História Mensagens - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Bts, Mensagens, Suga
Exibições 52
Palavras 739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Piscina - P.1


Uma semana sem receber sequer uma mensagem de Min Yoongi. Tudo bem que fui eu que o ignorei e nem tive coragem de mandar um pedido de desculpas, mas pensei que ele iria mandar alguma coisa primeiro. É exatamente por isso que não quero me envolver, ele é o conhecido Suga, um cara que é conhecido por ficar na dele e ainda por cima um famoso que deve conhecer uma pessoa diferente a cada segundo. Ele não ia mesmo ficar correndo atrás de mim igual um babaca, ele será apenas o homem que errou o número, nada mais. 

Levantei-me cedo no domingo e nem entendi o motivo, não tinha absolutamente nada para fazer. Observei meu celular e não havia mensagens tão importantes, apenas umas seis da minha amiga que preferi nem ver. Tomei um banho e enrolei-me no roupão, no quarto vesti minhas roupas íntimas, uma roupa de ficar em casa e desci para colocar a toalha para secar no varal. 

Morar sozinha é um saco, ter que fazer tudo é cansativo. Eu tenho que estudar, me preocupar com as provas e com os projetos que nunca dão certo de primeira, pagar as contas, sair para fazer compras e arrumar a casa. 

Ouvi o toque do meu celular e meu coração disparou, saí correndo pela casa o procurando e o encontrei sobre a cama no meu quarto. Toda minha felicidade foi embora quando eu vi no visor o número daqueles bancos que oferecem cartão de crédito mesmo não precisando, nem no domingo eles me deixam em paz. 

O dia realmente estava ensolarado e calor, não fazia um tempo assim há muito tempo. Saí na rua e observei as crianças gêmeas da casa ao lado brincando com uma bola. O lado bom de morar nesse bairro é que quase não passa carro e as crianças podem brincar tranquilamente sem que seus pais fiquem preocupados. 

Tá, eu pago minha língua. Só foi falar que não passa carro que apareceram dois pretos e ainda por cima pararam na minha frente. Assim que o vidro foi abaixado eu notei Eun Bi no banco do carona e no do motorista, Jin.

— Eu te mandei mil mensagens, por que não me respondeu? — ela indagou.

— O que você está fazendo com ele? — foi tudo que eu consegui perguntar.

O vidro de trás foi aberto e eu notei V, JungKook e Jimin. 

— Olá. — disseram uníssonos.

— V-você... — tentei dizer, mas nenhuma palavra saiu da minha boca. Por quanto tempo eu dormi? Por que minha amiga está andando de carro com eles? — Onde vocês vão?

— Ora, está um dia maravilhoso. Pegue seu biquíni logo e vamos para a piscina com eles. 

Mesmo sem entender absolutamente nada e nem o motivo dela não ter me contado que ficou amiga deles em uma semana eu fui até em casa, arrumei uma bolsa, tranquei tudo ao sair e voltei para perto do carro.

— Você vai precisar ir com os outros, aqui não tem espaço.

Eu assenti e ao ver quem estava no carro de trás, congelei. Yoongi me encarou de cima a baixo segundos antes de fechar seu olhos e encostar sua cabeça no encosto. Tentando ignorá-lo abri a porta de trás e sentei-me ao lado de J-Hope.

— Olá. — eu disse, educadamente. 

— Podemos ir? — perguntou Rap Monster que estava no lugar do motorista olhando pelo retrovisor e eu assenti.

Ele cortou o carro da frente e assim começamos o trajeto até a piscina. 

— Vocês dois estão reunidos aqui e vão ter que desembuchar, onde vocês foram aquele dia? — perguntou Hoseok me olhando. 

— Vocês quem? — fiz-me de desentendida. 

Ele me olhou com cara de "não faz isso" e então eu sorri, mas não sabia se poderia contar ou não. 

— Anda, JanHi. Nós perguntamos para o Yoongi todos os dias, mas ele apenas diz "lugar nenhum". 

— É. — respondi desanimada e virei-me para observar pela janela.

Ouvi um "vish" do Namjoon e o silêncio se estabeleceu dentro do carro, eu já estava doida para chegar e sair daquele lugar. 

Yoongi que se ferre. 

Finalmente chegamos e parece que todos fizeram de propósito me deixando para acordar Yoongi.

— Yoongi. Yoongi. Yoongi. — chamei três vezes, mas como ele não respondeu eu optei por sacudi-lo bruscamente. — Min Yoongi! 

Ele abriu seus olhos calmamente, como se estivesse apenas fingindo estar dormindo e espreguiçou-se. 

— Os rapazes já foram. — comentei, ele assentiu e saiu do carro deixando-me para ativar o alarme. — Ei! Você não pode me esperar?

— Desculpa, não ajudo desconhecidas. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...