História Best Friends - segunda temporada - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Anyiinha

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Tags Bangtan Boys(bts), Jimin
Exibições 81
Palavras 902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OINHE GENTE
Eu To sem recados hoje, espero que o capitulo tenha ficado bom, beijos e boa leitura! ^^

Capítulo 5 - Você me trata tão mal...


Fanfic / Fanfiction Best Friends - segunda temporada - Capítulo 5 - Você me trata tão mal...

                      Maria PoV.
~ no dia seguinte de manhã~
Helena me acorda todas as manhãs mas ela não dormiu em casa então eu perdi o meu horário de levantar, assim como Jimin.
Na verdade eu acordei com uma ligação da Ana.
Ligação on
- oi?
- Que oi o quê, é alô, alô alô, To no telefone.
- Bom dia pra você também, Ana Luíza.
- Que voz de sono é essa?
- Talvez, TALVEZ, eu esteja deitada ainda e tenha acordado com sua ligação.
- MEU PAI AMADO! Você acordou às 10:00?
- É isso aí. Qual o motivo da sua ligação?
- Nossa, tá mal agradecida de ouvir minha voz?
- Naaaao, eu To feliz de receber a ligação, mas quero saber porque tá ligando ué. Você quer trazer a Helena agora?
- É sobre isso mesmo que eu quero falar com você.
- Ah é? 
- É. Eu To de saco cheio de você toda hora ficar brigando com o Jimin, de saco absolutamente cheio. E ele não se interessa em parar também então... 
- Então o que, Ana Luíza?
- Eu vou resolver seu problema.
- Eu não tenho problema com isso.
- Tem sim, eu percebi como ele tem tratado você também.
- Ah, eu já me acostumei. Isso não é um problema. Até mesmo porque quando eu To de mal humor trato ele mal também.
- Mas o Jimin não te trata bem mais e você vai conversar com ele como uma pessoa normal...- interrompi ela
- Como se eu fosse uma
- Por isso que você vai tentar ser. 
- Mas eu não estou brigando com ele, ontem viemos conversando normalmente.
- Ah, se você não quer minha preciosa ajuda 2bj e eu vou embora e levo a menina aí 
- Eu quero sua ajuda sim, só que eu ainda não entendi onde você quer chegar.
- A Helena vai ficar aqui a tarde e você vai dar um jeito de agradar esse monstro e a si mesma.
- Você quer dizer que eu tenho que sair com ele?
- É, burra.
- Ata. 
- Eu vou desligar, finja que nem falou comigo. Tchau.
- Bye bye.
Ligação off

Eu levantei, fiz o ritual de sempre, depois desci, fiz café, panquecas, já que eu tava sentindo uma vontade absurda de comer panquecas e do nada Jimin apareceu na cozinha com uma cara de múmia 
JM: bom dia...- disse esfregando os olhos
M: bom dia, meu amor.- falei sem tirar os olhos da minha caneca de café. 
JM: meu amor?
M: é, a definição que a gente usa pra falar de quem a gente ama, conhece?- ele riu
JM: conheço sim," meu amor"- parece que Jimin acordou com um certo bom humor hoje( milagre)
M: bom.... A Ana quer ficar com a Helena hoje não sei porque, então... Eu deixei.
JM: VOCÊ DEIXOU? COMO ASSIM, DEIXOU?
M: tá gritando comigo por que? Deixei sim. 
JM: NÃO SEI COMO ESSA SUA FALTA DE CONSCIÊNCIA "DEIXA" A MENINA FICAR NA CASA DO YOONGI!
M: quer saber, Jimin? Eu já To cheia de você ficar me tratando desse jeito, sinceramente. Isso me parte o coração saber que o homem que eu amo tem a coragem de me tratar desse jeito. Se vire você com seu café, pode comer todas as panquecas, eu não To com fome.- larguei tudo e subi pro quarto. Eu estava chocada como aquela pessoa fofa e agradável de uns anos pra cá virou um idiota por completo. A Ana estava certa, ele tá me tratado de tal forma e eu não considero isso um problema. Parece que hoje não vai dar pra "tirar a tarde com o Jimin", vou pegar a Helena eu mesma e a Ana não vai me impedir.
Eu não escutei barulho de talheres batendo no prato, o fogão acendendo, nada. É como se a ficha do Jimin tivesse caído e ele tivesse percebido como tem agido. Como eu já estava de roupa mudada, peguei minha bolsa e desci as escadas.
JM: onde você vai?
M: meus planos eram sair com você, mas eu não quero mais.- disse sem olhar pra ele
JM: espera, eu quero conversar com você.
M: pois é, mas agora eu não quero conversar com você. Fale comigo quando deixar de ser grosso.- bati a porta e desci as escadas em direção a portaria do prédio morrendo de raiva e tristeza ao mesmo tempo. William, o porteiro, que por sinal era amigo meu e do Jimin, praticamente um primo( pelo fato dele só ter 29 anos), percebeu minha mudança de humor
W: Mabel, está irritada hoje? 
M: estou, William. Muito triste também.- parei e apoiei no balcão 
W: descendo sozinha? 
M: ah, o Jimin é o culpado dessa minha alteração de comportamento.
W: o que ele fez pra senhorita?
M: não me chame de senhorita, você sabe que eu sou sua amiga e não precisa me tratar como qualquer outro morador desse condomínio.- William assentiu- enfim, ele tem me tratado tão mal, pareço empregada dele.
W: acredite ou não mas às vezes ele grita tão alto que daqui de baixo eu escuto.
M: pois é. Eu acho uma estupidez isso. Ele arruma uma algazarra pra tudo.- desencostei do balcão e peguei meu celular indo em direção a portaria- tchau, William, até mais tarde.
W: tchau, Mabel.- sim, ele me chama de Mabel desde que me mudei pra cá.
                 Continua....


Notas Finais


Gostaram? Amaram? Deixem nos comentários sua opinião!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...