História Memoria Perdida - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Tags Inuyasha, Kagome, Perda De Memória
Exibições 42
Palavras 815
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


os personagens de Inuyasha não me pertencem!
mais um capitulo fresquinho para vcs, beijos e boa leitura.

Capítulo 3 - Inuyasha


 

Acho que foi um choque para ela, receber essa noticia assim de cara que sou seu “marido”, devo ter sido muito direto com ela, pois sua cara mostrava perplexidade pela minha revelação, agora já foi, deve ter sido o nervosismo.

Vejo que ela também esta nervosa e surpresa, e nem tentava disfarça, pois se encontrava com os olhos e a boca arregalados na minha direção.

Acho que era muita informação para ela, mas foi ela quem perguntou, só responde.

- Marido! – ela parecia bem assustada.

- sim! Sei que você deve esta um pouco assustada – constatei o obvio.

- Pouco! Eu estou muito assustada, não que eu não goste de saber que sou sua mulher, quero dizer, é bom saber que tenho alguém na minha vida.

- sei, deve ser um choque para você tudo isso, mais eu juro que vou fazer você se lembra de tudo e de nos – falei acariciando sua mão, mais ela as afastou de imediato.

- Olha, você pode até saber quem eu sou, já que eu sou sua esposa, e pode ate me conhecer melhor do que eu agora – ela falou olhando diretamente para mim - mas eu preciso de tempo para poder raciocinar sobre isso tudo – disse gesticulando nos dois com a mão.

             - sim, lhe darei o seu tempo, mas você precisa me incluir nele também, esta bom.

Sei que quando volta a sua memoria, você vai me odiar por ter dito isso.

mais foi preciso.

 Fiz uma promessa a mim mesmo Kagome, eu vou recuperar a sua memoria de qualquer jeito, se eu tiver que passar por cima do meu orgulho, tudo isso por você.

- OK. Presumo que seu nome seja Inuyasha?

- sim, Inuyasha Taisho.

- há quanto tempo a gente esta casados? – pensei um pouco antes de responder, já que para ela, esses dois anos que se passaram, estávamos juntos e não separados.

- Sete anos de casados.

- Nossa quanto tempo, que pena não me lembro de nada. – é claro que você não se lembra, pois esta com perda de memoria sei que ela não fez por mal, mais esse seu jeito inocente de ser me fez sorrir, como os velhos tempos.

Há quanto tempo eu não dou um sorriso, dois anos para ser exato.

O que você fez comigo nesses anos Kagome, posso ter mudado drasticamente, mais é só te ver de novo que meu sorriso volta ao meu rosto, será que eu já lhe perdoei por tudo que tenha feito no passado.

- Eu disse algo engraçado, Inuyasha Taisho? – ela me tirou dos meus pensamentos com a pergunta, e o modo como falou o meu nome, era igualzinho a antigamente. Quando nos brigávamos e ela ficava irritada.

Há como eu senti falta dessa sua cara de irritada!

Ela estava com os braços cruzados, e sua sobrancelha estava franzida  e sua boca estava com um bico, me deu uma vontade louca de beija-la, parecia que eu estava vivendo tudo de novo, como um d’javu, mas controlei os meu instintos de beija-la, mesmo ela pensando que somos casados, não posso ultrapassar a linha de confiança.

- Você não disse nada engraçado, só me lembrei de algo. – ela me olhou desconfiada, mais seus olhos também continham um brilho diferente, logo escutamos a porta sendo aberta, e uma enfermeira, acompanhada pelo medico entrarem no quarto.

- A paciente Higurashi já está com alta, mas se lembrem senhor Taisho, nunca a deixe sozinha, pois muitas vezes os pacientes não aceitam as memorias que estão voltando, também quero que você, Kagome, venha ao hospital todo mês, para exame de rotinas. – o medico deu uma olhada na prancheta nas mãos, enquanto a enfermeira examinava-a. – esses aqui são os medicamentes que ela precisa tomar, por causa da pancada na cabeça – ele me entregou um papel, logo o guardo no bolso da calça. - é só isso, já esta liberada senhora Kagome, tenha uma boa recuperação, ao lado do seu marido, até o próximo mês. – falou se retirando do quarto com a enfermeira.  

- lhe trouxe uma muda de roupa, Kagome. – falei lhe entregando uma sacola, que estava do lado da cama.

- Inuyasha, poderia me levar até o banheiro?

- Sim! Eu te levo. – Falei pegando-a pelo nos braços, e logo me arrependendo em seguida, ela vestia uma daquelas vestimentas de hospitais que pareciam papeis, dava para sentir a sua pele em contato com a minha mão, olho para o seu rosto e o vejo corado.

- Eu poderia andar Inuyasha. – acho que quem estava com o rosto rosado agora era eu. – a ajuda era só para ficar em pé em equilíbrio, mas obrigado.

- Sim desculpe. – falei colocando-a no chão, já dentro do banheiro. – vou sair para fazer uma ligação, em um instante eu volto.

- certo, pode sair Inuyasha, quero trocar de roupa. - acho que estava parecendo um idiota.

- sim, claro, já vou sair!

 


Notas Finais


espero que tenham gostado!

até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...