pra caralho e adoro os gifs do Internet War (risos), fiz esse KrisHo baseado numa piada bem merda que eu tenho com a Ma-chan, minha esposa:
"Me taca na parede e me chama de Taemin"
focorroKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Dedicado pra @vvoadora, fanfic esta que faz parte de um projeto meu, dela e da @S-Antares chamado "piadas bo(st)as project". Não sei se vocês de fora podem participar, qualquer coisa contatem-na HUFGIUGHDUDGFHDGF

BORA PRO KRISHO
ps: é bottom!kris dnovo AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAalguemmesalva

Capítulo 1 - Único - JongTae sem ser do SHINee


Fanfic / Fanfiction Me joga na parede - Capítulo 1 - Único - JongTae sem ser do SHINee

Yifan se enfiou embaixo dos lençóis, em circunstância do frio que pairava sobre o quarto por causa do ar-condicionado ligado numa temperatura muitíssimo agradável de dezoito graus. O chinês, particularmente, não gostava de um clima gélido como aquele; no entanto, como estava na casa de Junmyeon, seu melhor amigo, não tinha muita moral pra controlar a temperatura do aparelho — e tomaria um tapa muito bem dado no braço caso pensasse em encostar no controle do ar-condicionado.

O mais velho acomodou-se da maneira que julgava ser melhor para o seu grande corpo de quase dois metros de altura, aguardando o Kim retornar do banheiro para assim poderem assistir à uma live do grupo favorito de ambos, SHINee. Ambos gostavam muito do grupo sul-coreano, e o mais baixo sabia a coreografia de Everybody decorada de cabo a rabo, a qual era extremamente difícil e complexa, enquanto Yifan se contentava em apenas assistir o outro dançar as partes do Taemin — o bias do próprio moreno —, pois parecia um boneco de posto quando tentava dançar.

Ele não sabia dançar nem TT, quem dirá uma coreografia difícil como a de Everybody.

Digamos que o Wu tinha uma certa crush no Jonghyun, e Junmyeon sabia disso; portanto, quando escolheu a live que iriam assistir, não escolheu qualquer uma. O coreano escolheu uma live do SHINee World II, um tour do grupo em questão, onde Jonghyun e Taemin performaram uma música do Seo-Taiji, chamada de Internet War. O show em si era cheia de fanservice por parte de ambos, e bem, Myeon sabia muito bem disso. Já Yifan, não tinha a mínima ideia do que estava por vir, e só aguardava a bomba cair sobre si.

E essa era a parte mais legal.

— Cheguei — o mais baixo anunciou enquanto adentrava o cômodo gélido, sendo observado por Yifan em cada um de seus passos até a cama. — Tá preparado pra ver a melhor live da sua vida, Wu Yifan? — riu, pondo-se a sentar ao lado do casulo de lençóis no qual o loiro estava enroscado. — Se eu fosse você, já deixava o remédio de coração do lado, porque Jesus — ele soara dramático, pondo a mão sobre o peito e soprando as palavras, para dar extrema ênfase nos sentimentos que desejava transparecer —, que show de masculinidade foi esse, Lee Taemin?

O Wu rolou os olhos, ao mesmo tempo em que ria da atitude exagerada do amigo.

— Eu ‘tô sentindo certa ironia nessa masculinidade aí — proferiu o chinês de maneira retórica, e Junmyeon só respondeu com uma risada nasal.

O mais jovem ajustara o Chrome Cast na televisão conectada à tela do celular, e pôs o vídeo no Youtube com o título: “SHINee Taemin & Jonghyun - Internet War @ SHINee World II in Taipei”. Aquilo não cheirava bem para Yifan, ele sentia que provavelmente ia esconder o rosto entre as mãos e murmurar todo tímido um “ai meu Deus, Kim Jonghyun”, como sempre acabava fazendo quando via seu bias barra ultimate fazendo o famigerado fanservice. Seus olhos denunciavam todo o seu nervosismo, e o mais jovem percebera aquilo. A primeira reação alheia foi rir do desespero alheio — insira aqui um Wu Yifan revirando os olhos enquanto resmunga “ai que novidade” —, e após isto, deu um tapinha na testa do maior e disse, ladino:

— Só assiste, Fan. — Junmyeon passou os dedos pela franja bagunçada que recaía sobre a testa do chinês evocado até então. Este, em consequência, pôs um biquinho singelo nos lábios e retrucou, temeroso:

— Chamou de “Fan”, então já sei que não é boa coisa — disse o loiro enquanto encolhia um pouco mais as pernas um busca de calor, pois o frio tava de ferrar dentro daquele cubículo que seu amigo chamava de quarto.

Antes mesmo que o Kim pudesse responder qualquer coisa referente ao temor do outro, o vídeo havia dado seu início. A imagem do integrante do grupo, Jonghyun, apareceu sobre a tela num feixe repentino; o ídolo em questão estava suado, sem camisa, esbanjando todo o seu ABS como quem não queria nada – ou não. Ele fazia movimentos semelhantes à uma dança rítmica e rápida, com o semblante sério e completamente centrado na batida violenta que ecoava.

