História Meio Irmão - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jung Su-min, Jungkook, Kim Mi Sun, Rap Monster, Suga
Exibições 37
Palavras 2.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Knowing Jin and the revelation of Jungkook.


Fanfic / Fanfiction Meio Irmão - Capítulo 6 - Knowing Jin and the revelation of Jungkook.

Ele estava perto demais, e o meu coração estava à mil agora, ainda mais com o sorriso de lado e travesso que ele tinha nos lábios, que eu não parava de olhar. Mas depois eu me toquei, que ele não gosta de mim e só quer me usar "não sei pra que, mas ele quer me usar".

Então eu só abaixei a cabeça um pouco triste, mas não deixei transparecer isso.

Me solta Jungkook- eu disse baixo, colocando as minhas mãos no peitoral dele e empurrando o mesmo de leve.

Por que eu deveria?- ele me puxou ainda mais e sussurrou no meu ouvido.

Você tem namorada, nós somos irmãos agora e você disse que nunca ficaria com alguém como eu- eu olhei no fundo dos olhos dele, sem expressão no rosto, fazendo o sorriso do mesmo sumir.

Você é chata em- ele me soltou um pouco frustrado.

Você é mais- eu continuei sem expressão, e depois de dizer isso olhando pra ele, eu passei pelo mesmo e comecei à ir na direção da nossa casa.

O caminho todo eu passei de cabeça baixa, com vontade de chorar, mas eu me segurei, mesmo que a minha garganta doesse por isso, eu segurei cada lágrima minha. Até que eu ouvi alguns risinhos vindo do meu lado direito, então eu levantei a cabeça e olhei para a direção dos risinhos, vendo um garoto brincando com algumas crianças.

Eu sorri de leve e fui até lá, me sentei em um banco próximo deles e fiquei vendo o garoto fazer as crianças rirem, e confesso que eu também dei algumas risadas, mas bem baixas, pra não chamar a atenção deles.

Mi Sun-
eu desviei o meu olhar deles e vi o Suga e a Su-Min vindo até mim- até que enfim a gente encontrou você.

O que vocês estão fazendo aqui?-
eu me levantei e fui até eles, vendo que a Su-Min não parecia estar mais bêbada- o que a Su-Min está fazendo aqui?

Não se preocupe, ela não está mais bêbada, eu dei um jeito-
Suga disse meio ofegante, como a Su-Min também estava.

A gente estava procurando você, mas finalmente a gente achou-
ela levantou os braços pra cima, como se dissesse "aleluia".

Nós ficamos preocupados, afinal, o Jungkook está lá na balada se divertindo, então a gente achou meio estranho não termos te visto lá também-
Suga apontou o seu polegar pra trás, me fazendo concordar de leve com a cabeça, mostrando que eu estava entendendo.

Eu só estava vendo aquele garoto brincar com as crianças- eu olhei para o garoto, apontando para o mesmo e depois olhei pra eles- eu estou bem.

Ainda bem-
a Su-Min me abraçou bem apertado, me fazendo rir um pouco.

Aquele é o Jin?- o Suga disse, fazendo a Su-Min me soltar e olhar para a mesma direção que ele estava olhando- aquele é o Jin.

Jin?-
eu olhei para o garoto que estava brincando com as crianças.

Jin- Su-Min correu até o garoto toda alegre, fazendo o mesmo olhar pra ela confuso mas depois ele sorriu e abriu os braços, recebendo o abraço da Su-Min- meu Deus que saudades.

Eu também senti bastante saudades-
ele colocou a mesma no chão e sorriu, olhando para o rosto da mesma.

Eu e o Suga fomos até eles sorrindo, chamando a atenção do garoto, que sorriu ainda mais quando viu o Suga.

E aí cara-
eles deram um toque de mão e depois se abraçaram.

O que você tá fazendo aqui cara?-
o Jin desfez o abraço, olhando para o Suga.

Eu me mudei pra cá já faz alguns dias- Suga deu de ombros e sorriu de lado.

Jin, eu quero te apresentar a minha nova amiga- Su-Min veio até mim e me fez me aproximar um pouco mais de Jin, que olhou pra mim- Kim Mi Sun.

