História Medalhões Sagrados - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Charlie, Doranbolt, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Jackal, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Orga Nanagear, Personagens Originais, Rogue Cheney, Rufus Lore, Sting Eucliffe, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Exibições 119
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi minna voltei com mais um capítulo, espero que gostem.

Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Medalhões Sagrados - Capítulo 3 - Capítulo 2

Autora Pov's on.

Uma garota loira corria desesperadamente pela floresta de Magnólia. Dizendo coisas do tipo "espero que esteja aqui" ou "por Zeus por que me meti nisso?"

E você se pergunta por por quê ela está correndo. Simples ela acabou por ler um livro proibido, e no mesmo achou um papel com um tipo de charada. Bem foi isso que ela achou que fosse. 

E nele dizia:

No escuro de Magnólia. Em um lugar escondido, tudo estará perdido. Quando as chamas se vão e as cinzas aparecem a natureza muda. Ao longo das cerejeiras, onde a paisagem é obscura trazendo amargura ao coração de uma fada. No chão, a mais brilhante criatura com suas chamas queimam a dor e logo uma aflição se tornou e seu coração ele roubou.

A loira ao ver isso quase teve um ataque, pois lembrou de uma coisa que sua mãe sempre contava a si.

Uma historia linda onde uma fénix se apaixona por uma fada. Sua mãe sempre dizia que havia ocorrido na floresta mais densa de Magnólia na parte mais sombria.

A loira corria sem dar pausa para descansar. E em suas costa se encontrava uma mochila com o livro azul que achara na guilda.

Quando chegou na parte sombria da floresta não parou de correr, na verdade parou quando o chão pareceu romper e ela acabou caindo em um buraco profundo. E acabou por desmaiar.

Autora Pov's off.

Lucy Pov's on.

Acordo com uma tremenda dor de cabeça olho ao redor e percebo que cai em um buraco sento no chão e solto um suspiro. 

- Mais que droga - digo a mim mesma.

Esta tudo escuro então deduzo que é noite. Fecho meus olhos a massageio as têmporas. Sinto um brilho incomodar meus olhos, abro os mesmo e vejo um pequeno brilho vermelho vindo do enorme buraco onde cai.

Rastejo até o brilho e o pego. Minha boca abre em um "o" perfeito. Era ele o amuleto de Neon a fénix do fogo.

- Certo achei o amuleto mais como se usa? - falo e me toco na idiotice que acabei de falar - que isso Lucy se tá mais burra que Natsu, isso só trás coisa ruim até parece que eu quero destruir o mundo.

- Mais não é? - pergunta uma voz rouca atrás de mim.

Agora lascou quem tá atrás de mim. Marvis do céu me de coragem.

Sinto uma respiração no meu pescoço e logo pulo ficando em pé. Encaro o ser a minha frente um garoto de aproximadamente 20 anos, cabelos tão vermelhos quanto fogo, olhos também vermelhos e uma pele clara. Ele mantinha um sorriso maligno nos lábios o que me fez estremecer.

- Q-quem é v-você? - pergunto com um pouco de medo, apertando firmemente o colar que se encontrava em minhas mãos e ele se incomodou um pouco com minha ação.

Ele nada disse apenas veio em minha direção tirando o medalhão de minhas mãos delicadamente e eu fiquei sem reação. Ele coloca o medalhão em meu pescoço e sorri.

- Respondendo sua pergunta, eu me chamo Neon - ele fala, eu estreito os olhos e ele suspira - vem comigo.

Ele segura minha mão e logo não estamos mais dentro daquele buraco e sim em uma clareira. Olho para ele e vejo um brilho vermelho o rodiar, me fazendo fechar os olhos e quando abro vejo um pássaro pegando fogo.

Uma fénix era isso que eu estava vendo, meu deus só posso ter endoidado.

- Mais como? - pergunto claramente confusa.

- Bem minha alma foi selada nesse medalhão, quando você o achou eu consegui sair, mais só durarei uns três dias no mundo humano - ele explica voltando a ser um humano.

- Mais por que você veio? - pergunto.

- Para ajudá-la a pegar os livros. Antes eu não estava nem ai para quem pegasse os medalhões, mais você parece uma pessoa interessante ai então resolvi te ajudar - ele fala como se fosse óbvio.

- Acho que entendi - falo pensativa.

- Mais loira, você não irá conseguir pegar os outros medalhões sozinha. E tem mais como conseguiu achar meu medalhão? - Néon pergunta com curiosidade.

- Bem foi por causa disso - falo pegando o livro azul da bolsa e o mostrando.

- Entendo você já tem um dos livros isso facilita muito - ele diz animado.

- Facilita? - perguntei franzido o cenho.

- Sim pelo menos não iremos começar da estaca zero - ele suspira - vamos.

- Vamos aonde? - pergunto.

- Descansar pois amanhã a noite iremos invadir o conselho, lembre-se que eu só posso te ajudar em três dias - ele me encara - arranje pessoas para te ajudar.

- Não - falo séria e ele me encara confuso.

- Por quê? - Néon pergunta.

- Não irei envolver ninguém em meus assuntos - falo firmemente e o mesmo sorri.

- Você realmente é que uma pessoa interessante - ele sorri e fala - mais eu sei que irá mudar de ideia.

- Como? - pergunto.

- Nessa vida ninguém cresce sozinho - ele fala sorrindo.

- Vou pensar nisso - falo sem muito interesse.

- Então vamos eu tô com sono - ele fala coçando os olhos.

- Hai hai Néon-kun - falo baixinho.

- Loira peituda do caralho -  gruni Néon com raiva.

Começamos a andar em direção ao meu apartamento, sorte que o Natsu e a Lissana sairam em uma missão juntos se não ele poderia ver Néon ao entrar na minha casa. Quer dizer ao invadir minha casa.

- Chegamos - falo ao entrar no meu apartamento acompanhada do ruivo.

- As coisas evoluíram muito pensei que os humanos ainda moravam naquelas casas de pau a pica ou em cavernas - fala impressionado.

- Realmente a humanidade evolui - suspiro.

- Daqui pra frente sua vida irá mudar Lucy - ele sorri.

- Será um longo ano - falo baixo para mim mesma.

- Realmente - diz - Talvez o destino esteja em suas mãos - Néon fala olhando o céu estrelado - suas escolhas poderam mudar tudo.

- Não sei se isso é uma boa coisa, o mundo é criado tanto do amor quanto do ódio, sempre haverá guerras mesmo se os motivos sejam bobos. Mesmo a luz e as trevas sendo inimigas precisam uma da outra para sobreviver. Nesse mundo nada tem sentido. O certo acaba sendo o errado e o errada termina sendo o certo, mesmo lutando o para proteger o que amamos nos acusam de traição - falo triste - sabe amar é o pior pecado da humanidade mais também o sentimento mais bonito.

- Realmente você é uma pessoa interessante Lucy.

Contínua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...