História Memórias em Branco - BTS (Bangtan Boys;Min Yoongi;Suga) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Suga
Visualizações 13
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura :3

Capítulo 7 - Capítulo 6: O que aconteceu aqui?


P.O. V’s In-Sook

Eu sei que deveria falar com o Namjonnie sobre minha lembrança, mas eu só queria falar sobre isso com o Yoongi, pois foi à ele que eu falei do primeiro fragmento de memória e, conforme o prometido, ele não tinha dito nada aos meninos, eu posso muito bem imaginar o que o Namjonnie faria se eu dissesse “Querido irmão, eu te amo, mas não posso falar sobre o que me lembro com você pois confio mais no cara que você odeia”, ele ficaria louco, e ai matava de vez o Yoongi.

Se pra ele entrar no hospital já era um processo, na minha casa então era uma investigação do FBI. Depois de muito choro meu e dos meninos, convencemos o Namjoon a deixar o Yoongi a entrar aqui em casa, mas como ele é o Namjoon e ultimamente tem sido mais pai do que meu pai, ele baixou algumas leis; nada de visitas depois das dez da noite - e se por acaso depois das dez ele estivesse aqui só ficaria no máximo até onze -, nada de deixar o Yoongi e eu sozinhos por mais de quinze minutos, sem chance de o Yoongi falar algo sobre o meu passado – não que ele quisesse fazer isso né, mas... E muitas outras regras que me fizeram sentir com 7 anos de idade.

Mas já dizia o poeta Fulano-Que-Inventou-Essa-Frase-E-Eu-Colei-Na-Parede: As regras foram feitas para serem quebradas, por isso quando o Yoongi chegou naquele fim de tarde do sábado, eu o arrastei para o quarto junto com o Jimin.

Quando chegamos lá eu os empurrei pra dentro do quarto entrei e tranquei a porta antes que o Senhor Kim Namjoon fosse fazer a “ronda de inspeção” para vigiar Min Yoongi.

-Os senhores devem estar se perguntando o porquê de eu, Lee In-Sook; a garota mais vigiada do país, os arrastei para meu quarto e o tranquei.

-É seria legal saber por que raios você me tirou da frente da tela do meu notebook em pleno sábado – Jimin falou, o Yoongi esboçou um sorriso, mas ficou calado.

-É o seguinte, que o Namjoon não me escute falando isso, mas vocês dois são as pessoas que eu mais confio atualmente, então achei que seria justo dividir com vocês o meu mais novo fragmento de memória.

Os encarei. O garoto mais baixo engoliu em seco enquanto alternava o olhar entre mim e o Yoongi, já o segundo encontrava-se bem calmo, quase pude escutar ele dizendo “ahh é isso?”.

-Desde quando vocês são amigos Hyung?

-Desde que ela começou a se lembrar da vida dela.

-O QUE?!

-Shh Park! O Namjoon pode escutar.

-Lee porque você não contou nada pra gente, pra mim?

-Pera aê. Ela contou pra mim. Eu não conto?

-Não – o Park quase gritou. Porque entre todas as pessoas que você conhece, você contou logo a ele Lee?

-Por que a memória tinha haver com ele, e outra, se eu contasse para você ou qualquer m dos outros vocês não iam deixar eu falar com ele e eu precisava esclarecer umas coisas. –Jimin fez menção em falar, mas eu o cortei e prossegui. - Afinal você vai me deixareu contar do que eu lembrei ou não Park Jimin?

Ele refletiu sobre o que eu tinha dito e depois acenou positivamente com a cabeça. Eu contei a ele sobre meu sonho e eles afirmaram que realmente era uma memória.

-Então – Yoongi começou – Você se lembrou da melhor festa que seu irmão deu na vida dele? Confesso que naquele dia tive vontade de te jogar pela janela com a possibilidade de você contar aos seus pais sobre aquilo – ele sorriu.

Não sabia se sorria ou se achava estranho. O rosado estava tagarelando alguma coisa sobre aquela festa quando ouvimos alguém gritando e o barulho de algo quebrando no andar de baixo.

Eu destranquei a porta o quão rápido fosse possível e corri escada abaixo, quando cheguei ao outro andar eu vi dois garotos encolhidos no sofá, o Jungkook olhando estático para a porta do escritório do meu pai e o Jin chorando que nem um louco. Me sentei perto dele e o abracei.

-Alguém me explica o que aconteceu?

-O Nam-Namjoon-Hyung, ele...

-Fala Jungkook!

-Ele estava conversando com seus pais sobre alguma coisa, ai seu pai se levantou e derrubou a cadeira –ele apontou para a sala de jantar- e veio pra cima do Jin-Hyung com a mão levantada, o Namjoon-Hyung tentou se levantar pra ir defender i Jin-Hyung, mas ele não foi rápido o suficiente e o seu pai deu uma tapa na cara do Seokjin-Hyung, depois disso seu pai foi para o escritório quase arrastando sua mãe e o Namjoon-Hyung.

O que diabos o Namjoon ou o Jin tinham feito para que meu pai chega-se ao ponto de levantar a mão para o Jin?

Vi o Yoongi cochichando alguma coisa com o Jungkook que acenava positivamente ao passo que o Jimin foi para junto do Hobi e do Tae. O Jin chorava mais enquanto revivia o que tinha acabado de acontecer.

-Jin-Oppa, a gente pode sair daqui se você quiser.

Ele assentiu e se levantou e eu o guiei para o meu quarto

-Deita aqui – falei apontando pra minha cama.

Ele se deitou e eu liguei uma música baixinha no som, eu fiquei fazendo carinho no cabelo dele como quem cuida de um bebê.

-Você quer conversar sobre o que houve?

Ele negou, estava incapaz de falar.

-Tudo bem.

Fiquei ali ninando o Jin até que ele pegou no sono depois de chorar tanto.

O que tinha acontecido naquela sala?

O que o Yoongi estava cochichando com o Jungkook?

Aqueles dois não se odiavam semana passada?

No momento tenho muitas perguntas e nenhuma luz das respostas.


Notas Finais


É pequeno?
Sim.
Eu deveria estar tentando escrever mais?
Com certeza.
A terra é plana?
Não duvido de nada.

Eu acho que ficou bem claro no capítulo o que o Namjoon e o Jin fizeram, mas eu gosto de fazer suspense
E caso eu não poste rápido, não desistam de mim
Se lembrem do ditado: Quem é vivo sempre aparece e se não há corpo, não tem morto.

♥Bejus de Arco-Íris♥
♥Vlw, Flw♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...