História Medicina do amor - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Martin Garrix, Taylor Marie Hill
Personagens Martin Garrix, Taylor Hill
Exibições 64
Palavras 696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 40 - O fotógrafo - Por Marie Hill


Fanfic / Fanfiction Medicina do amor - Capítulo 40 - O fotógrafo - Por Marie Hill

Louis me puxou pela mão e correu comigo pra fora do Lollapalooza.

Eu: Pra onde estamos indo?

Louis: Pós-festa do W&W. -Ele deu um sorriso e entramos no Uber. Ao chegar na festa, estava tocando um remix de trap house do hit Panda

Louis trouxe vodka e tomamos umas três doses seguidas.

Eu: Isso aqui tá melhor que aquela porcaria de Lollapalooza! Martijn é um idiota! Acabou Louis, na  boa!

Louis: Ah, não fala isso. Ele deve ter um bom motivo pra ter feito aquilo.

Eu: Tem. Ele é um galinha!

Louis: Claro que não! -Ele riu e me abraçou. -Vem, vamos dançar.

Eu:  Barbara iria nos matar se visse isso! Conheço minha amiga. -Eu disse ao chegarmos abraçados na pista.

Louis: Nós... Nós terminamos. -Ele olhou pra baixo e quis chorar mas segurou.

Eu: Sinto muito.

Louis: Ah, eu to bem. Barbara não é pra mim sabe? Foi exatamente como pensei que seria: Ela é muito pra um fotógrafo! Mas o Martin tinha que insistir.

Hardwell: Marie, que surpresa!

Eu: Ahn, Hardwell? Oii!

Hardwell: E ae Louis! Cadê o Martin? -Ele procurou ao redor e voltou a atenção pra mim.

Eu: No Lolla.

Hardwell: Claro! Eu já estou indo, terminei de tocar tem um tempo. Os meninos do W&W sobem no palco e encerram daqui uns minutos. Prazer em te rever princesa, você também melhor fotógrafo! Manda lembranças pro Martin. -Eu sorri e ele saiu.

Louis: Princesa é? Só acho que o Hardwell ainda tem um amor platônico por você!

Eu: Aff, fala sério Lou! Até parece que vou dar lembranças pro Martin! Eu quero é apagar minhas lembranças com ele. -Peguei a  garrafa de vodka que estava sendo servida e bebi. -Acho que essa é a melhor forma de ser fazer isso!

Louis: Acho que é sim. Mas você está bem? Parece meio tonta.

Eu: To ótima! -Na verdade eu realmente estava zonza mas não queria admitir.

Louis: Ok. Me avise quando quiser ir... Princesa. -Ele deu um sorriso um tanto provocante e ri. 

Eu: Aviso.

Look Alive do duo Rae Sremmurd começou a tocar e me deixei a levar pela música enquanto bebia da garrafa de Vodka Beluga.

Me deixei levar mais ainda e percebi que estava rebolando levemente enquanto meus olhos estavam fechados. Senti a mão do Louis tirando a garrafa de vodka quase vazia da minha mão. Depois senti seu leve toque em minha cintura.

Louis: Terminei aquela garrafa. Quer outra? -Senti seu hálito forte de álcool e sorri.

Eu: Acho que estamos bem. -Ouvi a risada provocante dele e sua mãos me grudaram em seu corpo. Louis me apertava delicadamente pela cintura enquanto Stay A While do Dimitri Vegas and Like Mike começava a tocar.

Abri meus olhos e vi que ele estava com seus lábios quase encostados na minha bochecha. Ele sorriu e fomos nos aproximando. 

Louis me beijou assim que o drop da música saiu. Depois que a música voltou para o vocal nosso beijo acabou por um instante e ficamos nos encarando com um sorriso idiota. Estávamos completamente bêbados! Eu via as luzes tremendo, mas estava me lascando para aquilo.

Louis: Marie, seja minha princesa. Só essa noite pelo menos. Por favor! Acho que não consigo te ter apenas como minha irmãzinha, principalmente quando estou bêbado!

Virei-me segurando seu rosto e conectei nossos lábios em um beijo intenso e quente.

Saímos do clube quando aquela música acabou e fomos para um hotel. Louis jogou a mochila com a câmera no sofá e tirou meu salto. Ele me segurou no alto,  abracei-o com as pernas enquanto ele me beijava intensamente. Tirei seu casaco e sua camiseta. 

Podia não parecer, mas Louis tinha um corpo e tanto!

Seu tênis foi jogado pro canto e meu vestido arrancado. 

Louis soltou meu cabelo com cuidado e arranhou minhas costas.

Fiquei por cima dele, olhando aquela cueca da Calvin Klein. Depois voltei o meu foco em seu rosto enquanto dava leves selinhos e recebia apertões na minha bunda.

Ele não era só um fotógrafo. Era O FOTÓGRAFO!

Peça por peça foram tiradas e acabou rolando. Dormimos abraçados. 

Ele só de cueca e eu só de calcinha com suas mãos nos meus seios.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...