História Mensagens | JB ✅ 1ª e 2ª Temporada. - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfredo Flores, Chaz Somers, Christian Beadles, Flavia Pavanelli, Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Kendall Jenner, One Direction, Ryan Butler, Selena Gomez
Personagens Alfredo Flores, Chaz Somers, Flavia Pavanelli, Hailey Baldwin, Harry Styles, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Pattie Mallette, Personagens Originais, Ryan Butler, Selena Gomez
Tags Belieber, Fanfic, Ficção, Harry Styles, Justin Bieber, Mensagem, Romance, Sonho, Wpp
Exibições 675
Palavras 1.214
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem! ☺❤❣

Capítulo 46 - Sabia Que Viria!


And all your promises, and all the plans we had? What happened to that? What happened to that? - Love Will Remember. - ( E todas as suas promessas, e todos os planos que tínhamos? O que aconteceu com isso? O que aconteceu com isso? )

                     - - - - -

   — Escuta aqui seu cretino! Eu vou te por na cadeia, esse assunto das drogas não ficará em esquecimento, ainda mais agora que sei quem foi! ~puxo ele pela gola de sua camisa o fazendo ficar em pé em minha frente.
   — E eu posso te matar agora e acabar com tudo isso, iai, o que acha? ~ele sorri e coloca o cano da arma em minha barriga.
   — Se você atirar em mim vai preso do mesmo jeito! Não seja burro... ~sorrio ironicamente.
   — Não me diga o que pode ou não acontecer! ~ele grita forçando mais o cana de sua arma em minha barriga.
   — Você quer mesmo fazer isso? ~falo calmo.
   — Some daqui! E se você me denunciar nunca vai saber a verdadeira história! ~ele tira a arma de minha barriga e se joga no sofá.
   — Que verdadeira história? ~falo confuso.
   — Bieber como você é burro! Eu  até poderia falar logo tudo de uma vez, mas aí eu não tiraria nem um proveito de você! ~ele gargalha.
   — É melhor você falar agora! ~grito indo em direção a ele, mas paro quando o mesmo torna a apontar a arma para mim.
   — Já mandei você sair! ~ele berra.

  Saio dali rapidamente, não por medo dele em si, por que se ele não estivesse armado eu teria dado uma bela surra nele, mas ele está armada e não tenho chances contra isso! Também não posso denunciá-lo, preciso saber que diabos de verdadeira história é essa! Mas como investigar?

                P.O.V Thiago.

  Estou saindo mais cedo da faculdade, tenho algumas coisas para resolver, pego meu carro no estacionamento do campus e vou pra casa, 40 minutos para chegar, esse é meu tempo estimado sempre. Percebo que haviam algumas luzes acesas em casa... Mas como, essa hora minha mãe está na revista, ainda são 5:20 PM. Estaciono o carro com cautela, saio, tranco o mesmo e vou em direção a entrada. Assim que entro pego um dos tacos de golfe que ficam perto da entrada, tem 85% de chance de ser um ladrão, então vamos previnir. Adentro a cozinha num salto aprontando o taco pra todos os lados, mas não havia ninguém, apago a luz e subo, a música estava alta, Bia vem nos meus pensamentos, mas ela em Los Angeles com Justin... Entro em seu quarto mirando o taco pros lados e lá estava ela, sentada no chão, chorando, com uma panela de brigadeiro no meio das pernas e o som ligado altíssimo com a música Love Will Remember.

   — Bia! O que aconteceu? ~jogo o taco no canto e me sento em sua frente.

                   P.O.V Bia.

  Nem percebo Thiago entrar em meu quarto, quando vi ele já estava em minha frente, passo as mãos no rosto secando as lágrimas.

   — Bia! O que aconteceu? ~ele joga algo que estava em sua mão e se senta em minha frente. Eu apenas tenho a reação de abraçá-lo, e muito forte enquanto me derramava em lágrimas.

  Fico assim por um 2 minutos, até que me levanto e diminuo o som.

