História Medium - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok, Jeon Jeongguk, Jeon Jungkook, Jeongguk, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Kookmin, Min Yoongi, Namjoon, Park Jimin, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Taeyoonseok, Vyoonseok, Yoongi
Exibições 47
Palavras 312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Yes or No.


Se passaram algumas semanas desde o meu desmaio e tudo mais, e desde esse dia HoSeok tem estado com receio de sair de casa. Sem contar também que ele está muito sensível desde o começo da última semana.

E hoje é sexta.

 

• • • •

 

– YoonGi, se você e HoSeok tivessem um filho, qual seria o nome? ­­­­– meu irmão perguntara. Estávamos conversando pelo telefone, e eu já estava ficando irritado com os berros de JiMin ao longe. – JIMIN, CALE A BOCA! – afastei o celular do ouvido quando JungKook gritou com seu namorado. Fui capaz de ouvir alguns resmungos e então tudo ficou em pleno silêncio.

 

Exceto pelo barulho de baba.


Filhos da puta.

 

– Pelo amor de Deus... Vocês precisam mesmo se pegar comigo aqui no outro lado da linha?

– Ah hyung, você nem está vendo nada. – ouvi a voz de JiMin e bufei. JungKook havia colocado o celular no viva-voz?

– Mas eu estou ouvindo! E isso é constrangedor.

– Tá, tá. Nos dê licença, JiMin. – JungKook expulsou o namorado e eu ri baixinho. – Então, hyung... Voltando ao assunto de antes, qual seria o nome da criança?

– TaeHyung, por quê?

– É um nome bonito.

 

JungKook estava querendo desconversar.


Meu irmão é um grande filho da puta.

 

– JungKook! Eu lhe fiz uma pergunta.

– Ah, é mesmo. Por nada não, é só curiosidade mesmo.

 

Eu sabia que ele estava mentindo.

 

– JungKook.

– Que foi?

– Desembucha logo. – pedi. Mas nada foi dito. – JungKook.

– Eu vou lhe perguntar uma coisa e você só pode dizer sim ou não, dependendo da sua resposta automaticamente você já terá a resposta de sua pergunta.

– Tá. – concordei. Afinal, eu tinha outra escolha?

 

Não.

 

– Por acaso HoSeok tem estado mal? Tem sentindo enjoos ou algo do tipo, e tem estado muito sensível a qualquer coisa?

 

Paralisei ao ouvir seu questionamento. Respirei fundo e pensei, juntei todos os fatos antes de respondê-lo.

 

Sim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...