História Meeting - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~theparrilland

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Emmaswan Reginamills
Visualizações 344
Palavras 2.961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá...
Mais um capitulo para vocês....
Bom vamos lá.. Emma e Regina vão começar com uma amizade, nenhuma das duas sabe o que sente, ao menos não no meu ponto de vista...

Espero que gostem...
Boa leitura.

Capítulo 10 - Capitulo 10


A semana para Regina começou agitada, no trabalho mal teve tempo para comer e nem falar direito com Emma, a loira tinha mandado mensagens perguntando como ela estava e se tinha conseguido dormir, fora difícil para a morena no inicio, mas assim que fechou os olhos e dormiu teve um sono tranquilo.  O relógio marcava 4:40pm, era para Regina ter saído da livraria a quarenta minutos, respirou fundo, hoje fora um daqueles dias puxados.
Na hora do almoço comeu o mais rápido que pode, acabou recebendo uma mensagem de Lexa, a sua outra colega virtual, estava ansiosa para chegar em casa e mandar fotos e conversar com Regina, a morena não estava muito animada, depois que se afastava um pouco das pessoas era difícil retornar ao que era antes. Conversou com Emma, dizendo apenas que estava bem e que quando chegasse em casa ligaria para ela.
Saiu da loja indo até o seu carro, Ewan estava parada no mesmo, Regina olhou para ele, incrédula como quem vira algo ruim, e de fato era

 

- O que está fazendo aqui Ewan? No meu trabalho?

 

- Vim conversar – Deu de ombros cruzando os braços

 

- Eu não tenho o que conversar com você – Abriu a porta do carro e entrou, o menino continuou do lado de fora, rindo

 

- Acho que não conseguirá sair do lugar Regina

 

- O que você fez com o meu carro? – Perguntou abrindo o vidro da janela

 

- Eu? Nada, mas acho que o pneu furou – Ao ouvir aquilo Regina saiu do veículo    e viu o pneu dianteiro murcho, balançou a cabeça incrédula

 

- Não acredito que você foi capaz de furar o pneu do meu carro, Ewan isso é muito baixo – Balançou a cabeça, estava irritada

 

- Eu te levo para casa, conversamos

 

- Não, eu vou te denunciar, você furou o pneu do meu carro

 

- Me denunciar? Regina, quem vai acreditar que eu furei teu pneu? Sério mesmo entre no carro, eu te levo pra casa e peço para o guincho vim buscar – Regina o encarou, tinha marcado de conversar com Emma por vídeo as 5:30pm, já era quase 5:00pm, ir de ônibus iria demorar muito e estava cansada

 

- Eu vou com você, mas você vai pagar o estrago que você fez e quero o meu carro em minha casa a té amanhã de manhã e pode ter certeza Ewan que se ele não tiver lá, você irá se arrepender – Falou passando pelo rapaz e entrando no carro dele do outro lado da rua, entrou e fechou a porta, pegando o celular e mandando uma mensagem para Emma

 

“Vou me atrasar, tive um “problema” com o carro, estou furiosa. – RM”

 

Ewan entrou no carro e o ligou logo fazendo o veículo andar. Regina estava inquieta, não queria estar com ele naquele momento, ou em momento algum, estava confusa e Ewan não lhe dava espaço algum

 

- Regina, sei que disse que iria esperar teu tempo, mas eu não consigo viver sem você, Regina, me dá uma chance – Falou olhando para a morena, ela suspirou, colocou o dedo na boca roendo a unha, fazia isso quando estava nervosa – Não precisa ficar nervosa Regina, nós podemos só tentar – Disse encarando a menina, porque ele tinha que conhece-la tão bem?

 

- Ewan, eu quero espaço, e não vai ser você fazendo isso com o meu carro que eu vou te dar mais uma chance, quero espaço Ewan, e espaço significa ficar um pouco longe de você e pensar em tudo. Muita coisa aconteceu, eu estou chateada ainda – Suspirou, sentiu uma vibração na mão, olhou para o celular e o nome de ‘Emma’ piscava, olhou para Ewan, agora olhava para ela

 

- Não vai atender? Pode ser a sua mãe – disse

 

- Quem garante que é ela? Pode ser outra pessoa – ele bufou e aquilo deixou Regina furiosa

 

- Você não é um tipo de pessoa que tem amigos Regina, a não ser Callie e a mim – Sorriu, Regina sentiu vontade de socar a cara de Ewan, aquilo lhe irritou, apertou em ‘atender’

 

- Oi meu anjo – Disse com a voz um pouco mais aguda que o normal

 

- Regina? É a Emma

 

- Sim, meu anjo, eu vou me atrasar um pouco pois tive problemas com o carro, mas ainda vamos nos encontrar, certo?

