História Me tortura daddy!!! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jin, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Yugyeom
Tags Babyboy, Daddy, Jackbam, Markjin, Markson, Markyeom, Namjin, Submisso, Yugbam
Visualizações 213
Palavras 1.192
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shounen, Slash, Suspense, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteiii com novo cap e espero que se divirtam lendo como me diverti escrevendo😂😊

Capítulo 3 - QUE PORRA É ESSA JACKSON!!!


Fanfic / Fanfiction Me tortura daddy!!! - Capítulo 3 - QUE PORRA É ESSA JACKSON!!!

Pov.: Jackson

Meu lábio sela ao de BamBam quando a porta se abre.

"QUE PORRA É ESSA JACKSON" Mark diz e se aproxima um pouco da gente, afasto meus lábios do de BamBam.

"Eu posso explicar" digo e BamBam me olha com cara de reprovação.

"Então explique, POR QUE VOCÊ ESTAVA BEIJANDO ESSA GALINHA DE MACUMBA??" Mark diz e BamBam se aproxima dele.

"GALINHA DE MACUMBA É SUA MÃE TA SUA VADIA, GAZELA DESMAMADA" BamBam diz apontando para Mark.

"ATA VADIA EU? SE LIGA CRIATURA DESPREZÍVEL, É VOCÊ QUE ESTA QUERENDO ROUBAR O MEU NAMORADO E EU SOU A VADIA?" Mark diz rindo com raiva.

"AH VAI SE FODER MARK"

"EU VOU MESMO TODOS OS DIAS COM O JACKSON" BamBam parte para cima de Mark num movimente rápido que nem eu vi direito, ele fica em cima do Mark dando socos e tapas nele, Mark apesar de estar embaixo também ta batendo no BamBam que começa a puxar Mark pelos cabelos, fico de queixo caido com aquilo acontecendo na minha frente, decido separar os dois mas ainda estou chocado e não tenho muita força.

"PARA VOCÊS DOIS, ISSO AQUI É UMA EMPRESA NÃO UM RINGUE DE LUTAS DA PARA SEREM PROFISSIONAIS E DEIXAREM PARA DISCUTIR OU SE MATAR FORA DA MINHA SALA" digo e ambos param.

"Mas essa sala também é minha"

"sim mas você me devia um pouco de respeito porque além de seu parceiro de trabalho sou seu amigo" BamBam me olha uma vez e outra e sai da sala batendo os pés.

"Agora eu estou feliz você pos ele no lugar dele" Mark diz e me olha convencido.

"Para Mark, ele é meu melhor amigo"

"Uau nossa que amizade não?! que tipo de amizade é essa com beijo Jackson?" ele cruza os braços e começa a bater um pé esperando minha resposta.

"Aconteceu, não foi culpa dele e nem minha, eu e ele somos amigos a muito tempo e talvez naquele momento estivéssemos confundindo as coisas" digo mesmo que no fundo eu saiba que estou mentindo para ele e para mim.

"Você até podia estar confundindo mas ele sabia o que estava fazendo"

"Não ele não sabia, é coisa da sua cabeça, só por favor me perdoa eu não quero terminar com você.

"Eu jamais terminaria com você, eu te amo e mesmo que você realmente tivesse sentido algo pelo seu amigo eu lutaria para você voltar a me amar" ouço o que Mark disse em câmera lenta.

"Você realmente o ama?" lembro do que BamBam disse. Eu realmente amo o Mark? Eu estou tão confuso parece que vou explodir a qualquer momento, eu comecei a sentir um sentimento diferente por BamBam mas não quero perder a amizade dele, ai meu deus o que eu faço.

"Ei você está no mundo da lua?" Mark bate palmar perto do meu rosto para eu sair de meus pensamentos.

"Não eu só estava pensando no...no trabalho er...Trabalho vai ser dobrado" digo coçando a nuca.

"Ata, bom eu vou ir trabalhar para não te atrapalhar" ele diz e me sela. "Até mais tarde" ele diz e sai da sala, começo a ficar preocupado com BamBam que ainda não voltou para a sala.

