História Memorias na neve - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Escolar, Revelaçoes, Romance
Visualizações 25
Palavras 673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Mistério, Romance e Novela, Seinen

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Novo capitulo.

Capítulo 2 - Amigo


Fanfic / Fanfiction Memorias na neve - Capítulo 2 - Amigo

O tempo segue e a viajem acaba, chegando assim à próxima estação, que por sinal era extremamente parecida com a anterior. Eu e Mary saímos do trem depois de passar toda viajem conversando sobre várias coisas desde livros até filmes, fazendo-me perceber que nós tínhamos virado bons amigos. Após sairmos da estação de trem, seguiríamos para a escola, andando pela longa calçada que já tinha tido sua neve retirada, mesmo que ainda existissem flocos caindo do céu deixando todo esse trabalho um esforço quase que inútil.

-Se eu não me engano a escola é indo por este caminho.

Aponto meu dedo para o norte e é para lá que seguimos a andar.

Após alguns minutos caminhando pelo que me parecia a direção certa, vemos ao longe um garoto que aparentemente tinha a nossa idade com curtos cabelos castanhos e olhos pretos, que corre até nós demonstrando estar bastante apressado.

- Vocês! Aonde estão indo? Para o colégio de ensino médio do quarteirão?! Podem me ajudar? – Pergunta ele totalmente perdido.

- Calma, Calma! Uma informação de cada vez. Primeiro diga seu nome.

Ele dá um forte suspiro!

-Desculpe.... Estou um pouco agoniado, meu nome é Cleiton, hoje é meu primeiro dia de aula e também nessa parte da cidade, por isso estou perdido e não sei para que lado é a escola. – Esclarece ele.

-Está bem, a gente te ajuda. Nós vamos acabar no mesmo destino de qualquer jeito.

Olho para Mary, ela parecia desconfortável com a presença de Cleiton, não falara nada nem antes nem depois de começarmos a caminhar junto com ele.

-Obrigado pela ajuda de vocês, mas só por curiosidade: faz quanto tempo que vocês namoram? – Pergunta ele com um sorriso malicioso no rosto.

 -O que?! Nós não namoramos, não é Mary?

-Sim... – Responde ela envergonhada.

- Afinal nós nos conhecemos há umas duas horas.

Ela olha para mim com um olhar confuso que em pouco tempo se desfaz.

-Parece que me enganei não é mesmo? Então essa linda moça está livre para pretendentes. – Fala ele enquanto pega na mão de Mary.

-Desculpe, mas você não faz o meu tipo. – Fala ela com um tom de frieza e de sinceridade, fazendo Cleiton cair de cara no chão.

Depois desta cena cômica nós continuamos nossa caminhada, que não se prolonga por muito tempo pois tínhamos chegado à escola e a primeira coisa que percebemos foi a grande quantidade de pessoas no pátio de área aberta sendo separado da estrada apenas por longos muros e um portão que dava entrada ao local. Vários alunos estavam lá, todos com tamanhos e idades diferentes, o prédio possuía dois andares e sua pintura branca era bem-feita e recente.

-Chegamos! Finalmente! – Suspira Cleiton.

Todos seguimos em direção ao prédio, atravessando a rua, e chegando até lá. Após o portão nós tínhamos que passar pelas ‘’milhares’’ de pessoas que ali estavam, conversando, rindo e formando grupos sociais.

-A gente se vê no recreio? – Indaga Cleiton.

Eu confirmo, e entramos na multidão.

Eu fico em pé, parado no meio das pessoas, só que acabo me perdendo de Mary que deve ter seguido um caminho totalmente diferente do meu, mas isso não dura muito pois se ouve o barulho do megafone.

‘’Alunos se dirijam as suas salas conforme está escrito no painel central! ’’

Olho para esquerda e um painel que antes eu não tinha percebido, estava lá com o nome dos alunos e a sala pertencente a eles, me dirijo até ele e procuro meu nome entre tantos outros, mas mesmo com a grande quantidade de letras lá estava o meu, ‘’Oliver Cherman-1° ano C ‘’ e logo abaixo dele tínhamos ‘’ Mary Whealer-1°ano C ‘’, Whealer, esse nome era muito familiar. Penso um pouco sobre esse nome, mas nada me vem à cabeça.

Cortando minha linha de raciocínio, o megafone, mas uma vez é acionado.

‘’ A aula começará em dez minutos. Os alunos que ainda não se dirigiram às suas salas, pedimos novamente sua cooperação ’’

Após ouvir o megafone, vou andando até o 1° ano C.


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...