 

- Regina, aconteceu alguma coisa?

 

- Sim, quando nos encontrarmos eu te explico melhor, hoje as 6:00pm?

 

- Tudo bem, as 6:00pm eu te ligo por vídeo chamada

 

- Tchau meu anjo, até daqui a pouco – Disse deligando sem dar chance de Emma responder. Bloqueou o celular e olhou para a janela, Ewan a encarava

 

- Quem era?

 

- Ewan, você não me conhece, não mais, se acha que Callie é minha única amiga ou que você é ou melhor foi o único homem em minha vida, está muito enganado. – O carro parou, Regina tirou o cinto e saiu do carro – Quero o meu carro aqui hoje, posso fazer você se arrepender – Falou batendo a porta e indo para casa o mais rápido quer pode, estava tremula, Ewan a tirava do sério e quase nunca falava assim com ninguém, odiava mentiras. Entrou em casa e fechou o portão. Respirou fundo, correu para dentro, entrou em seu quarto e fechou a porta, nem sequer notou que lágrimas caiam, limpou o rosto e deixou a bolsa em cima da cama, pegou a toalha e o pijama e foi direto para o banheiro.
Tomou um banho quente, estava calor mas seu corpo estava tenso. Relaxou um pouco mais, lavou o rosto e nem imaginou que chamara Emma daquele jeito. Respirou fundo saindo do banheiro já vestida.

 

- Oi Regina, chegou tarde, cadê o seu carro? – Cora perguntou olhando para a filha

 

- Ewan apareceu e furou o pneu do meu carro

 

- Porque ele fez isso?

 

- Para chamar minha atenção – Respondeu bufando e Cora sorriu – Porque você está sorrindo? Isso não tem graça, foi inconsequente, eu vou para o meu quarto, emma vai me ligar e eu preciso conversar com alguém que não ria dessa palhaçada do Ewan

 

- Emma? A menina que conheceu pela internet?

 

- Sim, diferente de todo mundo, ela não vê Ewan como um santo

 

- Regina, foi apenas um erro que o menino cometeu, vocês são jovens

 

- Tá bom, mãe. Eu estou cansada, preciso descansar, boa noite. – Falou passando pela mãe e entrando no quarto.

 

[...]

 

- Emma, me desculpa mesmo ter agido daquele jeito – Regina pedia desculpas pela terceira vez, contou a loira tudo o que aconteceu e Emma foi muito compreensível, gostara de como a morena a tinha chamado, Regina até parecia mais leve

 

- Já disse, não tem o porquê se desculpar, e quando precisar estarei aqui.

 

- Você é um amor – Falou se cobrindo

 

- Eu sei – Emma fez o mesmo, ambas estavam deitadas em suas camas

 

- Convencida. – Regina sorriu – Acho que estou com sono, preciso dormir para vê se essa raiva do Ewan passa

 

- Tudo bem.  Eu te mando uma mensagem de boa noite

 

- Acho que vou precisar, vai ser difícil dormir

 

- Tudo bem Regina. Até daqui a pouco

 

- ´Até – Disse desligando o vídeo, desligou o macbook e colocou de lado, não jantou aquela noite, estava sem fome. Pegou o celular colocando para despertar quando recebeu uma mensagem de Emma

 

“Já está deitadinha né? – ES”

 

“Sim, estou, deitadinha e coberta, porque? – RM”

 

Não obteve resposta por mensagem, ao invés disso recebeu uma ligação

 

- Oi, está com saudades da minha voz? – Regina disse sorrindo

 

- Não, mas vou fazer você dormir mais tranquila hoje

 

- Como? Vai me ninar? – disse sorrindo

 

- Bom, lá vai – Emma respirou fundo – “Feche os olhos devagar, tente pensar naquilo que te faz feliz.
Você é tudo o que há de bom em mim, e com você eu sei apenas sorrir.
Olhe para o céu, veja as estrelas brilhando para você, elas brilham como o meu olhar quando olho para você.
A minha noite fica melhor quando estou com você, quando escuto a sua voz e te faço sorrir.
Agora, feche os olhos e tente dormir, tente dormir pois quando acordar eu estarei aqui, estarei aqui.”
Boa noite Regina. – Encerrou a ligação, Regina respirou fundo, colocou o celular no criado mudo ao lado da cama, se enrolou no cobertor e pegou no sono.

 

[...]

 

Na manhã seguinte Regina nem acredita que Emma tinha cantado para ela, Emma Swan cantou para ela dormir, e realmente Regina conseguiu dormir super bem, quando saiu para fora de casa o carro estava na calçada e o pneu estava novo, Regina rolou os olhos, Ewan era um idiota. Levou Agnes para a escola e foi trabalhar.
O dia tinha sido bom, não tão corrido como no anterior, almoçara com Callie e contou a amiga o que aconteceu, Callie jurou que socaria o nariz de Ewan caso ele aparecesse. Regina riu da amiga e balançou a cabeça sabendo que a mesma não faria isso, Se Callie quebraria uma unha sequer que já fazia drama, imagina socar a cara de alguém.