Pov.:BamBam

Sai da sala porque eu sabia que ia sobrar naquela discussão, Jackson nunca iria ficar do meu lado porque eu comecei a briga, mas palavras daquela pomba gira ainda ecoam na minha cabeça.

"EU VOU MESMO TODOS OS DIAS COM O JACKSON" ai o pior de tudo é saber que é verdade ele que tem o Jackson na cama todos os dias. Começo a chorar andando pelos corredores sem ligar para as pessoas a minha volta, até porque apesar da empresa estar cheia de gente pareço estar sozinho.

"Sen...BamBam espera" ouço uma vós atrás de mim e me viro para ver quem é, fico calado olhando para o menino a minha frente, Yugyeom o nome dele né. "Você está bem?" reviro meus olhos.

"É obvio que não" digo com as lagrimas escorrendo pelo meu rosto.

"Desculpa eu só estou preocupado" ele diz e abaixa a cabeça.

"Desculpa o problema não é você ta, é aquela múmia ali" aponto para o Mark.

"O que tem o senhor Mark?" ele diz e me olha confuso.

"Ele roubou o Jackson de mim a 2 anos, por que o Jackson quis ele? eu estive aqui a 4 anos, 4 anos de amizade, só que eu não queria amizade dele, eu queria que ele me notasse entende? Mas ele notou essa gazela e parece que estou jogando anos da minha vida no lixo" o Yugyeom me olha e me abraça.

"O problema não é em você, é nele que e cego demais e não viu o homem maravilhoso e lindo que você é" e diz e retribuo seu abraço chorando em seu ombro.

"Por que ele notou aquela coisa?" digo e ele acaricia minhas costas ainda me abraçando.

"Eu não vou mentir, o Mark também é bonito, ele tem lá os defeitos dele mas ele é o modelo mas desejado, porém nada comparado a sua destreza, inteligencia e beleza, você é meigo e muito legal, você fez eu não te chamar de senhor e olha que você é o dono da empresa, a maioria dos empresários gostam de ser tratados com formalidade..." interrompo ele.

"Eu não sou um deles" digo ele para o abraço me olha e sorri.

"Exatamente, você é mais legal, vamos lá fora você precisa respirar um pouco de ar puro e parar de ver papel" abro um sorriso minimalista.

"Parece que você lê minha mente" digo e ele sorri, ele engancha meu baço e me leva ate a saída, ele me leva até um parque que tinha a umas ruas da empresa, era um parque bonito com arvores, gramas e trilha de tijolos amarelos.

Sentamos em um banco e ele pega um lenço de seu bolso e enxuga minhas lagrimas, ficamos olhando para os ciclistas andando na trilha, sinto o vento gostoso da tarde bater em meu rosto, é uma sensação que eu tinha esquecido como era mas é muito boa.

"Obrigado por me trazer aqui, se eu ficasse mais tempo lá era capas de eu surta" digo e ele sorri.

"Não foi nada, você quer me contar como a historia de você e o Jackson aconteceu?" ele diz e na realidade eu realmente preciso botar para fora e ele parece confiável.

"Bom...tudo começou na faculdade, eu e ele eramos da mesma sala, da primeira vez que o vi foi no corredor, tinham derrubado suco nele e ele foi trocar a blusa, ele tirou a blusa no corredor e eu já pirei no corpo dele parece ter sido esculpido por deuses gregos, até aí eu ainda não era apaixonado por ele, mas quando ele e eu começamos a andar juntos ele a cada dia me impressionava e eu foi me apaixonando aos poucos, um ano depois tivemos a ideia de construir uma empresa de cosméticos e o resto você já sabe" digo e ele olha para ele.

"Você gosta dele tanto assim?" ele me olha profundamente nos olhos.

"Sim, mas ele nunca gostou de mim, para falar a verdade, nem um homem gostou de mim na vida, já desejaram me pegar e tals mas nada sério, eu sou tão ruim assim?"

"Não, e sobre nem um homem ter gostado de você não pode ser verdade, talvez você não tenha reparado, exemplo eu..."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...