História Medicina do amor - I e II temporada - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Martin Garrix, Taylor Marie Hill
Personagens Martin Garrix, Taylor Hill
Exibições 145
Palavras 913
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 43 - Acredito no que vejo - Por Marie Hill


Fanfic / Fanfiction Medicina do amor - I e II temporada - Capítulo 43 - Acredito no que vejo - Por Marie Hill

Eu: Louis, preciso ir.

Louis: Tudo bem. Eu te levo. 

Eu: Não precisa.

Louis: Quero uma coisa antes. 

Eu: O que?

Louis: Isso. -Ele acariciou o meu rosto e me beijou. -Sempre estarei aqui pra você. Como amigo, irmão substituto... E talvez namorado.

Eu: Lou...

Louis: Volta logo Marie. Sei que quer correr daqui. -Ele riu e me deu um selinho. Louis saiu da cama e foi pro banheiro. Fiquei ali sentada por um instante e comecei a me vestir. Deixei sua camiseta e peguei meu celular.

Nada de chamadas do Martin.

Cheguei ao hotel em que estávamos e não encontrei ele.  Tomei um banho e desci pra tomar café da manhã.

Me sentei sozinha na mesa e peguei um pedaço de pão com peito de peru. 

Fiquei vendo a TV enquanto dava goles no suco de laranja.

Vi alguém se aproximando e percebi que era o Julian.

Julian: Marie?

Eu: Julian? Oii! -Cumprimentei ele e sentamos um em frente pro outro. 

Julian: Tudo bem?

Eu: Eu quem pergunto. O que houve com você e o Martin?

Julian: Olha, depois de umas coisas que aconteceram entre ele e a gravadora nós ficamos afastados. 

Eu: Que coisas?

Julian: Ele aceitou contratos meio que obrigatórios pra fazer aquela música com a Bebe. Caso contrário iriam fazer sei lá o que com ele. Espalhar boatos era uma das opções.

Eu: Julian, o que mais você sabe? 

Ele se calou e ficou concentrado ma tv que mostrava o beijo do Martin e da Bebe ontem no Lolla.

A repórter começou a falar e prestei atenção em cada detalhe.

 "Parece que In The Name Of Love, a nova canção de Martin Garrix e Bebe Rexha é muito mais do que uma música! O beijo dos dois no Lollapalooza de ontem, pode ser uma boa justificativa pra isso.

O jovem talento da música eletrônica namorava Marie Hill, irmã de Alok Petrillo. Mas parece que tudo acabou não é pessoal?"

Julian: Esse beijo era contrato. Falei pro Martin não aceitar. Falei que você iria se magoar, mas ainda bem que ficou sabendo agora que estou do seu lado contando a verdade.

Eu: Na verdade, eu...

Parei de falar quando a repórter voltou. 

Havia uma foto da Bebe e do Martin saindo de um hotel. 

"Parece que o novo casal tirou a noite para eles no hotel em que Bebe Rexha estava hospedada.

Acho que não existem mais dúvidas de que Marie Hill já era não é mesmo?"

Julian: Ahn...

Eu: Julian,  verdade, por favor. Isso estava mesmo naquele contrato?

Julian: Ele só me contou do beijo,mas sabe como é a mídia Marie. Devem estar armando tudo isso e...

Eu: Não. Eles não estão. Esse beijo, pode até ser. Mas olha a cara de arrependido do Martin. Conheço ele o suficiente pra saber quando esconde algo além do que está sendo mostrado.

Julian: Acredita mesmo nesse jornal Marie.

Eu: Acredito no que vejo. E essa noite que eles passaram na cama... -Lágrimas se formaram nos meus olhos. -Isso foi porque ele realmente quis. Até mais Julian. 

Sorri e subi pro meu quarto. Arrumei minha coisas e peguei o avião que estava mais cedo pra sair.

Cheguei na Holanda e lembrei que de nada adiantaria ter saído correndo feito maluca pra cá, sendo que eu morava ao lado do Martin.

Me joguei na cama e fiquei pensando em todos os meus momentos com o Martin. 

Peguei meu celular e vi meu instagram. A primeira foto no feed era dele com o Louis.

O título dizia que estavam se divertindo.

Meu celular havia chamadas dele. Decidi retornar.

Martin: Marie! Amor, onde você está?

Eu: Decidi voltar pra Holanda, não estava me sentindo bem. E desculpa não ter aparecido no seu show do Lolla, tive que sair correndo porque a segurança do prédio ligou avisando que tinha alguém querendo roubar meu apartamento.

Martin: O que? Você está bem?

Eu: Claro! Pedi pra reforçar os seguranças enquanto eu estava embarcando de volta.

Martin: Podia ao menos ter me avisado. Fiquei preocupado. Estou com o Louis no meu barco.

Eu: Nossa, só os dois?

Martin: Ah e minha equipe de vídeos também. Queremos algo legal pro clipe de Together então estamos vendo alguns lugares por aqui. Te ligo depois, beijo.

Eu: Tchau Martin. 

POV MARTIN 

Me senti o pior cara do mundo ao mentir sobre o barco. A minha equipe estava sim ali. Louis também.

Mas haviam cinco garotas e a Bebe. Fui pra ponta do barco ficar sozinho e ver o mar, mas logo o Louis apareceu.

Louis: Não devia ter mentido desse jeito. 

Eu: Não tive escolha Louis. Você é meu fotógrafo e tudo mais, só que... Você não entende a pressão que essa galera das agências, gravadora e mídia fazem.

Louis: E você não entende o quanto a Marie te ama. 

Eu: O que?

Louis: Martin... Aquela garota te ama tanto, que não te trocaria por nada. Não te trocaria por outro cara porque o único com quem ela quer estar é você.

Eu: Cara, você tá estranho. Agindo como se...

Louis: Soubesse dos pensamentos dela? -Ele disse me interrompendo e suspirando. -Não sei porque não sou vidente. Mas falo isso porque já estive na mesma situação. Lembra da Candice? Eu até tentei ficar com outras garotas pra esquecer ela. Mas eu só queria ela.

Eu: Uma pena que ela não te amava. -Nós rimos e ele cruzou os braços.

Louis: É. Vai por mim Martin, conta a verdade pra Marie. Seja lá o que for. Ela não consegue ficar com outro cara além do grande Martijn Gerard Garritsen!

Louis mordeu a boca e saiu de braços cruzados e cabeça baixa.

Havia algo de errado nele. Louis era apaixonado pela Marie ou o que?

Não, não pode ser. Que pensamento idiota o meu.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...