História "Melhores amigos" - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Visualizações 53
Palavras 1.162
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Gente, voltei. Foi mal aí a demora, eu sei que estou de férias, mas as vezes não dá pra postar. Desculpas, eu estou tentando fazer caps maiores, e consegui, e outra notícia, pode ser ruim para algumas pessoas, a fanfic está em reta final. Mas, se acalmem estou com uma em mente, não é continuação, mas acho que vai ficar boa. Quando eu terminar essa, deixo o link da outra, caso alguém se interesse.

Capítulo 24 - Eu já perdi muitas coisas.


Fanfic / Fanfiction "Melhores amigos" - Capítulo 24 - Eu já perdi muitas coisas.

←←Arthur→→

-Você é um safado mesmo.-ela me olhou.-Tem toalhas no banheiro, pode entrar, eu te espero. 

-É claro.-eu entrei, fechei a porta e fui fazer minhas necessidades calmamente. 

-Mas é um viadinho mesmo...-ela entrou. 

-De novo Letícia?-continuei concentrado.

-Cresceu um pouco né?-ela fala olhando fixamente, e depois desvia o olhar pro meu rosto.-Desde aquela última vez que te vi fazendo a mesma coisa. 

-Você nem imagina o que acontece quando ele fica duro...

-Que safado!-tinha colocado a minha calça, mas estava sem camisa.-Meu deus Arthur. 

-Eu disse que ia tomar banho.-e me aproximei dela.

-E você acha que eu não tive essa intenção ao entrar nesse banheiro?

-Eu pensei que você gostasse de me ver pelado.

-Você nem imagina.-me deu um sorriso malicioso.-E nem imagina o que eu realmente queria daquela primeira vez que te vi assim.

-É a mesma coisa que agora?-olhei pra ela, tirei a sua blusa, e joguei pra longe.

-Talvez...

-Vou te fazer mudar de ideia facinho...-e comecei a beijá-la loucamente. Ela logo entrelaçou suas pernas em minha cintura, então ainda nos beijando a joguei na cama. Paramos um pouco pra respirar.

-Me fez mudar de ideia.-se ajoelhou na cama e foi abrindo meu zíper. Ela foi bem rápida, eu já estava de cueca quando me dei por mim.

-Eita, eita que habilidade.-ela me jogou na cama e ficou em cima de mim.

-Eu que comando as coisas por aqui.-e me beijou, deitando em cima de mim. Eu já estava excitado, e dava pra notar. 

 Virei totalmente as coisas, eu estava por cima de Letícia agora. E ela pparecia estar gostando. 

-Parece que o jogo virou não é mesmo?-olhei pra ela embaixo de mim.-Minha querida, sou eu que comando os esquemas.-e tirei o sutiã dela, deixando seus seios á mostra, e que maravilhas.-Parecem ser do tamanho ideal da minha boca.-cochichei no ouvido dela.

-O que está esperando?-me olhou.-Sou toda sua essa noite.-não esperei nada pra fazer o que eu queria, comecei lambendo, mas depois chupando, e ela realmente estava gostando, pude escutar gemidos de satisfação. No seio direito eu tinha a minha mão, que também trabalhava muito. -Desce um pouco Arthurzinho.

-Arthurzinho não é um bom nome pra esta ocasião Letícia.-falei em meio de mordidas em sua orelha.

-Será?-eu estava deitado sobre ela, e Letícia se sentou, se esfregando em mim.-Como pode ver, eu ainda estou de calças.-soltou um sorriso malicioso.-Então eu vou comandar as coisas por aqui Arthurzinho.

-É mesmo?-tirei as calças dela. E ela se virou pra pegar alguma coisa na gaveta de seu quarto. 

-É mesmo.-ela se sentou sobre mim,(apenas de calcinha, e aquela era uma vista divina.)-Agora você vai ficar paradinho aí.-e tirou a minha cueca.-Realmente ele fica bem maior duro.

-Será que cabe em sua boca Letícia?-disse malicioso. 

-Já botei muitos maiores.-ela não esperou nada pra cair de boca no meu membro, e meu deus, caralho ela fazia aquilo muito bem, eu soltei um gemido logo de cara.

-Letícia sua putinha.-ela ouviu e me mordeu, mas até isso foi bom.-Ai que delícia cara. Sua puta gostosa.-realmente, não dava pra se segurar com uma bunda daquelas virada pra você, e eu também fiz alguma coisa, não dava pra só olhar, a gente tem que pegar, bater e fazer de tudo também. Eu já estava atingindo meu climax quando ela parou.

-Meu deus, você se entrega fácil hein.