Voltaram para o trabalho, e depois Regina fora para casa, estava cansada dessa vida monótona, precisava fazer algo para se distrair. Não falara com Emma direito, a loira estava ocupada no trabalho e prometeram conversar a noite.

 

- Regina hoje eu vou sair, vou me encontrar com Leopold, pode cuidar de Agnes?

 

- Tá – Respondeu – Dê a janta dela, eu vou tomar um banho. – Falou deixando a bolsa no quarto e indo para o banheiro. Sua mãe saia todo final de semana, e ainda era terça feira, pelo visto a semana de Cora Mills seria mais interessante que a de Regina.

Depois de tomar banho saiu indo para o seu quarto escutou a voz de Agnes lá dentro

 

- Sim, eu sou mais legal que a Regina mesmo – Regina estranhou, com quem Agnes estaria falando, se aproximou as presas ao escutar o restante da conversa – Você tem uma voz engraçada, Emma – Riu, Regina arregalou os olhos e entrou no quarto

 

- O que você está fazendo Agnes? – Regina entrou no quarto

 

- Falando com Emma – mostrou o celular que Regina pegou de sua mão – me deixe despedir dela

 

- Não, saia daqui, vá jantar

 

- Mas eu não me despedir, e você fala que é falta de educação fazer isso

 

- Ela nem quer falar com você, agora saia, já disse para não mexer em minhas coisas

 

- Estava tocando, varias e várias vezes. Zelena queria atender

 

- Tudo bem, obrigada. – Ao menos fora Agnes se fosse Zelena poderia ser pior – Diga tchau e vá jantar – entregou o celular para a irmã

 

- Tchau Emma, até mais, beijos e boa noite – Falou entregando o celular para Regina e saindo do quarto, a morena revirou os olhos

 

- Desculpa por isso, eu estava no banho

 

- Não precisava tratar sua irmã assim Regina, ela só atendeu porque eu liguei

 

- Ela sabe que não gosto quando ela atende meu celular. É uma coisa pessoal

 

- Sei Regina Mills. Sua irmã parece legal, sabe o que ela me disse? – Um arrepio percorreu a espinha de Regina, ela apenas respondeu um “Hum”  - Quem a Lou baba quando dorme – Falou sorrindo, Regina queria nesse momento matar Agnes e morria de vergonha, ela não babava, só acontecia as vezes quando estava muito cansada, revirou os olhos, conversaria com Agnes depois

 

- Muito engraçada, ela está mentindo. Mas então como você está? – Tentou desconversar

 

- Estou bem, e você? – Regina suspirou aliviada, Emma mudara de assunto

 

- Estou bem, dormir muito bem aliais, afinal você cantou para mim – Sorriu com a lembrança

 

- Agora você está me deixando com vergonha, Mills

 

- Essa era a ideia. – Ficaram conversando por mais alguns minutos e os minutos se estenderam para duas horas, olharam no relógio e já tinha se passada das 9:00pm, se despediram e desligaram com a promessa de que se falariam no dia seguinte.

 

[...]

 

As semanas se passaram rápidas demais e com isso o mês de Outubro se fora.
Regina estava saindo da loja com o vestido na mão junto com Agnes quando avistou Ewan do outro lado da rua, fingiu que não o viu, ele não tinha perturbado mais a garota, tinha finalmente lhe dado espaço aquelas semanas, ao menos até aquele dia, ele caminhou até o carro de Regina

 

- Sem furar meu pneu dessa vez Ewan? Está evoluindo – disse ríspida, o menino balançou a cabeça e sorriu

 

- Ewan – Agnes correu até ele lhe dando um abraço

 

- Agnes que tal chamar a sua irmã para tomar sorvete – Disse olhando para a garota e depois para Regina

 

- Estamos com pressa, tenho um compromisso hoje

 

- Não tem não, emma pode esperar sua ligação por um dia Regina – Disse encarando a irmã

 

- Emma? – Ewan perguntou olhando para Regina, Regina queria matar Agnes e sua boca grande

 

- Ninguém que você conheça.

