História Mensagens Sinceras de Corações Partidos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, One-shot, Shoujo
Exibições 30
Palavras 1.765
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


~~ é uma one shot~~

Capítulo 1 - Um vídeo viral


O link foi aberto. 

Na tela, uma garota de pele levemente bronzeada apareceu, ligando uma câmera. Seus cabelos eram escuros, com algumas mechas coloridas e levemente bagunçados. Sua voz era doce, mas seu coreano não era tão bom, e cada palavra era acompanhada por legendas em inglês. 

"Queridos Rap Monster, Jin, Jimin, Suga, JungKook, V e J-Hope..."

Ela dizia. Eu estremeci, virando meu olhar à Taehyung, que estava do meu lado, serio como nunca havia o visto. Voltei meu olhar à tela do notebook à nossa frente. 

"Bem, eu sei quem são vocês, mas vocês não sabem quem eu sou, não é mesmo?" Ela soltou um sorriso triste e voltou a falar. "Bem, quero dizer que hoje... Dia 15 de agosto de 2015, estou gravando esse vídeo como uma forma de conforto."

Acho que, no momento, o que eu mais achei engraçado é que haviam se passado mais de um ano desde aquela data. Por uma fração de segundo, pensei se ela hoje em dia havia se arrependido de gravar aquilo, ou se sentia feliz consigo mesma por tê-lo feito. 

"Uma forma de conforto?" ela perguntou à si mesma, como se tentasse imitar um de nós, aquilo fez um pequeno sorriso se abrir no meu rosto, triste até então. "Sim, uma forma de conforto!" Se respondeu, sorrindo de verdade dessa vez. Percebi como seu sorriso era bonito e senti meus ombros relaxando. 

"Mas um conforto para o que?" perguntou à si mesma novamente. 

"Honestamente? Eu também não sei muito bem."

Ouvi Namjoon soltar um riso nasalado. Ha tempos não ouvia esse som confortante. Voltei a prestar atenção no vídeo.

"Sabe, eu vivo do outro lado do mundo, mal conheço vocês direito e não sou muito boa em previsões, mas eu senti."

Ao escutar aquilo, eu me arrepiei. 

E sei que não fui o único à se arrepiar. 

"Eu senti o quanto vocês são bons, senti o sucesso que podem fazer e, creio que, em um futuro muito próximo, vocês terão uma legião de fãs e farão diferença na vida de cada um deles.

E tenho certeza que não fui a única à sentir."

Meus olhos, por um segundo, marejaram. Olhei para o maknae ao meu lado, observando ele tremer os olhos e segurar suas lágrimas o máximo possível. 

"Sei que vocês acabaram de começar, sei que não possuem muita sabedoria ainda, mas sei que são boas pessoas e que amam as Armys de todo o coração.

Imagino se algum dia vão realmente assistir esse vídeo, ou será apenas mais uma das muitas mensagens presas na última página de busca do youtube. Tenho uma real esperança que assistam algum dia porém, fazendo isso ou não, senti uma necessidade muito grande de lhes dizer isso."

Ao perceber um movimento brusco ao meu lado, observei Yoongi limpar uma lágrima solitária. 

Conheço Suga, sei o quanto ele é forte para qualquer quesito emocional, mas também sei que é apaixonado por todas as Armys. Ele realmente as ama, com se todas fossem uma parte de si, e eles compartilham da mesma dor, pois sei que todos o amam de volta. 

"À começar com o nosso líder, Kim Namjoon.

RapMon, você é incrível, de longe uma das melhores pessoas que já 'conheci' e, definitivamente, um dos melhores líderes que qualquer grupo poderia ter. Você é fiel com seus parceiros, os considera parte da sua família, e nunca os trocaria por ninguém no mundo. Você da tudo de si em tudo que faz, nunca se ache incapaz, pois você não é." 

Namjoon estava muito feliz com aquilo. Ele limpou algumas lágrimas do seu rosto, tentando manter a pose e parar de chorar, mas desabou assim que sentiu o peso das últimas palavras. 

"Todo nós te amamos, seja você extremamente sério ou extremamente divertido. Você é você, e é mais do que o suficiente, você merece tudo que conquistou."

