História Meeting with the enemy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grace Phipps, GRAY, Jay Park, Mamamoo, Originais
Visualizações 8
Palavras 562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hello :3

Capítulo 1 - Capitulo 1


Hoje não é o melhor dia da minha vida e sim o pior, o enterro do meu pai, machuca tanto perder uma pessoa que ama, parece que foi ontem, que viajamos ele gostava muito de conhecer novas culturas e, puxei isso dele {risos} vou sentir tanta falta dele, eu me arrependo por não ter dito que o amo.

Eu só queria dizer que amo, mas isso é tarde demais, minha mãe fala que ele sabe que o amo, eu não consigo acreditar por completo, eu queria abraçar ele e falar que amo tanto agradecer por ter me ensinado tudo, por ter me amado, por ter cuidado de mim, eu e minha mãe nunca fomos tão próximas como eu era com meu pai. Mas vou tentar ser, ele tinha planejado a viagem para eu tentar me aproximar dela mas ocorreu esse acidente, antes de nós entrarmos no carro meu pai estava com cara de assustado, parecia que tinha acontecido algo.

Eu pensei  em algo antes achava que era maluquice mas se não fosse um acidente e sim um assassinato? ou posso estar louca?eu não vou sossegar tão cedo, vou descobrir a verdade  se foi mesmo um assassinato eu vou descobrir o culpado.

Preciso falar com a minha amiga antes que eu vá para Seul, uma parte de mim vai sentir falta daqui a outra quer ir embora, minha irmã falou que vai ser bom ir embora, recomeçar, esquecer disso, ela achou um absurdo quando falei que alguém pode ter assassinado, nosso pai e falou para eu parar de pensar nisso, isso é difícil e, acabei brigando com ela sobre isso. Preciso procurar alguma pista, mensagem sei lá

Me levanto da cadeira e vou direto para o escritório do meu pai, faz muito tempo que não vou lá, vou na mesa e, vejo vários papeis, mas nenhuma pista, e sem querer eu deixo cair um celular, nunca tinha visto ele, e fui ver, meu azar que tinha senha eu tentei descobrir, mas não consegui, infelizmente

Quando fui tentar de novo, ouvi passos e guardei o celular no meu bolso e abriram a porta e vi que era minha mãe

- Filha por quê está aqui?

- Porque...queria ver esse escritório de novo e pegar algo para lembrar dele digo com um pouco de medo

- Filha não está aprontando né? Espero que não

- Caro que não estou aprontando mãe, vou pegar algo e depois saio daqui

- Está bem então, não esqueça que de arrumar suas coisas

- Não vou, mãe eu te amo e não precisa esconder o que sente, se quiser falar estou aqui

- Filha eu te amo tanto, meu coração dói tanto, eu perdi o amor da minha vida não sei o que fazer agora

Quando vejo minha mãe chorar, machuca meu coração não gosto de ver ela assim

- Mae, isso dói   mas essa dor vai diminuir, vou estar aqui com você, pra sempre

- Eu também, te amo filha, agora vamos sair daqui vou te ajudar arrumar sua mala e vou ficar bem agora seu pai está num lugar melhor

- Sim, mãe ele está, vamos arrumar a mala até eu não querendo

- Para de ser preguiçosa {risos}

Ela me puxa para fora do escritório e fomos arrumar as malas, conversamos, cantamos isso foi bom, primeira vez que tenho um tempo com ela, eu amei isso


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...