-Será que você também não está toda molhadinha?-e enfiei a mão dentro de sua calcinha.-Pra que ficar com esse pano molhado? Agora é minha vez.-joguei a calcinha dela pra longe, e mandei minha língua na vagina dela, nunca tinha feito aquilo antes, mas tirei de letra, até porque não tinha como eu não escutar meu nome. Eu logo parei, tinha que ver a cara dela. -Quem é o Arthurzinho agora?- e enfiei de vez meus quatro dedos em seu clitóris, ela gritou de dor e prazer. 

-Arthur seu arrombado do caralho.

-Você que vai ser a arrombada aqui sua putinha.-e fazia cada vez movimentos mais rápidos. 

-Ai meu deus.-ela gemia, e aquilo era um combustível pra mim.-Ai Arthur. Continua, mais rápido.-agora tinha tirado meus dedos e afundado a cabeça no meio de suas pernas.-Eu vou gozar Arthur. ARTHUR!!!-e gozou na minha cara.

-Lambe vai.-pensei que ela ia bater na minha cara, mas ela só lambeu. Letícia cada vez me surprendendo mais.

-Já tá na hora né?-e abriu o pacote de camisinhas, sentou em cima de mim novamente, e colocou a proteção com a boca.

-Você não perde uma oportunidade mesmo...-e a beijei, nos trocamos de posição novamente e agora eu estava entre sua pernas com movimentos de vai e vem.

-A-aaa...

-Você não vai conseguir se sentar amanhã minha querida.

-Então você me ajuda a sentar.-e gemeu mais uma vez, e outra de novo, e de novo...-Mais rápido vai. Me fode com essa pica de aço. 

-Que palavras de baixo calão. -e aumentei a velocidade, aquilo estava ótimo, nós dois gememos juntos.

-Por trás? 

-EITA.-e ela se virou. 

Eu não sabia mais o que nós dois estávamos fazendo, eu me entreguei de uma forma que nunca aconteceu. Eu e ela tínhamos muita intensidade, e era como se nós nos completacemos, nos batiamos, gemiamos, gritavamos sem nos importar com barulho. E aquilo era ótimo, esperei tanto tempo pra fazer aquilo com a pessoa que eu mais amava na vida...

-E-eu vou gozar Letícia.-falei ofegante, e gozei, nesse momento caímos um do lado do outro naquela cama.

-Meu deus.

-Você foi e é maravilhosa.

-Meu deus.-nos olhávamos  ofegantes, até eu a beijar de novo.

-Banho? 

-Com safadesas Arthur? 

-É claro.-é ruim pensar nisso, mas eu só pensava em transar com ela todo momento de minha vida.



Já estavamos com aquele chuveiro ligado, e debaixo dele existiamos nós, as pessoas se beijando e gastando água. Eu já não aguentava mais. 

-Eu vou deixar um oco nesse rabo.-ela estava de costas pra mim, e eu sussurei no ouvido dela.

-Não precisava nem avisar Arthurzão, esse rabo já é seu.

-Oh my God.-não esperei nada pra fazer o que eu queria, e ela logo gemeu, deixando o box todo embaçado.


Não sei se era a água, mas eu estava aliviado e descansado, agora deitado de conchinha, pelado com Letícia. Não sei pra ela, mas pra mim aquela noite iria ser longa...


Demorei a dormir, e quando acordei Letícia estava colocando roupas.

-Ficou cansado de ontem? 

-Quantas horas? 

-11:30.

-Meu deus.-me levantei procurando por minhas roupas, mas só consegui encontrar minha calça, e cueca, eu logo vesti.

-Sua camiseta tá molhada. Pega uma minha.-ela ddisse abrindo o guarda-roupa.

-Letícia tá doida?

-Ah é. Até me esqueci que você é homem.-ela disse.-Talvez sirva.-jogou uma blusa larga e florida pra mim.-Ela fica grande pra mim.-eu vesti e nós saímos daquele quarto.


O pai dela nos olhava com uma super cara, já a mãe bem desentendida, ela não entendia o porquê de eu estar com a camiseta de sua filha, e ter dormido em casa.

-Sim, nós transamos.-o pai dela nos olhou feliz.-Esclarecidos agora? 

-Mas Letícia, você perdeu a virgindade?-a mãe dela perguntou, e acho que ela estava meio atrasada.

-Eu já perdi muitas coisas...-e olhou pra mim.

-Essa é minha filha.

-Você sabia Robson? Meu deus...

-Mãe, tem coisas que as pessoas descobrem...Isso não era nenhuma novidade. 

-As vezes você é muito lenta Heloísa. 





Notas Finais


Gente desculpa se o cap ficou uma bosta, é que realmente cena hot não é minha praia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...