 

- Vamos tomar um sorvete, é aqui na esquina, nem vai demorar – disse segurando na mão de Agnes, Regina não tinha muita escolha, acabou travando o carro e acompanhando os dois um pouco mais atrás. Ao entraram na sorveteria Agnes escolheu um Sundae, o maior que tinha, aquela menina gostava de comer besteira. Regina e Ewan pegaram uma coca-cola, pegou o celular e mandou uma mensagem para Emma

 

“Agnes fez o favor de me fazer vim tomar sorvete com Ewan, te chamo quando chegar em casa. Beijos – RM”

 

Bloqueou o celular, Emma não estava. As duas se falavam por vídeo ou ligação todas as noites, já fazia parte da rotina de ambas. Estavam cada vez mais próximas. Conversavam sobre o casamento que estava se aproximando, as vezes Agnes falava com emma também, Zelena várias vezes pegara as duas se falando e até disse um vez “Boa noite Emma.” As coisas estavam indo bem. Lexa tinha aparecido e falava com Regina toda manhã e noite, elas compartilhavam mais coisas que gostavam, não era como Emma, mas era legal ter a amizade de Lexa também, assim não se sentia tão sozinha.

 

- Regina, como você está? – Ewan lhe tirou de seus pensamentos

 

- Estou bem Ewan, muito bem

 

- Isso é bom. Estava pensando de ir ao cinema com Ethan, vamos também, Agnes vai gostar de assistir Eclipse – disse rindo para Regina e Agnes abriu um sorriso enorme

 

- Vamos Lou, por favor? Sabádo não vamos fazer nada mesmo, por favor

 

- Vou falar com a nossa mãe Agnes, talvez, está muito em cima da hora

 

- Você não quer sair nos sábados ´porque fica conversando com Emma até tarde, custa sair um dia comigo? – Disse quase chorando, Regina respirou fundo

 

- Agnes não diga isso, ok. Vou pensar

 

- Quem é Emma?

 

- Amiga da Lou – Agnes respondeu

 

- Eu vou pensar. Agora vamos, não avisamos a Cora que estaríamos aqui e preciso ver as coisas do casamento, é no domingo

 

- Eu acompanho vocês até o carro – ele disse, se levantou e foi pagar a conta, Regina foi com ele e pagou o sorvete e seu refrigerante, embora Ewan insistia em pagar

 

- Não somos mais namorados Ewan, não precisar pagar nada para mim, aliais você sabe que não gosto disso, eu consumir, eu pago. – Falando isso pagaram e caminharam até o carro de Regina, Agnes abraçou Ewan e entrou – Obrigada por ter feito minha irmã ficar com raiva de mim

 

- Eu não fiz nada, você que não quer sair com a gente, prefere ficar com essa Emma. Quem é Emma?

 

- Uma amiga, eu já disse. – Ewan se aproximou e Regina ficou tensa, odiava quando ele fazia isso, o cheiro do perfume inundou suas narinas, era bom, muito bom, amava os perfumes de Ewan

 

- Pode ser, mas acho que sua amiga não faz isso certo? – Tocou no rosto de Regina e a puxou para um beijo, um selinho, Ewan tocou em sua cintura e deu um leve aperto levando as mãos para as costas da morena e acariciando ali fazendo Regina arfar, ao fazer isso os lábios ficaram entreabertos e Ewan aproveitou para aprofundar o beijo, Regina estava zonza e o coração estava acelerado, gostava muito dos beijos de Ewan, ele sabia como beijá-la, se afastou depois que Agnes começou a gritar e a bater palmas, Regina abaixou a cabeça tirando a mão de Ewan de suas costas, o empurrou devagar e entrou no carro passando a língua nos lábios. Ligou o carro e saiu dali o mais rápido possível

 

- Vocês voltaram?

 

- Não Agnes, Ewan me beijou eu não o beijei

 

 - Eu vi você beijando ele – Regina revirou os olhos, o semáforo ficou vermelho, aproveitou para pegar o celular tinha uma mensagem de Emma

 

“Tudo bem, quando chegar avise para nos falarmos, tenho uma coisa ara te contar. – ES”

 

Regina colocou o celular no colo e voltou a dirigir, em cinco minutos chegou em casa. Estacionou o carro na garagem e pegou o vestido dando a bolsa para Agnes. Pegou o celular e ligou para emma enquanto ela entrava em casa, a loira atendeu no segundo toque

 

- Oi, eu acabei de chegar – disse suspirando – Vou tomar um banho e ai você me conta o que tem para me contar

 

- Tudo bem, Regina.... – Parou de falar ao escutar os gritos de Agnes – Sua irmã está bem?

 

- Sim, está falando para minha mãe que tomou um Top Sundae, ela fica elétrica com sorvete – sorriram

 

- Mãe a Regina beijou o Ewan na boca, eles se beijaram muito mãe – Agnes disse gritando e Regina fechou os olhos, sabia que a mãe faria perguntas e não queria isso, estava confusa demais, era mais fácil quando fingia que Ewan não existia

 

- Emma eu... – Parou de falar ao perceber que a ligação tinha sido encerrada.


Notas Finais


até mais... Não me matem..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...