História Meninas — Uma Paixão Incontrolável - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Gays, Lesbicas, Romance, Sexo, Traição
Exibições 34
Palavras 1.474
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 32 - Reality Show ( P 1)



— Susan —

— meses depois —

Estavam fazendo um documentário sobre meu dia a dia, querem fazer um reality show sobre minha vida, mas para não expor minha família eu não aceitei, mas gostei da ideia do documentário pois muitos fãs pediram, no momento estou em um ensaio fotográfico e os câmeras do documentário registravam tudo, Andréia era minha parceira nessa sessão de fotos, ultimamente ela Vem passando de amiguinha dos motta, só para se pendurar no meu sucesso.

— Ótimo, pausa de vinte minutos!

Gilda grita batendo palmas, ela anda até nós sorrindo.

— Estavam ótimas meninas, agora vão descansar, temos muitas fotos para fazer hoje!

Sorri cansada, Andréia estava amando aquilo tudo, visto o roupão já  estava muito frio.

Os câmeras do documentário se afastam para descansar.

Andréia estava falando com eles, provavelmente querendo aparecer mais no MEU documentário, meu celular toca, vejo que é Gregório.

— Soube que recusou o reality show, isso ia ajudar muito na sua carreira.

— Não quero expor minha família.

Falo pegando uma garrafa de água, levo ela até a boca e tomo um generoso gole.

— Susan querida, você está só no começo e já é bem conhecida, muitas modelos se matariam para ter essa chance. — olho para Andréia que tentava seduzir o câmera.

— Okay. — suspiro, vou me arrepender disso mas foda-se — com uma condição.

— diga.

— Andréia tem que aparecer em alguns episódios, já que é amiga da Anne.

— Não sei Se vai ter lugar para...

—  essa é minha condição. — o interrompo.

— Okay, amanhã conversamos melhor.

Chamo Andréia e a conto sobre a idéia, ela sorriu feliz e me agradeceu por ajudar na sua  carreira, terminamos o ensaio e agora que percebi, não eram câmeras de um documentário e sim para fazer uma propaganda do reality show, me irritei  com a notícia mas depois me acalmei, afinal na minha profissão a imagem é tudo.

(....)

— narrador —

— um reality show?

— sim...

— Susan amor, meu pai vai surtar quando descobrir que estamos juntas!

— e dai? Somos adultas!

Ninna suspira  tentando se  controlar, ela não estava preparada para mais uma briga familiar, Susan a olhava com receio.

— que foi? Quer me manter em segredo?

Susan estava com os olhos cheios de lágrimas.

— Não querida, eu não quero, só não quero expor nossas filhas.

Susan abraça Ninna fortemente, a morena faz carinho em seus cabelos, uma voz infantil invade o comodo.

— Mana eu tô com fome!

Bianca fala irritada.

Elas se separam rindo

(....)

Susan acorda com beijos em seu rosto, ela abre os olhos lentamente e vê Ninna sorrindo, Susan beija Ninna com desejo, as duas pararam assim que Teodora entra no quarto, elas olham para a adolescente de cabelos loiros e sorriem.

— Mãe, posso ir no shopping encontrar um amigo meu?

Teodora é a filha adotiva delas, elas adoraram duas irmãs, Teodora de 16 anos e Samanta de 8 anos, Teodora é loira e tem os olhos azuis escuros, Samanta tem os cabelos castanhos escuros e olhos azuis escuros.

— E sua irmã?
Susan pergunta se sentando na cama.

— Ela vai também, relaxa mãe _ Teodora sorriu_ Paulo é gay e quer ajuda para comprar umas saias para ele... Na verdade ela... Já que prefere ser chamado de Paula.

Teodora se corrige rápido, ela estava se acostumando com o novo nome da amiga.

— bom, eu levo vocês.

Ninna fala e Teodora sorri, ela amava suas mães novas.

(...)

Paulo é um amigo dela do orfanato, mas como ele foi adotado primeiro, a exatamente dois anos, eles tinham pedido contato, mas a uma semana ela encontrou ele na sua nova escola.

Paulo está diferente, agora usa o nome Paula, como seus cabelos negros já eram no meio das costas e eram ondulados, seus pais adotivos praticamente imploram para ele não mudar a cabeleireira pois ela combina com os olhos verdes escuros. E sim, ele operou e agora é oficialmente mulher.

Ele tem uma aparecia de mulher poderosa, ele é de dar inveja em várias pessoas. Paula é a líder de torcida mais popular da escola.

Ao chegar no shopping as meninas vêem Paula de mãos dadas com Josh, ele sorria exibindo sua namorada.

— Puts, que saia curta sua puta!

Teodora fala e Paula abraça a amiga.