Oi- eu estende a minha mão pra ele e sorri amigavelmente.

Oi- ele apertou a minha mão e retribuiu o sorriso- Kim Seokjin.

É um prazer Seokjin-
eu desfiz o aperto de mãos.

Bom, pra vocês se conhecerem melhor, vamos para uma pizzaria, que tal?- Su-Min estava bem animada com isso, o que fez eu, Suga e Jin rirmos de leve.

Claro- eu disse sorrindo, depois do Jin se despedir das crianças, a gente começou à andar até a pizzaria, e no caminho a gente conversou bastante.

Quando a gente chegou, a pizzaria estava bastante cheia, então a gente pediu uma pizza para a viagem, depois nós fomos até uma praça de alimentação que estava um pouco fazia e comemos a pizza lá mesmo.

Onde você está morando agora Jin?- Su-Min perguntou, dando uma mordida na pizza dela e olhando para o Jin.

Em um apartamento perto do parquinho que a gente estava- ele deu de ombros e mordeu um pedaço da pizza também- eu estou procurando um emprego pra comprar uma casa só pra mim.

Hum-
ela concordou com a cabeça- e a faculdade?

Eu tentei me matricular na faculdade School Kim's (inventada por mim), mas não deu muito certo-
ele negou com a cabeça um pouco tristonho, mas depois sorriu- mas agora eu vou estudar na mesma escola que vocês.

É colégio Jin- Suga disse com um sorriso, fazendo a gente rir um pouco.

Vocês ainda continuam sendo crianças pra mim- ele riu um pouco e levantou as mãos em rendição.

Só porque você é o mais velho- eu me pronunciei rindo um pouco- fique você sabendo, que idade não é documento tá?

E o que isso tem aver?-
ele olhou pra mim.

Quer dizer que você pode ser o mais velho, mas tem mente de criança- eu fiz alguns gestos com a minha mão direita, fazendo ele rir um pouco.

Olha só-  todos nós olhamos para a direção que vinha a voz e nesse momentos, a gente viu o Jungkook e a Hyomin vindo até a gente.

Essa não- Su-Min sussurrou com tédio na voz, fazendo eu olhar pra ela.

Estou vendo que você está fazendo bastante amigos Mi Sun- Hyomin olhou para todos nós, mas parou o olhar dela em mim e deu um sorriso falso.

É, obrigada por notar- eu retribuir o sorriso, desviando o meu olhar da Su-Min pra ela.

Bom, já que vocês são amigos da Mi Sun, eu vou me sentar e conversar com vocês também- eu arregalou um pouco os olhos, vendo o Jungkook se sentar na minha frente, com a Hyomin do lado dele- eu sou Jungkook.

Kim SeokJin-
o Jin estendeu a mão pra ele e cumprimentou o mesmo.

Min Yoongi pra você- Suga disse com raiva e com os braços cruzados, deixando o Jungkook no vaco com o cumprimento.

Jung So-Min- ela deu um sorriso falso sem mostrar os dentes pra ele e depois voltou à ficar séria.

Essa é a minha namorada, Hyomin- ele apontou para a garota do lado dele, que não parava de encarar o Suga- bom, já que todos se conhecem agora, a gente pode conversar um pouco né?

Claro-
eu responde meio sem graça, enquanto os outros ficavam calados, mas o Suga e a So-Min estavam com raiva, já o Jin estava confuso e um pouco sem graça também.

Que tal conversarmos sobre...- ele deu uma pausa, olhou pra mim e sorriu- o fato de a Mi Sun ser a minha irmã agora?

O que?-
So-Min e Hyomin disseram mais alto que o Jin e o Suga, mas enquanto a Hyomin olhava para o Jungkook, o Suga, o Jin e a So-Min olhavam pra mim.

Eu não sabia que vocês eram irmãos, nem dar pra perceber isso-
Jin ficou olhando pra mim é para o Jungkook surpreso- vocês são tão diferentes.

Então foi por isso que ele te tirou da festa daquele jeito?-
o Suga perguntou pra mim, mas eu não respondi, porque estava surpresa, nervosa e ainda mais sem graça do que antes.

