História Mean Girls - The war begins - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Kentinetes, Lysandretes, Nathanietes, Para Castietes
Exibições 19
Palavras 1.591
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Para os próximos episódios eu pensei em colocar alguns momentos da história, principalmente do começo.

Espero que gostem. Boa leitura. Bjs da Tiela💋

Capítulo 28 - Trégua


Fanfic / Fanfiction Mean Girls - The war begins - Capítulo 28 - Trégua

"Senti, alguém esbarrar em mim e eu cai de bunda no chão. Uma coisa triste.

-Você não olha por onde anda garota?- Perguntou um ruivo de olhos cinzas pegando o meu livro- E ainda por cima dark

-Argh- Levantei e peguei o meu livro de volta- Você não tem imaginação

-Mas só quem lê, livro deste porte e não fica toda trêmula é uma dark- Disse o ruivo- No caso foi um elogio

-Um elogio?- perguntei

-É raro eu elogia alguém dark- Disse o ruivo

-Meu nome não é dark é Mariah- Disse

-Tudo bem tábua- Disse o ruivo

-Eu não sou tábua- Disse

-Então prove o contrário- Disse o ruivo com um sorriso de lado

-Cala boca cabelo de menstruação- Disse vermelha

-Meu nome não é cabelo de menstruação, é Castiel- Disse o garoto ainda com o sorriso presunçoso"

As provas finalmente terminaram e logo o ano acaba, estamos perto de dezembro e dizem que é nesse mês que começa o inverno em Paris. Eu terei mais tempo para me dedicar a voltar a andar e também terei tempo de esquecer o que aconteceu e começar algo novo com o Diego, talvez de certo.

Talvez eu tire essa idéia maluca da cabeça, de estar apaixonada pelo Castiel e deixar ele e a Anytta serem felizes juntos. O pior de toda essa confusão foi ter que falar com ele de novo quando ele ia me visitar ou visitar a Anytta, eu não sei de onde eu tirei coragem para ver ele de novo depois de eu ter dito que eu não o amava.

Tanto faz, eu vou tentar ser feliz.

Em falar em felicidade, Tayna e Lysandre agora estão mais próximos e isso me deixa alegre é sempre bom ver a felicidade dos nossos amigos, mesmo se eles sofreram para conquistá-la. Anytta e eu não nos falamos muito e acho que ainda há ressentimentos, principalmente pelo que aconteceu dias atrás naquela "festa do pijama" totalmente improvisada e de última hora.

Meu celular tocou, era a minha mãe, depois do acontecimentos passados a minha mãe andou me ligando com frequência e eu não a culpo. Ela me mandou aqui para estudar e não para levar uma bala e perder os movimentos das pernas.

-Oi mãe- Disse tentando parecer normal

-Oi filha, tá tudo bem aí? Como tá indo a sua recuperação?- Perguntou minha mãe visivelmente preocupada, eu sabia disso

-Sim mãe eu tô bem, e também estou me recuperando bastante bem tá? Daqui a pouco provavelmente eu pelo menos use muletas- Disse tentando aliviar um pouco ela- E você e o Luís como estão?

-Bem, querida, como vai os estudos?- Perguntou minha mãe um pouco mais aliviada só que ainda um pouco preocupada

-Eu vou indo bem nos estudos, daqui a pouco o ano letivo acaba e eu acho acho que eu quero ir aí te ver- Disse sorrindo, eu sentia saudades de casa e de todo mundo Luís, Vitória, minha mãe, Sidney e entre outras pessoas

-Que bom, mas talvez esse ano, nos que vamos aí para te visitar, bem eu preciso ir, beijo e se cuida- Disse minha mãe e eu logo me despedi e assim a chamada terminou

Imagina, minha família aqui em Paris. Talvez seja um boa idéia, assim eu posso mostrar alguns lugares para eles e eu vou me dedicar a voltar ainda mais e mais.

Por eles, pela Anytta, pela Tayna, pelo Castiel, pelo Diego e por mim.

"-Pensei que nunca mais ia te ver dark- Disse o tal Castiel, merda esse garoto tá me seguindo?

-Eu preferia não ter que ouvir a sua voz de novo cabelo de menstruação- Disse sorrindo de canto

-Cantando vitória antes da hora, sabe que eu tenho vários xingamentos para garotas como você- Disse Castiel

-Defina, garotas como eu- Disse

-Gostam do estilo dark e se acham vencedoras em tudo, no final das contas são só garotinhas assustadas, com medo de estragar a unha- Disse Castiel

-Em primeiro lugar, você não me conhece, em segundo lugar, essa teoria sobre a minha pessoa está totalmente errada e em terceiro lugar, pelo menos eu não sou um garoto como você- Disse

-Defina, garoto como eu- Disse Castiel

-Idiota, mulherengo, conquistador, sarcástico, babaca, que só pensa em você mesmo e em mais ninguém- Disse

-Você não me conhece- Disse Castiel"

♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧

"-Anytta estava começando a gostar de um garoto, e ele é o garoto que eu fico na detenção, hoje ela me falou que gostava dele e quando eu fui para a sala da detenção, ele me beijou a força e ela viu- Desabafei e as palavras saíram como vômito, sem parar

-Então vocês brigaram e você veio pra aqui- Completou Diego

-Não quero dividir a Tayna- Disse de cabeça baixa

Diego parou na minha frente e pegou meu queixo com delicadeza, e subiu minha cabeça e olhamos um nos olhos do outro e eu vi, ele estava preocupado. E os olhos dele mostravam isso (como a luz não estava acesa e só a luz da lua iluminava a sala) tais que conseguiam ter luz própria naquela escuridão."

