História Memoria Perdida - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Tags Inuyasha, Kagome, Perda De Memória
Exibições 20
Palavras 937
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltei!!!
espero deixar pessoas muito felizes com mais um capitulo, estou empolgada por isso vim postar, e também por que eu to procurando imagens fofas da kah e Inu e eu me acabo de fofura e isso me dá mais vontade de bostar, se você tiver uma foto de Inuyasha super fofo me mandei, esse autora vai amar muito vcs.
beijos e boa leitura.

Capítulo 6 - Kagome.


Fanfic / Fanfiction Memoria Perdida - Capítulo 6 - Kagome.

 

Eu corria sem parar, queria sair daquele desespero em que eu me encontrava, corria por um corredor escuro, onde dos lados apareciam imagens torturantes para mim, parecia um corredor de um museu cheio de quadro, e os quadros eram as imagens horríveis.

- Parem de me perseguir! – Eu gritava para que as imagens parecem de passar pela minha cabeça.

- Adeus! – Ouço uma voz parecida com a de Inuyasha, vejo um clarão a cega os meus olhos, os fechos e logo abro e me vejo em um quarto, jogado no chão, eu apontava para alguém, que era o Inuyasha, que saia do quarto sem olhar para mim, parecia que eu estava invisível para ele, o meu eu caído no chão chorava e gritava por ele.

Direciono o meu olhar para a Kagome caída no chão, que usava uma camisola um pouco transparente, que mostrava partes do seu corpo.

- Você me prometeu que nunca me deixaria Inuyasha!

“Como assim o Inuyasha esta me deixando, volta aqui Inuyasha, se isso for um sonho eu exijo que me acordem, Inuyasha volte.”

- Inuyasha! – acordo gritando o seu nome, agora estou no quarta da casa dos pais de Inuyasha, toco o meu rosto e sinto as lagrimas descerem, minha cabeça esta doendo, tento me sentar na cama, mas tudo parece girar ao meu redor, fecho meu olhos e logo escuto a porta ser aberta.

Tento me levantar novamente para ver quem é, mas minha cabeça parecia que ia explodir, sinto mão a me ajudar a levantar e me ajudar a se sentar na cama, sinto que essa pessoa iria se afastar de mim, e isso eu não queria, então eu me seguro nele não  deixando ir embora.

- Não me deixe. – eu falo.

- Calma Kagome, eu não vou te deixar. – ele me abraçou. – agora me diga, por que você estava gritando o meu nome? – olha para ele e meus olhos se enchem de agua. – Ei, não chore eu estou aqui agora. – sinto ele limpar as minhas lagrimas e me abraça em seguida, me aproveito de abraço e o puxo mas para mim.

- Eu tive um pesadelo. – falo escondendo o meu rosto em seu peito.

- sobre? – Inuyasha me incentiva a continuar.

- Eu sonhei que estava em um quarto, quase sem roupa no chão e o chamando sem parar, por isso eu acordei gritando o seu nome, mas você não me escutava. – ele me aconchega mais no seu braço e começa a acariciar os meus cabelos.- Parecia tão real, eu pedia para você não ir embora, dizia que você tinha me prometido nunca me deixar. - ele para de acariciar os meus cabelos no momento que eu digo isso, ele parecia tenso como que eu disse. – eu disse algo que te chateou, foi só um pesadelo Inuyasha. – Eu me abraço mais a ele. – Eu sei que você não me abandonaria.

- Você não disse nada que me chateou, eu só me lembrei de que tenho que resolver umas coisas no trabalho, acho melhor você voltar descansar.

- Inuyasha, eu acabei de acorda e para a sua informação eu não sou nenhum urso para esta embernando. – Vejo ele sorrir com o que eu disse.

“Seu sorriso é muito lindo.” 

- Esta bem senhora que não é urso, o que você deseja fazer?

- O que eu fazia antes de perde a memoria, qual era o meu Robe?   

- O seu Robe, bem eu sempre te encontrava na cozinha fazendo algum prato especial ou no jardim.

- quer dizer que eu cozinhava, mas eu nem me lembro de como é que se frita um ovo. – Inuyasha da uma gargalhada com o meu comentário, não parava de olhar para o seu rosto, com o sorriso os seus dentes ficaram amostra e eles eram bem branquinhos.

“Acho que estou babando.”   

- pois saiba que você era uma ótima cozinheira, fez até um curso de gastronomia.

- Serio? – logo me ajoelho na cama estava muito empolgado para saber mais.

- Sim você amava preparar pratos de comida para mim e eu adorava te olhar fazendo eles, você dançava pela cozinha, tentava me ensinar a fazer algo, era um espetáculo. - Ele sorria enquanto contava, parecia viver aquilo de novo.

-  Eu queria me lembra disso, desses momentos de nos dois. – falei tentando imaginar nos dois juntos, como éramos no casamento ou ate mesmo antes dele, mas nada vinha, eu nem mesmo sabia qual era a sua cor preferida, ele toca de leve no meu braço me despertando dos meus próprios pensamentos.

- O que foi? Do nada os seus olhos perderam o brilho.

- eu só... Inuyasha eu posso lhe pergunta algo?

- É claro.

- Qual é a sua cor favorita? – Vejo seus olhos se arregalarem assustado.

- Que foi, eu falei algo de errado?

- Não eu só me lembrei do dia que a gente começou a namorar, você me fez essa mesma pergunta e a minha resposta foi vermelho.

- posso lhe fazer outra pergunta. – ele só concorda. – como a gente começou a namorar?

- Inuyasha o seu pai... me desculpe eu não sabia que vocês estavam tão juntos, é seu pai esta te chamando é algo sobre a empresa.

 - certo eu já vou, depois terminamos essa conversa. – ele fala beijando a minha testa e saindo da cama. – você poderia ficar com a Kagome mãe?

- é claro será um honra. - E Inuyasha sai do quarto me deixando sozinha com a minha sogra.

“que estranho, eu tenho uma sogra e eu estou sozinha com ela no quarto, Inuyasha volta, eu não conheço a sua mãe, Deus me ajude!”

 


Notas Finais


desculpe os erros se tiver, mais fiquei com preguiça de revisar, espero que tenham gostado do capitulo, tchau e ate o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...