História Melhores amigos para SEMPRE - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Endoskeleton, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Golden Freddy, Jeremy Fitzgerald, Mangle, Marionette, Personagens Originais, Purple Guy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Tags Fnac, Fnaf, Fredica, Puppetxbb, Toy Bonniexbonnie, Toy Foxica, Toy Freddyxjeremy
Exibições 5
Palavras 1.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Alô? Amm, alô alô! Aqui eh a Pantera, trazendo uma fic de FNAF pra vcs. Essas são minhas paixões: SPN e FNAF. Se vc eh como eu, não deixa de dar uma olhadinha na minha outra fic, a "Quem sou eu". Então, até lá embaixo!

Capítulo 1 - Endoskeleton


POV Autora 

Puppet está preocupado. A marionete usa sua máscara para tentar disfarçar mas não funciona muito.

- Hey, o que houve, gigante? - Diz Mangle, com sua voz repleta de chiados que os humanitronics tiveram que aprender a entender. Puppet não diz nada, apenas desvia da garota-raposa que estava pendurada de ponta-cabeça no teto, como sempre.As duas cabeças dela olham confusas uma para a outra, sem entender a reação do maior. 

A marionete vai até sua caixa de música e começa a dar corda. Desta vez ele não queria ouvir a doce melodia, só não queria que os outros o ouvissem chorar. Ele entra e retira a máscara, já molhada pelas lágrimas. Chama uma última vez:

- Endoskeleton! - Mas quem aparece é Ballon Boy.

- Hi! - o garoto diz alegre, procurando Puppet pela sala. Quando se vira para a Music Box, o de olhos negros já trancou a tampa por dentro. - Ballons?

- Hoje não, Ballon. - A marionete de roupas negras responde com voz grave, para que o pequeno não perceba que ele está chorando.

- Posso entrar? - ele diz, tentando olhar pela fechadura.

- Eu disse que hoje não, Ballon! - Dessa vez sua voz sai chorosa. BB percebe e decide ir embora, enquanto Puppet abraça suas longas pernas e chora.

------------------------------

- Sou o ho-mem púrpura,

Venha ver o show rolar!

Jogue as luzes sobre mim,

Eu estou pronto

Prosseguir!

O homem cantarola com sua voz grave e rouca.  Após conectar os últimos fios, dá dois passos para trás e admira a animatronic. É uma gata bicolor, negra com  parte do rosto, a ponta das patas e o peito peludo e fofo brancos. Entre suas orelhas, uma mecha de cabelo roxa que lembra uma franja esconde um pequeno botão giratório. Purple Guy gira ele várias vezes para um lado e para o outro, em um padrão confuso, e dois traços brancos surgem nos olhos negros da animatronic.

- Atenção! É perigoso e proibido alterar as configurações dos humanitronics e animatronics. - Uma voz robótica sai da máquina. - Para sua segurança, vá até um dos funcionários da Freddy Fazbear's Pizza e informe sobre o problema com a animatronic Kate the kitty. A Fazbear Entertaiment não se responsabiliza por danos, ferimentos, mutilações ou...

- Tá, já sei, já chega! - O homem de uniforme roxo volta a mexer no botão e a cantar.

- Tudo é púrpura!

E eu vou te fazer chorar!

- Modo de edição.

- Habilitar missão.

- Missão pré-programada habilitada. Reiniciando em 1 minuto. – A voz robótica diz pausadamente. 

Purple Guy leva Kate até o lado de fora da Safe Room e vai embora. 

------------- De tarde --------------

Está acontecendo uma festa no restaurante, provavelmente a última, já que o estabelecimento fechará em alguns dias. De repente, é anunciada uma surpresa: a família Fazbear ganhará mais um membro! Não será uma humanitronic, mas uma animatronic, assim como no antigo Freddy Fazbear Family Dinner. Puppet ouve a notícia enquanto se apresenta para as crianças, e por um instante seu sorriso estático pareceu ganhar vida. (N.A. : Ele tá de máscara mas ela não tem as duas linhas azuis pra n assustar as crianças. ) 

- Oi! Sou Kate the kitty! Quem quer um abraço? – Diz a gatinha, sentada no chão da Kids Cove. Seus olhos são roxos, mas a pupila é ovalada, mais vertical que a pupila dos humanitronics, lembrando um pouco a de um gato de verdade. Uma criança se aproxima receosa, e Kate abre os braços. – Vem, não precisa ter medo! Vamos brincar! – ela sorri mostrando seus quatro pequenos caninos, bem menores que os dentes de Mangle. O garotinho se aproxima um pouco mais e estende a mão na direção da gata, que encosta o focinho nela. Ele leva a mão até a franja roxa e começa a acariciá-la, fazendo a animatronic ronronar. O menino acha engraçado e continua se aproximando sem parar o carinho, e logo senta na perna direita de Kate. Ela liga seu sistema de aquecimento, e logo o metal frio fica quentinho como um gato de verdade. O pequeno adora a novidade, nenhum humanitronic consegue fazer isso, e se aconchega na animatronic, acariciando o peito peludinho e ganhando um abraço. 

- Agora eu vou ir ver o Puppet, mas volto daqui a pouco! Me espera? – pergunta o menino. 

- Se você quiser, eu posso ir com você! – ela responde com voz doce. 

- Claro que eu quero! Que legal que você pode sair daqui! 

A gata robótica é visivelmente menor que um adulto, o que a torna menor até que os Toys. Mas ainda é mais forte do que um humano, e pega a criança com grande facilidade, levando-a no colo até perto da Music Box. O funcionário responsável por controlar a marionete saiu para lanchar, deixando um pequeno papel em cima da caixa. 

“Puppet está dormindo! Mais diversão está por vir, espere apenas 5 minutos e ele vai acordar!”

O garoto caminha até a Music Box e vê o bilhete, ficando decepcionado. Ele se vira e caminha na direção oposta, mas é parado pela robô. Seus olhos negros tem apenas dois traços brancos no centro, o que a deixa assustadora ao invés de amigável. De suas patas macias agora saem garras curvas e afiadas, que brilham na sombra que ela projeta na parede. 

- Ei, ainda não terminamos de nos divertir! – Diz, com uma voz robótica distorcida. Seus caninos saltam para fora, maiores e mortais, e o resto de sua boca fica repleto de dentes pontiagudos. Ela avança na direção do garoto para dar uma mordida em sua cabeça, Puppet tenta puxá-lo para dentro da Music Box mas não é tão rápido, o garoto é ferido gravemente, toda a sua testa foi arrancada brutalmente e é possível ver seu cérebro jorrando sangue. O pelo branco tornou-se vermelho, e mesmo as listras brancas da roupa quase toda negra do humanitronic estão manchadas. Enquanto ele abraça a vítima inconsciente, duas listras azuis-escuras surgem em sua máscara, logo abaixo dos olhos, e por baixo desta, o azul das lágrimas mancha o rosto pálido. 

- Emillye... – Ele diz, entre soluços. 

 


Notas Finais


Nota: o nome das crianças q sumiram e viraram os animatronics n vão ser os de vdd, vão ser os que eu inventar ok?
Um abraço fofo e peludinho da pantera!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...