Era intervalo e eu finalmente havia escapado das garras da aula de geografia, definitivamente eu e essa matéria nunca nos damos bem, a minha sorte é que a época de provas haviam acabado e finalmente haviam colocado os resultados no grêmio estudantil.

Eu e a Anytta tinhamos tirado notas mais ou menos e a Tayna tirou uma nota alta, quem diria, e ela que havia esquecido das provas. E pelo que parece ela também ficou impressionada com a coragem da Anytta de corta o cabelo mesmo sabendo que não podia ficar legal, e o pior ficou bom. Essas meninas, tem uma sorte que eu nem conto.

Vi Íris, Kim, Violette e Tayna correrem pelos corredores procurando alguém e quando me viram abriram um sorriso enorme e correram até mim.

-Qual é a novidade dessa vez?- Perguntei vendo o pequeno grupo que continha quatro integrantes recuperar o fôlego

-Mariah pode pegar a minha bolsa na sala de aula, é que eu e as meninas precisamos ajudar algumas pessoas nas salas de cima e temos que ir logo-  Disse Tayna sendo uma das primeiras que recuperaram o fôlego e do jeito que ela falou ela perdeu o mesmo em dois segundos assim que terminou de falar

-Tudo bem- Disse

-Obrigada- Disse Tayna voltando a correr

♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧

"-Não sabia, de suas habilidades na cozinha- Comentou Castiel

-Quando você mora sozinha, com duas garotas, uma não sabe cozinhar e a outra é mais ou menos, você tem que aprender a fazer o esencial- Falei é normal saber cozinha eu não vou ser única no mundo por saber fazer arroz e feijão

-Tá, sua mãe te ensinou?- Perguntou Castiel

-Sim- Respondi- e seus pais?

-Sou emancipado, meus pais viajam muito e sou filho único e também tenho um cachorro que está no petshop tomando banho- Disse Castiel

-Faz sentido, eu não te imagino dando um banho em cachorro- Disse sorrindo"

Fui até a sala e encontrei a bolsa de Tayna, ele estava com tanta pressa que nem me falou em que sala ela iria ficar, eu ainda não acredito como ela consegue tanto fôlego? Do jeito que ela está elétrica esses dias eu já teria desistido.

-Ah, você estava aqui, então eu não precisava ter vindo- Disse uma voz familiar que havia fechado a porta

-Oi pra você também Anytta- Disse um pouco sarcástica por causa do jeito rudo dela de falar comigo as vezes quando estamos sozinhas

-Desculpa tá bom? Eu não estou em um ótimo dia- Disse Anytta sorrindo o que tem de engraçado ser sarcástica as vezes?

-Tudo bem, eu já vou mesmo- Empurrei a minha cadeira de rodas até a porta e tentei abrir a mesma- Agora eu vou ficar mau humorada se o que eu estiver pensando estar acontecendo

-Como assim?- Perguntou Anytta enquanto eu tentava abrir a porta

-Estamos trancadas- Disse saindo de perto da porta- Você acha que a...

-Eu tenho certeza- Disse Anytta depois de tentar abrir a porta- Acho que ela quer uma trégua

-Fala sério, não tinha outro jeito não?- Perguntei eu não gosto de ficar trancada

-Do jeito que nos somos cabeças ocas  e duras, eu acho que não- Disse Anytta sorrindo e eu sorri com ela

Ela tá certa nós somos completamente cabeças ocas e duras,  teimosas pra caralho.

-Acho que vamos ter que esperar alguém abrir para nós- Disse rindo dessa situação que era pra ser inconveniente, mas acabou se tornando um pouco cômica

-Se bem que elas estão certas- Disse Anytta olhando para mim com um sorriso amigável- Já tá na hora de fazermos uma trégua não é?

Sorri.

-É, já tá sim- Disse sorrindo

-Então? Amigas de novo?- Perguntou Anytta oferecendo o dedo mindinho

-Amigas de novo- Disse cruzando os nossos dedos mindinhos

É, finalmente uma trégua.















No próximo capítulo...

Tipo, se a Mariah não tivesse ficado paraplégica e se o pai dela não fosse um assassino eu acho que até hoje nos estaríamos brigadas e disputando  o Castiel mas se isso tudo não tivesse acontecido eu não estaria com o Castiel e isso me deixa confusa e culpada.

...

-Qual você quer ir primeiro?- Perguntou Castiel depois de nós termos comprado algumas fichas

-Que tal montanha-russa?- Perguntei sorrindo

-Acha que tem coração pra isso?- Perguntou Castiel sorrindo com certeza tentando me provocar

...

Passamos o dia todo no parque e agora estávamos na roda gigante, que rodava lentamente nos dando uma vista incrível durante vários minutos. Ficamos em silêncio enquanto, olhávamos aquela vista.















Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Bjs da Tiela💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...