Jonghyun então começou a cantar, com uma pequena ajuda do playback, algo que não ofuscou sua potência vocal, no entanto; Yifan e Junmyeon prestavam muita atenção no vídeo, principalmente o primeiramente citado — era seu bias, afinal. Ele mantinha seus olhos fixos na imagem de Kim Jonghyun cantando os trechos da música Internet War, até que a voz do coreano ao seu lado soou repentinamente, declarando:

— Agora que o Taemin aparece, se liga.

O loiro franziu o cenho.

— Você já tinha visto essa live, Myeon? — ele indagou quase indignado, sendo encarado inocentemente pelo moreno quando dissera suas palavras. O outro, em resposta, deu de ombros.

— Pensei que você tinha se tocado de que eu já sabia o que acontecia no vídeo. Eu não disse que era um show de “masculinidade”? — Junmyeon soou óbvio, fazendo aspas com as mãos numa palavra em específico a fim de melhorar a memória do amigo; ao mesmo tempo em que este se sentia um completo estúpido por não ter se ligado antes.

Sem dar tempo para que o maior pudesse resmungar quaisquer palavrões ou xingamentos – algo que era bastante recorrente quando o mesmo percebia que estava enganado –, a imagem de Lee Taemin surgiu no palco através de uma plataforma que irrompia do chão liso e escurecido do palco, e isso calou-o completamente.

A câmera havia cortado para o dançarino, que no momento, estava com um microfone em mãos – este conectado numa base longínqua, já muito comum em performances onde apenas o vocal é necessário – e mandando ver em cada palavra cantada que saía de sua boca.

Enquanto Taemin cantava, Jonghyun aparecia atrás de si, desta vez trajando sobre o peitoral lavado de suor uma regata mal colocada e escurecida, a qual deixava parte do busto alheio à mostra. Quando a cena agora descrita surgiu sobre a tela, Junmyeon soltou uma risadinha nasal.

— Acho que daqui a pouco teremos uma morte de um certo chinês... — o mais baixo provocou num cantarolar nitidamente retórico, permitindo-se rir um pouco mais alto quando percebera Yifan revirando os olhos e encolhendo-se um pouco mais sob as cobertas. — Imagina? Chinês é encontrado morto, causa da morte: Kim Jonghyun sensualizando. — Kim forçou uma voz grossa, imitando a de um locutor.

Isso foi o suficiente para que o chinês desferisse um tapa no ombro do outro, que resmungou de dor, mas riu ao mesmo tempo.

— Vai tomar no seu-

Shh! — repreendeu Myeon, ainda sorrindo — Presta atenção no vídeo.

O mais velho resmungou, dando-se por vencido. Voltou sua atenção ao vídeo mais uma vez, o qual demonstrava Taemin deslocando-se a um canto do palco para o outro, enquanto as luzes ficavam vermelhas e uma fumaça subia-lhe pelo corpo e lhe cobria por inteiro, dando um agrado estético muito grande aos olhos daqueles que assistiam — Junmyeon e Yifan, no caso. Ele estava aparentemente concentrado na música, enquanto Jonghyun estava provavelmente no outro canto apenas no aguarde, afinal, quem cantava ainda era Taemin; e os dois adolescentes não tinham certeza das atitudes do outro integrante, pois a câmera mostrava apenas o Lee.

Depois de certo tempo decorrido no vídeo, uma coisa meio estranha surgiu na tela. Taemin já estava no lugar de onde havia surgido no palco, e Jonghyun estava sem camisa mais uma vez; antes que Yifan pudesse ter qualquer reação quanto aquilo, os dois integrantes do grupo ficaram frente a frente, com o Jonghyun encarando o outro com um semblante no mínimo provocativo, puxando os cabelos alheios para trás, mantendo-se perigosamente próximo do mesmo — o loiro poderia jurar que em instantes eles estariam numa pegação muito louca, mas né, a Coréia ia barrar, então ele logo descartou a possibilidade.

Taemin, por sua vez, aproximava cada vez mais ambos os rostos, mantendo uma expressão semelhante à uma de pura submissão às atitudes do membro mais velho. O Wu corou ao reparar naquilo, e sussurrou:

— Ai meu Deus, Kim Jonghyun.

O menor riu com aquilo.

— Quando você falou “Kim”, pensei que ia me chamar. — o mais novo declarou rente a uma risada boba, recebendo um tapinha leve no antebraço como resposta imediata.

— Ah tá, Junmyeon — Yifan replicou irônico —, até parece que eu ia chamar por você em um momento assim. Eu ‘tô sofrendo interna e externamente por causa da sensualidade do Jonghyun, não chamando por você como se quisesse te dar.

