História Memórias - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 119
Palavras 1.061
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction Memórias - Capítulo 8 - Capítulo 8

Sakura despertou com o amanhecer e antes que pudesse abrir os olhos, sentiu um cheiro maravilhoso e familiar: um narciso. Confusa, a garota pegou a flor depositada em seu travesseiro e se sentou no saco de dormir. “Sasuke-kun?”, percebeu Sakura. O saco de dormir do Sasuke que deveria estar ali ao seu lado não estava. Sakura levantou em sobressalto e olhou a sua volta. Onde ele estava? O que poderia ter acontecido? E então a garota olhou para o narciso em sua mão. “Sasuke?!”, pensou, em um misto de incredulidade e felicidade. “Não. Ele… Porque ele faria algo assim?”, mas Sakura sabia que a única pessoa que poderia ter colocado aquela flor ali era Sasuke. Agora tudo só estava mais confuso. Sem saber ao certo para onde ir, Sakura seguiu na direção da qual tinham vindo. Aproximando-se do riacho, Sakura o avistou: Sasuke, agachado na margem do riacho. Lentamente a garota se aproximou. Antes que ela, que estava a uma certa distância, pudesse chamá-lo, Sasuke se levantou e olhou por cima do ombro, diretamente para Sakura. Isso fez com que a garota parasse de avançar. Os dois se olharam um certo tempo. “Você…?”, ao que Sasuke respondeu com um aceno positivo com a cabeça. Um sorriso iluminou o rosto de Sakura, e então ela correu ao encontro de Sasuke, parando a alguns passos de distância dele. Sasuke, por sua vez, virou-se completamente para Sakura. “Mas como?”, indagou, maravilhada. “Eu dormi, e sonhei com Itachi”, começou Sasuke. “E então eu acordei e aos poucos tudo foi voltando”, explicou. “Eu… não sei o que dizer, só sei que estou muito feliz que você recobrou a memória!” e, dito isso, Sakura envolveu Sasuke em um abraço mas, quase que imediatamente, recuou, corada. “Eu… realmente estou muito feliz que você tenha recobrado sua memória, Sasuke. Como se sente?”. “Bem”, respondeu Sasuke. “E por que você deixou o acampamento e está indo na direção contrária de Konoha?", indagou a garota, apontando para a mochila que Sasuke carregava nas costas. “Por que já é de manhã e não precisamos mais ir pra lá”, respondeu Sasuke, dando os ombros. “Ah…”, murmurou Sakura, em um tom surpreso. “Mas talvez seja melhor darmos uma olhada em você, só por precaução... “, e ao dizer isso, Sakura pode perceber a mudança no semblante de Sasuke de tranquilo para descontente. “Você não quer voltar para vila?”, corrigiu-se Sakura. E então Sasuke deu alguns passos à frente, ficando a poucos centímetros de Sakura. “Você quer?”, perguntou ele. Sakura estremeceu. Sasuke havia recuperado sua memória, mas… Sasuke continuava diferente, mas não diferente como quando ele havia perdido a memória. Ela apertou o narciso em sua mão. “Não”, respondeu ela, balançando a cabeça em negativo. Sasuke sorriu de canto de boca. Sakura podia sentir seu coração bater mais forte. Seria possível? “Sakura?”, chamou Sasuke. “Sim, Sasuke-kun?”, respondeu Sakura. “Case-se comigo.”, pediu Sasuke. Sakura sentiu-se como se seu coração tivesse parado por um segundo. “O que você disse?”. “Seja minha esposa”, reelaborou a frase, confirmando o pedido. Sakura levou a mão que segurava a flor ao peito, incrédulo. Sasuke estava propondo? “Foi por isso que eu te pedi pra me acompanhar nessa viagem; eu queria que ficássemos mais próximos e ter certeza de que é isso o que ambos queremos”, explicou Sasuke, percebendo a confusão de Sakura. Por alguns instantes Sakura olhou através de Sasuke, para o riacho, e reparou na água cristalina que refletia a luz do sol. O único homem que ela sempre amou estava agora pedindo-a em casamento, sendo que na noite anterior ele nem ao menos lembrava quem ela era. Sakura voltou seu olhar para os olhos negros de Sasuke. Floresta da morte. O hospital. O banco. O vale do fim. Sasuke sabia exatamente quem ela era e a queria como esposa. Sakura sentiu seus olhos marejarem. “Sim”, sussurrou para si mesma. “Eu aceito me casar com você”, confirmou, agarrando a mão de Sasuke com a mesma mão que segurava a flor. Os dois se olharam nos olhos por algum tempo. Sakura queria gritar de felicidade ao mesmo tempo que queria ficar mergulhada nos olhos de Sasuke. Eles se casariam. Ela não sabia se eles voltariam para Konoha. Eventualmente, eles teriam filhos. Ao pensar nessa possibilidade, Sakura sentiu borboletas no estomago. Sakura sorriu para Sasuke. Ela sabia que o sonho de Sasuke, o verdadeiro sonho de Sasuke, era restaurar o seu clã. E ela, Sakura, o ajudaria nisso. Sakura deu um passo a diante. “Eu te amo Sasuke, e te farei feliz”, sussurrou ela ao pé do ouvido de Sasuke e recuou um passo. Sasuke levantou a mão lentamente em direção ao rosto de Sakura. A garota, percebendo que Sasuke lhe tocaria na testa, seu gesto maior de carinho, fechou os olhos, animada. Mas para a sua surpresa, Sakura sentiu a palma da mão de Sasuke tocar sua bochecha, e então o toque dos seus lábios frios e macios nos dela. Sasuke se demorou um pouco assim, com os lábios pousados nos lábios macios e quentes de Sakura, até que ele escorregou a mão para a nuca da garota o que fez com que Sakura colocasse os braços em torno do pescoço de Sasuke, apertando o seu corpo contra o dele, e entreabrisse a boca de Sasuke com a sua língua. Foi um beijo desajeitado, molhado, doce e salgado pelas lágrimas de felicidade de Sakura. Depois de algum tempo, ambos se afastaram e Sakura enrolou no dedo uma mecha de cabelo rosa. “Então, pra onde vamos?” Sasuke olhou de volta, voltou-se para o riacho e começou a caminhar em direção a outra margem. Sakura o observou por alguns instantes. Ela tinha certeza que ele ainda carregava alguns traumas, e que provavelmente os carregariam para o resto da vida. Mas agora Sakura sentia como se fizesse parte do passado feliz de Sasuke. Como se tudo o que eles passaram tivesse sido necessário para que eles chegassem a esse momento, quando ambos estão dispostos a serem felizes juntos. Sakura soltou o narciso que já estava um pouco murcho e o admirou ser levado pela correnteza. Virou-se para Sasuke, correu em sua direção e agarrou sua mão. Sasuke, que se encontrava um pouco depois do meio do riacho a sua espera, apertou com delicadeza a mão de Sakura e retomou a sua caminhada, olhando para frente. E juntos Sakura e Sasuke chegaram a outra margem.


Notas Finais


Ta aqui o final dessa fanfic e apesar de querer fazer algumas modificações, eu gostei do resultado (inicial)! Adoraria que vocês me dessem o feedback de vocês porque essa é a primeira fanfic que eu termino e publico. É isso. Beijo e valeu por ter lido! Mais fanfics SasuSaku virão. ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...