História Medida Certa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Alícia Gusman, Paulo Guerra
Tags One-shot
Visualizações 48
Palavras 705
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


💗🤗

Capítulo 1 - Capítulo único.


Fanfic / Fanfiction Medida Certa - Capítulo 1 - Capítulo único.


"Oi, tô te ligando pra você passar aqui em casa

Hoje à noite, se tiver desocupada

Só se der, só se der"


O menino de olhos negros, estaciona seu carro em frente da porta da pequena Gusman e pega seu telefone, pronto para ligar para a mesma.

— Ei, Alicia.. O que você vai fazer hoje a noite? - pergunta quando a menina atende.

— Nada, porquê? - Alicia

— Passa lá em casa.. - Paulo fala, com a voz baixa - E não, eu não estou com saudades de você..

 A menina riu, do outro lado da linha, e Paulo apenas desligou o seu telefone, ligando o motor do carro novamente.

"Não, não vai dizer pra ninguém que sinto saudades

Não é verdade

Eu e você, nada a ver"

Quando Paulo abriu sua porta, lembrou do dia em que Marcelina acabou pegando Paulo e Alicia aos beijos, naquele mesmo sofá preto fusco. Ele ia subindo os degraus da escada, tentando esquecer, mas ao abrir a porta do banheiro..

Parecia que o seu pente dizia: "ela não veio hoje?" Ou que, até mesmo, seu espelho estava lhe dando uma bronca daquelas! "você não trouxe ela? Eu sinto saudades!" Paulo, logo se lembrou..

FLASHBACK - 2 anos atrás

Paulo entrou em seu quarto, aos beijos com Alicia e logo o clima foi esquentando. Enquanto Paulo ia tirar a blusa da menina, a mesma se olha no espelho e grita:

— AI MEU DEUS, MEU CABELO! - dá um pulo dá cama, indo em direção ao banheiro do Guerra, usando seu pente amarelo chamativo e fazendo caretas em seu espelho.

— Porra Lícia, você estragou o momento! - reclama, enrolando suas mãos na cintura dá menina.

— Meu cabelo que tava estragado, ue! - deu de ombros, voltando aos beijos com o garoto.

"É que meu pente perguntou do seu cabelo

 Ouvi reclamações do meu espelho, querendo saber de você 

Que dia ele vai te ver"


FLASHBACK 3 MESES ANTES

Paulo saiu de sua casa, trancou sua porta e entrou em seu carro, dando partida em seguida. 

 O garoto foi no banco, como a mãe  havia lhe pedido, ele aproveitou e passou no seu cabeleireiro, afinal, era dia de ver Alicia..

 Sem perceber, lá estava ele, novamente, na porta da casa da garota. Era mágica, por impulso, ele aparecia lá, mesmo não estando em seus planos, ele sempre ia atrás da garota..

"E eu juro que, pra mim, pouco me importa

Se eu passo toda hora na sua porta

Meu carro que se apaixonou na rota"


FLASHBACK - 1 ANO ATRÁS

Alicia chegou na casa de Paulo, jogou sua bolsa na pequena poltrona roxa e subiu escada acima. 

— Você gostou da minha unha? - pulou na cama do garoto, fazendo com que seu perfume forte e gostoso de sentir, ficasse "grudado" ali.

— Tá linda meu amor, tá linda.. - Paulo fala, prestando atenção no celular.

— Mas, você nem viu! - reclama, levantando dá cama e encarando Paulo.

— Mas, tudo em você fica lindo. - levantou, junto da menina.

— VOCÊ É UM FOFO! - o abraça.

"É, não sou eu

Meu quarto que ficou apaixonado

Travesseiro dependente e viciado em você"

FLASHBACK - 2 MESES ANTES 

Após mais uma briga com a Gusman, Paulo se joga em sua cama, e ao fungar seu nariz, sente o perfume — doce e forte —, da garota, na qual ele podia chamar de namorada.

Ele pega o lençol, e na hora em que estica sua mão, para colocar dentro da máquina de lavar, ele para e pensa da última vez em que a garota se deitou naquela cama, e abraça fortemente o lençol.. E derrepente, estava Alicia jogada em sua cama, enquanto Paulo a beijava...

"Não sou eu

Meu lençol te quer agora e não depois

Minha cama tem a medida certa pra nós dois"

FLASHBACK'S OFF 

Paulo se desperta quando a campainha toca, o garoto se levanta do sofá e sorri de canto a canto, vendo a Gusman, parada ali em sua frente.

— Eu tava com saudades.. - a abraçou.

Naquela noite, Paulo e Alicia haviam terminados jogados em cima da cama do Guerra, dia 12 de outubro, o dia das crianças e o dia em que Paulo Guerra, percebeu de uma vez por todas, em sua vida, que sem Alicia.. O garoto não teria nem a metade da felicidade que tem.. pois a medida certa para os dois, é sempre ficarem juntos...


FIM


Notas Finais


Genty, se ficou ruim pfv me desculpem, mas é q é a minha 1° One, ent... 💗

Até a continuação da maratona, que já estou escrevendo!💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...