— Ah tá, Yifan. Vou fingir que você não quer dar pra mim, vou continuar assistindo a live; aproveita e vê se cala a boca e assiste também. — Junmyeon devolveu de maneira semelhante, impedindo assim que o mais velho respondesse qualquer outra coisa. Afinal, a imagem de Jonghyun virando de costas pra câmera e Taemin descendo do peitoral ao cós da calça alheia com o rosto quase colado sobre a pele do outro era uma cena um tanto quanto chocante para o adolescente desavisado, algo que também contribuiu para o silêncio por parte do chinês. A cena não foi mostrada explicitamente, pois, como já fora dito, Jonghyun estava de costas para a câmera; mas tudo foi capaz de ser entendido pelos olhos e mente de Wu Yifan, que corou completamente em consequência.

O vídeo seguiu com os dois continuando a cantar a música, mas não por muito tempo, já que a duração do mesmo não passava muito dos quatro minutos. Em um piscar de olhos, o Youtube deu o vídeo como encerrado, e mais alguns vídeos semelhantes àquele surgiram como sugestões, um com uma thumb mais sugestiva que a outra. O chinês olhou ‘praquilo e se perguntou: cara, isso foi um Boner Test¹? O Junmyeon só pode ter bebido pra ter me mostrado um negócio desse.

Ainda meio atordoado pelos sentimentos que vieram à tona depois daquela live que mais parecia um show de gogoboys, o garoto de cabelos alourados olhou para o amigo, o qual aparentou ter percebido o olhar do mais velho cair sobre si, e portanto, o olhou de volta. Yifan estava com um semblante estupidamente corado e fofamente surpreso, na singela opinião do coreano. O Wu poderia ter todo o tamanho do mundo, independentemente, mas uma coisa era certa: o um metro e noventa centímetros dele não abafavam toda a timidez e certa fofura que o mesmo esbanjava, e momentos como esse provavam que sua opinião estava mais do que verídica.

— Myeon, eu... — o mais alto murmurou, permanecendo com o seu olhar fixo nas orbes escurecidas do amigo — eu tô sem palavras quanto a esse vídeo, eu... Argh! — soltou um rosnar, e ainda tomado pela vergonha, esta já completamente explícita por conta da voz falha e das bochechas coradas, Yifan se pôs a enfiar o rosto contra o colchão e resmungar todo desesperado: — O que foi isso, Jesus?!

O Kim riu da reação do outro quanto ao show que assistiram pelo Youtube, e como forma de expressar aquele seu sentimento de encanto quanto àquilo, disse numa risada:

— Ah, Wu Yifan, eu escolhi esse vídeo justamente porque eram os nossos bias. Sei que a gente não é muito parceiro no quesito dança, e que você parece mais um canudo dançando, mas... — ele enroscou os dedos entre os fios dourados do chinês, que não respondera à fala do moreno até então — que tal a gente brincar de JongTae²? São nossos bias, final de contas.

Junmyeon falou aquilo na brincadeira, Yifan julgara afinal. E como ele queria ocultar sua inibição — mesmo que não adiantasse de quase nada —, ele entraria naquele joguinho também.

Lentamente, o maior se desfez do casulo de edredons que o cobria até então; fazia pouco caso do frio, arriscava até a dizer que aquele vídeo despertou certo calor sob seu corpo. Retirou todos os lençóis que o envolvia, e consequentemente, o outro parou os carinhos que fazia nos cabelos alheios e começou a prestar atenção nos movimentos que estavam por vir por parte do melhor amigo. Quando terminou de fazê-lo, não tardou nas ações seguintes: deitou o Kim sobre a cama numa questão de milésimos, fazendo com que este ficasse com as costas acomodadas sobre o colchão de forros amarrotados; consecutivamente, ficou por cima do moreno, aproximando ambos os rostos numa distância singela de no máximo meio palmo. Encarou-o no fundo dos olhos escurecidos, e por fim, falou num tom que beirava o cômico, que no entanto, soava provocativo:

— Junmyeon, me joga na parede, e me chama de Taemin.

O mais novo, que antes tinha os olhos levemente arregalados devido às atitudes repentinas do chinês, logo transmutou seu semblante a um sorridente, que transparecia certa malícia. Em resposta, passou uma das mãos pelos cabelos loiros de Yifan, e o puxou pra bem mais perto, com pouquíssimos centímetros impedido os lábios de ambos de se encontrarem. Por fim, sussurrou com a voz carregada de malícia e certo divertimento:

 

— Eu vou ser o Jonghyun perfeito pra você hoje à noite, Fan.

 

 

 

Fim?


Notas Finais


¹ - Boner Test é um teste que dois homens fazem, tipo, mostram coisas eróticas um pro outro, e quem se excitar primeiro perde /acho que é assim, mas é algo nesse estilo
² - Shipp do Jonghyun x Taemin, pros desinformados HSIUHFGIDUHGDF

eu nao revisei desculpem-me os erros e eSPERO Q NAO TENHA FICADO UMA MERDA <3 COMENTEM SE VCS QUISEREM E VALEU PRA QUEM LEU ATE AQUI
FALOU <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...