História Mensagens Para Ele ||YAOI|| - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Rory, Tony, Yaoi
Visualizações 311
Palavras 628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Meus amores, peço trilhões de vezes o seu perdão. EU SIMPLESMENTE FUI ADIANDO O CAPÍTULO; -;
Bom, todos esses dias eu estava ótima, mas como sou do contra e vocês sabem disso, decidi escrever enquanto peguei quase um câncer.
Estou simplesmente morrendo, mas estou aqui e peço desculpas.

Saboreem o capítulo :3

Capítulo 33 - 33


Um tempo depois...

Nós paramos de fazer e fomos tomar banho.

Eu fui primeiro, depois Rory foi. Me troquei e deitei na cama que já estava trocada. 

Nesse momento dei graças à Deus que eu que lavo as roupas daqui de casa.

- Muito bom seu chuveiro - Rory entrou no quarto com a toalha enrolada na cintura.

- Eu sei - sorri

Dou uma roupa para Rory se trocar. E como eu esperei, ele ia se trocar na minha frente.

- Não diga que ainda fica vermelho por me ver assim? - ele deixou a toalha cair no chão.

- U-um pouco - me cobri com a coberta que estava na cama pela vergonha.

Não vi ele se trocar. Só vi a.... bunda dele. Acho que ele tinha de trocado, pois pulou em cima de mim.

- AI - gritei.

- Calma, bebê, te machuquei? - perguntou, preocupado.

Bebê?! Começou a guerra de apelidos.

- Não - falo me virando pra ele.

Sinto que esse apelido não é o único que ele vai me dar.

- Vai mais pra lá - ele me empurrou um pouco.

- Pra quê?

- Bom, eu quero deitar

Vou mais pro canto. Ele pega meu cobertor e se cobre.

- Que horas são? - pergunto.

- Acho que três horas da tarde - Rory fala me abraçando por trás.

Até que está bem confortável.

- Estou com sono. - bocejei.

- Então vamos dormir - e encostou o rosto em minha nuca.

Fui dormindo ao poucos, mas Rory não parava de brincar com o meu cabelo.

- Olha, ainda está doendo. Eu quero dormir pra esquecer a dor - falo sorrindo de raiva.

- Calma, está bem - ele me deu um beijo no pescoço e me deixou em paz.

Um tempo depois...

Acordei com um peso em cima de mim.

- Ai meu Deus - olhei e vi que Rory estava me abraçando e dormindo.

- Você não é bom nisso. 

- Da pra sair de cima de mim?!

- Não, você é quente, está muito bom.

- Eu quero levantar.

- Pra quê? São.... - Rory olha no celular dele - Oito da noite.

- Por isso, eu quero comer.

Ele me olhou com a cara de "Me come". Quando Rory ia se levantar, ele cai da cama.

- Você tá bem? - pergunto indo pra beirada da cama.

- Sim, estou - se levantou.

Me levanto e saio do quarto. Mamãe não estava em casa.

Desço as escadas e vejo um papel na mesa.

Querido, hoje eu e Katelyn não vamos vir. Seu pai também não. Ele vai ficar trabalhando a noite toda.

Mamãe.

Isso é aterrorizante. Quando o Rory saber disso, ele vai querer me estuprar a noite toda. E ainda está doendo muito.

- Maldito. - Falo sorrindo.

- E aí? O que foi? - Rory aparece do nada nas escadas.

- Você não tem noção de quanto está doendo.

Ele vem até mim.

- Onde está doendo?

- Onde será? - perguntei, sarcástico.

- Tá bom. Não sabia que me faltava tanto auto-crontole assim.

- Nem percebi.

- O que tem nesse papel?

- A-ah...

Deus, eu te juro que se o Rory não me estuprar hoje, eu como uva passa.

- É um bilhete que minha mãe deixou. - Falo.

- Falando o que?

- Q-que ela não virá hoje...

Ai meu Deus.

- Olha, eu estou com o corpo doendo... Então não me abusa. - Falo me afastando.

- Não vou abusar de você.... Agora.

- Agora?! Como assim "agora"?!

- Deixa pra quando estiver de madrugada.

Eu sinto que não poderei andar novamente.

- Eu vou comer alguma coisa. Você quer o que? - Pergunto abrindo a geladeira.

- Você.

- O quê?

- Sei lá, o que tem de gostoso?

Eu sinto que eu deveria ter ouvido o que ele tinha falado.

- Tem bolo, sorvete, refrigerante, maçãs, bananas, uvas, pudim e água. - Falo.

- Como você não engorda? - Rory pergunta surpreso.

- Eu nem como muito.

- Isso explica o quanto o seu corpo é... sexy.

Deus, me dê corpo e alma.

Continua...


Notas Finais


Foi mais para ser bonitinho e recompensar vocês pela espera. Obrigado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...