Na verdade...- eu comecei à falar, mas depois parei pra procurar as palavras certas- nós somos meio irmãos.

Por isso são tão diferentes- Jin olhou pra mim, e eu concordei com a cabeça.

O meu pai é noivo da mãe da Mi Sun, e eles vão se casar daqui dois meses- Jungkook começou à explicar, fazendo todo mundo olhar pra ele, mas o mesmo ignorou e continuou olhando pra mim- mas mesmo o casamento sendo daqui dois meses, os nossos pais decidiram morar juntos, e com isso, a gente foi morar com eles.

Eu não entendo, todos esses dias, ele só ficou enxendo o meu saco, dizendo pra não contar pra ninguém-
eu abaixei a cabeça e olhei para as minhas mãos, que estavam entre as minhas coxas- então por que ele está contando agora? E de um jeito tão tranquilo.

E quando você ia contar pra mim em Mi Sun?- So-Min olhou pra mim com os olhos cerrados e com os braços cruzados.

Se o Jungkook não me enchesse o saco por causa desse assunto, eu teria contado pra você à duas semanas atrás- eu sussurrei pra ela, fazendo o número dois com os dedos.

Então é verdade?- Suga olhou pra mim com uma expressão calma.

É-
eu concordei com a cabeça.

Nossa- ele passou à olhar para o nada, surpreso.

Depois disso tudo, o Jin, que tinha acabado de me conhecer e conhecer o Jungkook, estava fazendo perguntas pra mim junto com o Suga e a So-Min, enquanto a Hyomin fazia perguntas para o Jungkook, até que o mesmo se cansou "o que eu acho bom, quem mandou ele fazer graça na frente dos meus amigos?".

Olha gente, eu adoraria ficar aqui e responder todas as suas perguntas- ele se levantou e chamou a atenção de todo mundo da mesa, fazendo os mesmos calarem a boca e seguirem ele com o olhar, que estava vindo até mim- mas eu e a Mi Sun precisamos ir embora agora, o meu pai e a mãe dela devem estar preocupados com a gente.

Mas...-
ele nem deixou eu terminar de falar e já saiu me puxando pra longe de todo mundo.

Tchau gente, até amanhã- ele deu um sorriso falso mas que parecia verdadeiro pra todo mundo e acenou pra eles.

Tchau- eu me virei e acenei também.

Tchau- eles disseram em uníssono e acenaram pra gente.

O caminho todo foi silencioso, a gente andava um do lado do outro, mas ele estava olhando pra frente, enquanto eu olhava para o chão e cantava um trecho de uma música que eu estava compondo, mas sem obter som nenhum.

Dá pra parar com isso?- eu levantei a minha cabeça e olhei para o mesmo confusa.

Parar com o que? Eu não estou fazendo nada- eu disse um pouco frustrada e voltei a olhar pra baixo.

E no momento em que eu ia mexer os meus lábios para cantar a minha música de novo, sem som, ele segurou o meu braço me fazendo parte de andar e olhar pra ele surpresa e confusa.

Fica olhando pra frente- ele segurou o meu rosto e mexeu um pouco a minha cabeça- e para de mexer a sua boca, antes que eu faço algo bem ruim.

Como assim?- eu tirei as mãos dele do meu rosto lentamente.

Você não vai querer saber- ele disse como se fosse óbvio e depois continuou à andar.

Eu segui o mesmo com os olhos, mas depois voltei à andar calmamente atrás dele, observando cada casa que tinha ali. E ficou assim por um tempo, até a gente chegar em casa, ele abriu a porta de casa e deu passagem pra mim entrar, e assim eu fiz.

Entrei em casa, tirei os meus sapatos e fui andando calmamente enquanto mexia um pouco os meus cabelos até a escada, subi a mesma e fui até o meu quarto, fechei a porta e já fui deitando na minha cama com a roupa do corpo mesmo, só pra vocês verem o quanto eu estou cansada.

Hoje o dia foi maluco, só o Jungkook sendo o idiota de sempre é que foi normal hoje- eu fechei os olhos e comecei à pegar no sono- mas até que eu gostei de fazer novos amigos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...