História Medo De Te Amar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amizade, Amor, Colegial, Drama, Festa, Hentai, Romance, Sexo
Exibições 3
Palavras 831
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Poesias, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oiii gente, tudo bem com cês? Voltei com mais uma fanfic, espero que gostem da história.
Boa leitura!

Capítulo 1 - Eu não vou fazer isso! - Prólogo


P.O.V - Julie - Uma semana atrás – Sala da Diretora.

Julie: O que? Eu não vou fazer isso! Eu definitivamente não vou fazer isso.

Diretora: Senhorita Collin tanto eu como a mãe de Dilan precisamos da sua ajuda, ele vai indo muito mal nas matérias e precisamos de uma tutora para ele, como eu sei que a senhorita é uma ótima aluna, ninguém melhor do que você para poder realizar esse trabalho.

Julie: Mas...

Diretora: Mas nada senhorita Collin, ou você dá aulas particulares ao Dilan ou ficará de suspensão pelo resto do bimestre.

Julie: Isso é muito injusto. – Digo indignada já me retirando da sala da diretora.

*No intervalo*

Amelie: O que foi? Você parece brava.

Essa é a Amelie ela é minha melhor amiga desde a infância, nós compartilhamos tudo uma com a outra e sempre estudamos na mesma escola, neste ano infelizmente não demos a sorte de cairmos na mesma sala.

Julie: Acredita que eu vou ser professora particular do babaca do Dilan? – Falei emburrada.

Amelie: Sério? Boa sorte para você. – Ela disse depositando a mão em meu ombro como gesto de consolação.

Amelie: E falando no Diabo, olha quem vem ai. – Quando olhei para frente, avistei a pessoa que menos gostaria de ver neste momento DILAN SCOTT.

Dilan: E aí gatinha. – Ele disse colocando seu braço em volta do meu pescoço. – Fiquei sabendo que você vai ser minha professora particular. – Ele ri debochado.

Julie: Pois é infelizmente já que não tive opção. – Disse dando um sorriso irônico, eu realmente detestava aquele garoto.

Julie: Ah deixe-me esclarecer algumas coisas, primeiro você não tem intimidade comigo. – Disse tirando o braço dele do meu pescoço. – Segundo nós não vamos ser amigos, e terceiro não me chama de gatinha, eu detesto isso.

Dilan: Ok senhora mandona, mas eu também tenho algumas coisas a esclarecer, primeiro não fale assim comigo, você sabe muito bem com quem está falando, segundo se eu quiser nós vamos ser amigos sim ou talvez até mais do que isso. – Ele diz dando uma piscadinha para mim. – E por último eu agora preciso ir GATINHA. – Ele diz se levantando rindo para logo em seguida ir embora.

Julie: Eu realmente detesto esse garoto. – Disse irritada.

Amelie: Me diz quem não detesta? – Amelie se pronunciou com um tom de preocupação.

*Quebra de Tempo* - Atualmente.

É foi assim que eu vim parar aqui, agora neste exato momento eu estou tomando coragem para tocar a campainha desta casa é o grande inferno da minha vida começar; Mas antes deixe eu me apresentar.

Julie Collin: Dezessete anos, terceiro ano do ensino médio da escola Morton, uma menina sonhadora que pensar fazer faculdade de psicologia, apesar de ser bem estudiosa não é uma nerd, diria que é uma menina um tanto popular em sua escola.

Personalidade: Independente, bipolar, ciumenta, bondosa, alegre, festeira, estudiosa, explosiva.

Pois é essa sou eu, muito prazer; e agora eu vou ter que aturar Dilan Scott.

Dilan Scott: Dezoito anos, terceiro ano do ensino médio da escola Morton, um cara arrogante, metido, babaca, metido a valentão da escola e que passa o rodo em geral, ele repetiu a sexta série, tinha que ser um panaca como ele.

Personalidade: Arrogante, metido, valentão, cabeça oca, festeiro, bagunceiro e tudo o que não presta no mundo.

Bom pelo menos essa é minha definição para esse idiota do Dilan Scott.

*Voltando a realidade*

Bom quando finalmente toquei a campainha ouvi alguém gritar:

   - Já vou, só um momento.

Provavelmente é a Sr. Alicia a mãe do Dilan, para ser sincera eu não sei como ela é mãe dele, ela é totalmente o oposto daquele idiota, ela é e linda e delicada, educada, bondosa e muito gentil com as pessoas; Fui tirada dos meus pensamentos quando vi a porta ser aberta.

Sr. Alicia: Ah olá querida, pode entrar. – Ela disse dando espaço para que eu adentrasse a casa.

Julie: Com licença. – Digo entrando na casa dando de casa para sala de estar.

Sr. Alicia: O Dilan está lá no quarto dele, vou chama-lo, mas antes só gostaria de avisar que vou ter que sair para trabalhar agora, então juízo vocês dois, ok? – Ela diz com um grande sorriso.

Julie: Sim senhora. – Digo retribuindo o sorriso.

Ela sobe a escada e alguns minutos depois ela desce acompanhada do Dilan.

Sr. Alicia: Bom vou ter que ir agora meus amores, juízo Dilan. – Ela diz já indo para porta.

Após a Sr. Alicia sair o Dilan ou melhor o idiota do Dilan resolve falar algo.

Dilan: Bom agora somos só nós dois, vem vamos para o meu quarto para começarmos logo com isso. - Ele disse meio impaciente.

Julie: O que? Para o seu quarto? Eu acho que na sala já está de bom tamanho.

Dilan: Qual foi? Para de ser teimosa, vamos logo.

Julie: Não. – Digo cruzando os braços, ele acha realmente que eu não sei de suas intenções.

Dilan: Posso saber o porquê disso? – Ele pergunta curioso.

Julie: Simples, porque eu não confio em você. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Biejinhos - Rai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...