História Medicina do amor - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Martin Garrix, Taylor Marie Hill
Personagens Martin Garrix, Taylor Hill
Exibições 48
Palavras 584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 45 - O que você disse?! - Por Marie Hill


Fanfic / Fanfiction Medicina do amor - Capítulo 45 - O que você disse?! - Por Marie Hill

Quando cheguei do estúdio eu tomei um banho e dormi. Depois que acordei, vi que eram sete da noite e decidi ir pra uma festa.

Fiz minha maquiagem, enrolei um pouco das pontas do cabelo e quando estava vestindo a roupa, alguém bateu na porta. Coloquei meu salto e abri a porta. Era o Martin.

Ele segurou o meu rosto de uma vez e me deu um beijo enorme.

Martin: Marie, por favor, me diz que ainda me ama!

Eu: Martin o que está fazendo aqui?

Ele entrou e eu me sentei no sofá. 

Martin: Marie, é verdade o que o Louis me disse? Você dormiu com ele?

Eu: Falou o garoto que beijou a Bebe Rexha na minha frente e transou loucamente com ela assim que teve oportunidade.

Martin: O que? -Ele tentou se fazer de coitado na minha frente.

Eu: Martin, eu sei da verdade. Não ouvi da boca de ninguém. Simplesmente vi. Eu te vi beijando ela naquela sessão de fotos. Saí correndo e o Louis se preocupou em cuidar de mim enquanto você estava me traindo.

Martin: Marie, me desculpa. Por favor, não termina comigo! -Ele começou a chorar na minha frente e senti meu coração apertar.

Eu: Martin... Depois de tudo isso que você fez com a Bebe, dormiu com outra garota? Sei que não estava só com aquela galera no barco. A verdade... Por favor.

Martin: O que importa a verdade sendo que eu te amo Marie, só quero...

Eu: Martin! A verdade! -Eu disse interrompendo e me levantando.

Martin: Me desculpa Marie! De verdade. Eu... Eu transei com a ex do Avicii.

Eu: Traiu até a Bebe? Como pode Martin? Nem uma garota igual ela merece isso! -Fui até a janela olhar pra fora mas as cortinas estava ali. Então me concentrei no tom branco.

Martin: Marie, onde você vai? -Ele disse fungando por causa do choro.

Eu: Vou pra uma festa.

Martin: Vai encontrar o Louis lá?

Eu: Do que importa se estamos acabados? Já era não é mesmo Martin? Acha que não sei que ainda guarda segredos de mim?

Martin: Não guardo mais nada amor.

Eu: Não me chama assim. Não chame nenhuma assim, porque agora eu sei que até hoje nunca amou nenhuma. Só quis transar com todas elas. Incluindo a Lynn, dona da galeria, a garota que queimou meu braço.

Martin: Ela é passado.

Eu: Assim como suas drogas? Assim como aquelas noites em que bebia até cair e ainda colocova um pedaço de doce na boca e ficava louco?Eu sei que dropava papel Martin. -Comecei a sentir lágrimas escorrendo do meu rosto e me virei pra ele.

Martin: Quer saber Marie? Acho que estamos mesmos acabados. E sim, eu dropava papel. E voltei a dropar. Agora vai lá, continua sendo a putinha do Louis!

Eu: O que você disse?

Martin: Sei que escuta bem. Não preciso repetir. Mas antes de ir, quero que escute algo. Eu te amei de verdade. E foi a única de quem recebi o amor que merecia. Você me completou, mas acho que agora quer completar o meu fotógrafo. -Ele saiu e ficou na porta. -Vai lá, se diverte com o Louis assim como na noite em que transaram. 

Martin saiu e mordi meus lábios. Peguei um vaso e taquei na parede com raiva. 

Segurei meu celular e saí correndo de salto nas escadas. Entrei no meu carro e acelerei o mais que pude com lágrimas caindo. Acho que a única vantagem que eu tinha naquele momento era minha maquiagem à prova d'água.

Como o Martin podia ser daquele jeito? Transou com tantas garotas. Traiu amante com amante. 

Depois eu que sou a puta? 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...