História Medicina à Dois(Baekhyun)-Exo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho
Tags Baekhyun, Exo, Kpop, Lay
Visualizações 930
Palavras 960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oláaa eu espero que vocês gostem dessa fanfic,vou postar o primeiro capitulo bj e boa leitura ❣️❤️😙

Capítulo 1 - E tudo começou.....assim


S/N é uma garota de 25 anos que acabou de se formar em medicina e agora está pronta para exercer sua função.Seu pai um grande médico a sugeriu que começasse com o pé direito essa nova fase de sua vida.Entao entrou em contato com seus amigos médicos Coreianos e perguntou se havia um vaga para sua filha,e sim havia.S/N já ia começar sua vida nova em um novo país.

-Pai porque você está chorando?As pessoas estão te olhando-eu disse meio envergonhada 

-Minha filha cresceu tão rápido,acho que não vou deixar você ir para a Coreia-disse meu pai ainda choramingando.

~CHAMADA PARA O VOO 5780 PARA CORÉIA DO SUL.~

-Pai não se arrependa,eu vou te mostrar que tenho muito potencial-o abracei e beijei sua bochecha-Te amo pai 

-Tambem de amo filha-ele disse agora me soltando 

-Tenho que ir,Tchau Pai -eu disse agora quase chorando ,mas nao queria que meu pai visse.

-Tcha Filha-ele acenou com a mão 

Entrei na sala de espera e não demorou muito pra que nos chamassem para embarcar.

-Vida nova aí vou eu -eu disse ao entrar no avião .

Fui me acomodar no meu lugar e vi que havia um homem sentado na poltrona ao lado da minha.Ele estava com um jornal na cabeça."Deve estar cansado" pensei.Me sentei ao seu lado e tentei bisbilhotar para ver seu rosto mas ele virou para o lado. "Aff".

~Senhores passageiros já vamos decolar~

Neste momento fiquei nervosa,tenho medo de avião,por mais que já tenha viajado bastante é sempre um tortura a decolagem.Senti o avião começar a se mexer e segurei a mão do homem ao lado com muita força.Nao liguei se era desconhecido ou não,simplesmente segurei,estava muito nervosa.

-Ai aí ai ai -Ele disse ao acordar pelo visto 

-Me..me desculpe eu..eu tenho medo-eu gaguejei devido ao medo 

Eu não olhava para ele,estava com tanta vergonha de mim mesma,me sentia patética de fazer isso.Meu pai já havia me dito que era para mim já ter acostumado mas eu não conseguia.

-Esta tudo bem,calma-o homem ao meu lado me disse com uma voz terna 

Ele apertou a minha mão de volta e colocou a outra por cima.

-Vamos fazer assim,olhe para mim-ele disse 

Me virei para olhá-lo e me deparei com uma das pessoas mais bonitas que já vi.Ele havia um sorriso em seus lábios que de certa forma me trouxeram alívio.

-Vamos contar até 10 juntos-ele disse e eu assenti 

-Então vamos começar 1-2-3.....-é assim foi até chegarmos no 10 e eu nem percebi que o avião já estava no céu.

Quando olhei pela janela,senti um alívio,já estávamos voando.

-Muito obrigada e desculpa apertar sua mão tão forte -eu lhe disse 

-Não precisa agradecer,e minha mão aceita as desculpas-ele disse rindo 

Que sorriso maravilhoso.

-Mas então porque está indo para a Coreia?-ele me perguntou 

-Vou trabalhar e você ?-eu perguntei 

-Bom eu sou coreano,então só estou voltando a minha terra natal-ele disse 

Eu ainda não havia reparado,ele realmente era coreano.Seus olhos puxados apenas trouxeram mais charme a ele.

-Na verdade eu estava dando palestras mas claro que aproveitei para curtir um pouco o país-ele continuou 

-É sua primeira vez na Coreia?-ele perguntou 

-Sim,eu nunca pensei que um dia iria para lá,eu sempre achei a Coreia um país muito interessante,tenho curiosidade para saber mais sobre ele.-eu respondi 

-Se precisar de ajuda eu estou à disposição-ele falou 

-Obrigada-eu respondi meio envergonhada 

Permanecemos em silêncio.Eu queria ouvir música,será que ele me acharia mau educada se eu simplesmente ligar e não falar mais nada para ele?. Melhor eu dizer.

-Vou ouvir um pouco de música-eu disse 

-Ow,ok,vou ler meu livro-ele disse com um sorriso leve.

Passaram horas até que finalmente os lanchinhos chegaram,não aguentava mais de fome.Para minha tristeza a comida era apenas um sanduíche pequeno e um suco.Minha barriga continuava a roncar.Olhei para o homem ao meu lado e ele estava rindo.

-Parece que ainda esta com fome-ele disse aí da rindo o que me fez corar,ele ouviu minha barriga 

-Ai que vergonha,você ouviu?-eu disse tapando meu rosto 

-Acho que que o avião inteiro ouviu -ele disse tirando uma comigo 

Dei um tapa em seu ombro e o chamei de bobo.De onde surgiu essa intimidade?Nao sei.

-Pode ficar com o meu-ele me mostrou seu lanche 

-Ah não,eu não quero que fique com fome,se não comer seremos nós dois a ter barriga roncando-eu disse 

-Não se preucupe-ele colocou o lanche em minha mão-eu não estou com fome de verdade 

Ele olhou nos meus olhos e fez um movimento com a cabeça para que eu comecei logo,e foi o que eu fiz.

Passaram-se mais algumas horas e já estávamos em Seul.Quando o avião começou a descer para pousar senti uma mão sobre a minha.Olhei para o lado e vi Ele me lançando aquele lindo sorriso que me deixava nas nuvens(literalmente).Enquanto nos olhávamos ele se aproximou de mim colocou a mão em minha bochecha  e me deu um leve selinho.

-Talvez a gente não se veja mais,e não quero esquecer de hoje-ele disse me olhando fixamente

Fiquei sem resposta.Nao esperava por aquilo.O avião já havia pousado e as pessoas já começavam a sair.O homem ao meu lado se levantou pegou seus pertences e fez a mesma coisa.Me disse tchau com as mãos e se misturou perante a multidão.

Eu ainda estava sentada até que acordei do transe e pensei "Eu nem sei o nome dele".peguei minhas coisas e sai correndo atrás dele.Haviam muitas pessoas a minha frente o que dificultava minha passagem.Olhei para fora do aeroporto e vi que ele estava quase entrando em um táxi.Sai correndo como nunca e peguei em seu braço.

-Me diga ao menos seu nome-eu disse ofegante

Ele sorriu e disse:

-Byun ,Byun Baekhyun -e assim entrou no táxi e eu nunca mais o veria ou era o que eu achava.


Notas Finais


Eai pessoinhas vocês gostaram?Querem que eu continue?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...