História Ménage à trois - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hellsing
Personagens Integra Hellsing, Nosferatu Alucard, Seras Victoria
Tags Aluseras, Alutegra, Hellsing, Inteseras, Menage A Trois, Romance, Virgindade
Exibições 26
Palavras 517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal.
Perdão pela demora, tive alguns imprevistos...
Gostei desta parte da Estoria, ela é muito importante para os próximos capitulos.
Divirtam-se

Capítulo 2 - A Transformação


Fanfic / Fanfiction Ménage à trois - Capítulo 2 - A Transformação

Após uma longa batalha Seras se encontra gravemente ferida, e é surpreendida por sua mestra que cuidava de seus ferimentos.

I: – Deixe-me ver isto! Nossa, está bem feio, por sorte você tem agora uma recuperação mais rápida. – Disse com ar sádico, pois achava Seras imunda por ser vampira.

S: – Me-Mestra... Não precisa...

I: – Cale-se!!! Preciso de você inteira para as próximas batalhas. – Disse com ar de comando e ao mesmo tempo demonstrando segundas intenções.

Neste momento retorna a mansão Alucard, que vinha da batalha onde derrotou Walter, que havia se revelado um traidor.

I: – Você demorou vampiro. – Disse com ar de cobrança e satisfação em vê-lo.

A: – Estive envolvido em uma grande batalha contra um excepcional adversário. – Justificou-se.

I: – E então!? – Disse como um líder a solicitar um relatório.

A: – Como todos meus adversários, foi aniquilado. – Disse com decepção, pois tinha grande estima por Walter.

Alucard se aproxima e afaga os cabelos de Seras, que se retira, dando licença sem que fosse necessário pedir, Integra percebe uma face de Alucard que nunca havia visto, o “Dracula Romeno”

*P.O.V. – Seras*

Melhor sair de fininho, não consigo raciocinar perto da mestra, sempre tão sensual com aqueles lindos cabelos loiros e sempre bem vestida, agora o mestre me aparece lindo como um príncipe e com um ar ordinário que eu nunca tinha visto...

*P.O.V. – Integra*

Nesse momento percebi o quanto era lindo aquele vampiro, o verdadeiro DRACULA. Me pus a observar não só sua face, mas todo o conjunto que lhe compunha. A barba por fazer, os cabelos longos e soltos que cobriam de leve a lateral de seu belo rosto, a armadura que enfatizava sua virilidade e presa a ela a bainha de sua majestosa espada.

A: – Mestra venho despido de todas minhas misérias pedir que se junte a mim...

I: – O que!? Está louco!? Eu? Uma vampira – Questionei com ar de sarcasmo e superioridade.

A: – A próxima batalha poderá ser muito longa e não quero encontrar uma velha no lugar de minha mestra quando voltar. ­– Disse-me com desejo de que Integra não o deixasse jamais.

I: – Alucard!!! Saia daqui!!! – Ordenei veemente assustada, mas com um leve desejo.

A: – Não mestra! Não desta vez! – Disse desacatando-me e se aproximando com ar sedutor. - Desculpe, mas dessa vez não posso cumprir com suas ordens.

Não posso evitá-lo, após tantos anos de convívio, minha admiração se torna algo ainda mais forte, um desejo vem tomando conta de mim, e me pergunto sobre minhas convicções...

Alucard então pega Integra pelo braço e trás rapidamente para perto de seu peito gelado, abraçando-a.

A: – Adoro o calor de seu corpo, é uma pena que isso tenha que mudar. – Disse com firmeza e sadismo.

I: – Você... – Disse sem conseguir responder, se entregando de vez.

Alucard então toma Integra em seus braços e com um beijo intenso inicia seu processo de transformação.

I: – Faça Logo!!! – Ordena com desejo e medo, ainda amolecendo nos braços do vampiro.

Alucard sem pressa e demonstrando satisfação crava suas presas em Integra, transformando-a em Draculina.

A: – Tenho que ir...

I: – Volte com vida!!! – Ordena como quem irá contar os dias.


Notas Finais


Em breve mais capítulos...
abraços


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...