— Vadia eu amo mostrar minhas curvas! Você também tem que mostrar.

— Mas nada tão curto! Se não minhas mães me matam!

Teodora chamava Ninna de mãezinha e Susan de mãe, Samanta também adquiriu esses nomes para Não confundir.

— Okay, vamos as compras pois agora que somos ricas quero ficar a cara da Susan Motta, sua mãe é uma Deusa!

Elas riem e entram em uma loja,  Josh fingia alegria pois seus pés o matavam!

— Amor, sei que está canso, vai jogar com a Samanta e me encontre depois na praça de alimentação, te ligo quando sair da loja.

Paula fala doce, Josh sorri e a beija, as vendedoras suspiravam algumas se corriam de inveja pois não chegavam aos pés da Paula e nunca iam ter um ruivo gato como namorado.

Josh é ruivo e tem os olhos verdes claros, ele é um garoto muito tímido apesar de ser do time de basquete da escola e ser muito conhecido, ele é melhor amigo do cara mais popular da escola por isso é bem popular.

Josh sai da loja segurando a mão de Samanta  deixando as meninas a sós, Paula sorri para Teodora e a chama com o dedo.

— Vamos mudar seu visual.

— Não precisa...

— Não quero minha amiga morrendo solteira com noventa gatos e virgem!

A vendedora ri baixo, Teodora cora violentamente.

— Seja igual a gostosa da sua mãe! Tia Susan Motta é a mais gostosa que conheço, fora sua outra mãe Ninna que também é uma gata.

A vendedora arregala os olhos.

—  Sua mãe é a Susan!? Temos uma coleção inspirada nela.

Teodora sorri de lado corando, ela não gostava de holofotes.

----

— Quer sorvete?

Josh pergunta para a pequena que olhava hipnotizada para a sorveteria.

— Sim!

Eles entram na sorveteria e tomam vários sorvetes, depois eles vão ao fliperama.

Depois de algumas  duas horas as meninas entram no fliperama, elas ficaram jogando com eles.

— Josh!

Ítalo, melhor amigo de Josh o chama e ele vira imediatamente.

— Oi Ítalo!

Paula o abraça e ele sorri, assim que seus olhos encontram os de Teodora ele cora.

— Eu tava passando e vi vocês...

— Estávamos indo embora...

Teodora fala sem graça Paula revira os olhos.

— Vamos ver um filme, ai vamos pra casa.

Paula sugere, Paula sai correndo com Josh e Samanta deixando Ítalo e Teodora para trás.

— Quer ajuda?

Ele aponta para as compras.

— Paula me faz comprar mais que preciso.

Ela ri entregando algumas sacolas para ele.

— Que tal não irmos ver o filme e ficar fazendo coisas melhores?

Teodora cora e concorda, ele segura sua mão e saem do fliperama, eles comem uma pizza enquanto conversam sobre a vida.

— Não sabia que sua cor favorita também é azul.

Ítalo fala sorrindo, ele se encantava a cada segundo pela garota a sua frente.

—  E eu não sabia que você gostava de química.

Ela sorri, ele se inclina para limpar uma mancha de catchup  dos lábios de Teodora, ela o puxa e eles se beijam.

— É agora está limpo.

Ele fala voltando a se sentar normalmente, ele estava sorrindo bobo pois a tempos queria isso.

— vamos tomar um sorvete?

Ela pergunta se levantando, ele se levanta e a puxa para outro beijo, até que escutam uma risada.

— Sabiam que iam estar se pegando.

Paula fala e pega uma fatia da pizza.

— Vocês iam largar uma pizza na metade? Como podem? Seus monstros!

Josh fala ofendido, ele se senta atacando a pizza.

Paula olha para seu namorado e nega com a cabeça, a morena retira seus óculos de sol quando um homem sarado assobia para ela.

— Gente, que pedaço de mal caminho!

— EU TENHO OUVIDOS SABIA!

Seu namorado grita com a boca cheia de pizza fazendo pedaços voarem no rosto de Teodora.

— Eca! Seu porco!

Samanta fala com nojo, Josh cora violentamente e se desculpa quase que em um sussurro.

— minha mãe disse que vai viajar... Sabe o que significa?

Paula pergunta animada.

— Festa?

— Na verdade não... Eu não posso fazer festa até a mudança da  casa acabar, hoje que fomos para essa casa... — Paula pega um pedaço de pizza— vamos fazer uma reunião entre Amigos, tipo uma festinha do pijama.

— Festinha e reunião são palavras que não combinam com você amor.

— Tô nem ai, pelo menos dessa vez vou poder ir!

Samanta fala animada, todos riem.



Notas Finais


Olá pessoal, comentem e favoritem :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...