   — Irmão... Acabou, ele não quer mais saber de mim....

                      [...]

  Contei tudo para Thiago, ele não sabia o que dizer, expliquei que Justin havia entendido errado, Thiago me disse para tentar falar com ele e era o que iria fazer. Thiago havia ficado comigo deitado assistindo, para tentar me destrair, mas ele teve que sair, ele não ia mais, mas prometi que ficaria bem, menti, mas não queria que parasse sua vida por mim.
  Assim que ele sai desço com a panela de brigadeiro e a deixo de molho, dou uma ajeitadinha na bagunça que fiz pra adiantar o trabalho de Mary amanhã, subo e me deitado, já havia tomado banho, sinto meu celular vibrar, pego rapidamente, será que é ele?

Xxx: Biaaaaaaaaaaaa?

Bia: Oiiiiii Amanda!

Amanda: Onde você está? Eu vi agora na TV que você e o Justin brigaram no meio da rua :o

Bia: Estou em casa...

Amanda: Já te procurei por toda a casa e não achei! Em que parte está?

Bia: Não Amanda, eu estou na MINHA casa em Chicago! :/

Amanda: O QUE? :O

Bia: Mands... Será que podemos nos falar depois? Estou meio sem clima agora.

Amanda: Okay, qualquer coisa estou aqui!

Bia: Obrigado! ♥

  Saio do chat de Amanda e abro o de Justin. Vejo o nome 'online' aparecer, meu coração aperta.

Flashback On.

    — O que houve amor? ~Justin senta na cama onde eu me encontrava deitada com uma puta cólica.
    — Nada! Sai daqui! ~resmungo com um dos braços sob os olhos.
    — Não saio! Me tire daqui! ~ele fala segurando o riso.
    — Justin por favor! Estou com dor! ~tiro o braço dos olhos e o encaro feio.
    — Na alegria e na dor baby! ~ele sela nossos lábios me arrancando um sorriso e fazendo toda dor ser esquecida por um estante.

Flashback Off.

   Aperto o celular em minha mão, estava decidida a mandar algo para Justin, mas não sabia exatamente o que mandar, eu realmente estava com muito medo, suspiro fundo e começo a escrever, porém apago e faço isso umas dez vezes, eu não sabia o que mandar.

Bia: Justin? Por favor... Fala comigo!

Bia: Eu preciso que você me escute, me deixe falar, preciso te explicar tudo...  - às 6:18 PM
           √√ - visualizado às 6:20 PM.

  Quando vejo que Justin visualiza meu coração despara, ele visualizou! Fico esperando, mas nem uma resposta veio.

Bia: Justin? Você visualizou...

Bia: Não me bloqueia! Por favor! Sei que você possa ter me silenciado... Mas me responde!

Bia: Nós precisamos conversar e você sabe que precisamos! - as 6:21 PM.
                     √√ - visualizado - as  6:35 PM.

  Percebo que Justin não iria responder, bloqueio o celular me deito já chorando, isso não podia está acontecendo! A cada segundo que se passa só percebo que não posso ficar mais um minuto sem ele. A porta do meu quarto é aberta interrompendo meus pensamentos, abro os olhos em meio as lágrimas e lá estava ele parado na porta do meu quarto. Sorrio e me sento na cama rapidamente, não acredito que ele veio!

    — Justin! Sabia que você viria! ~me levanto e corro em sua direção, mas quando chego perto dele e lhe abraço ele desaparece. Olho em volta e o vejo na escada, me sento no chão e começo a chorar, chorar como nunca havia chorado antes, começo a sentir algo vibrar em meu bolso, assim que pego tudo desaparece e desperto deitada em minha cama. Fico assustada, olho em volta querendo encontrar Justin, mas ele era apenas um sonho, suspiro e pego meu celular, ele realmente havia vibrado, abro e vejo sua mensagem.

Jus: O que você ainda quer comigo Beatriz?

          Bia está digitando...


Notas Finais


C O N T I N U A ??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...