"Jin, nosso cozinheiro e nossa mãe" ela soltou um sorriso, fazendo nosso hyung sorrir também. "Você possui um vocal muito bom, mas é muito menosprezado por não ter linhas o suficiente. 

Nós brasileiras amamos sua voz. Amamos os covers que você faz, amamos o quanto é acolhedor e amamos você. Você é incrível, não deixe ninguém te dizer o contrario."

Como eu já imaginava, Jin começou à chorar também. Ele sempre se subestimou por não ser tão bom nas danças, por não ganhar vocais o suficiente, sempre se achava minimamente inferior aos outros. Ele deve ter ficado muito feliz. Quando ela pronunciou o nome seguinte, Jimin já começou a chorar. 

"Park Jimin, nosso lindo vocal de notas altas. Você tem um talento esplendido tanto cantando quanto dançando. Nunca, jamais, acredite nas pessoas que dizem que vocês está acima do peso, ou as que dizem que você não se encaixa nos padrões de beleza. 

Você é lindo, Park Jimin, todas nós achamos isso, então se orgulhe de si mesmo, pois você merece todo o amor que temos para te dar."

Ele já não conseguir ficar de pé, já tinha se sentado no chão, abraçava seus joelhos e fungava alto, quase que como em sua encenação em I Need U. Senti um arrepio por toda a minhas espinha. Então aquela era a aura de se conversar cara a cara com uma Army brasileira. 

Não sei se era por estarem do outro lado do mundo, ou se foi porque eram realmente apaixonadas por nós, mas senti meu corpo se aquecer, pensando no quanto elas eram gentis com todos nós. 

Por um segundo, apenas consegui pensar "que minha vez chegue logo". 

"Min Yoongi, Suga, alguns dizem que de doce só tem o nome..."

Essas palavras resultaram em um riso involuntário de todos ali. Olhei para o Rapper ao meu lado e vi seus lábios tremendo, enquanto ele respirava fundo e tentava não deixar mais nenhuma lágrima correr. 

"Bem, por mais que seja uma comparação engraçada, eu tenho realmente que discordar dela. 

Você, mesmo irritado e possuindo um pouco de boca suja, é uma pessoa genial e gentil. Você ama à todas nós como se fossemos realmente suas namoradas, escreve letras incríveis e possui um sorriso tão doce quanto qualquer coisa nesse universo. 

Você já passou por muitas coisas nessa vida, já perdeu sua casa, sua família e seus sonhos, mas você superou tudo e conquistou novos arredores, hoje em dia tenho orgulho de contar para os outros quem você é, e tenho certeza que todas nós (armys) sentimos o mesmo." 

Yoongi estava praticamente entrando em desespero. Já não conseguia segurar suas lágrimas, mas tentava abafar seu choro se escondendo em meio às mangas do moletom, a última vez que o vi chorar tanto assim foi quando seus pais apareceram para nosso show pela primeira vez.  

"Jeon JungKook, não é atoa que o chamamos de 'gold maknae'.

Seus vocais me lembram vozes de anjo, ele é amável, fofo e odeia filmar sem maquiagem. Antigamente era da linha do Rap, e já podemos perceber como esse menino sempre foi uma espécie de faz-tudo no grupo" ela riu novamente, seus olhos começaram à marejar e ela respirou fundo, tentando continuar mesmo que com a voz falha. 

"Creio que você saiba muito bem como te amamos. Amamos seu vocal, sua dança, amos você Kookie, você é incrível e tenho certeza que se tornará um cantor muito respeitado, então não se menospreze pela sua idade comparada aos outros."

Kookie já estava chorando há tempos, então aquilo foi apenas uma corda a mais para que entrasse em prantos. 

"Kim Taehyung, nosso garoto meio estranho, fofo e que possui uma voz maravilhosa. Seu vocal é diferente de tudo o que já ouvi e, quando passei a me tocar que essa era sua voz, foi como um choque.

Nós amamos suas caretas, amamos seu vozeirão grosso, amamos quando você age de uma forma estranha, assim como amamos sua paixão pela sua família e por seus amigos. 

Você é lindo mesmo fazendo a pior de suas caras, e sei que nunca vai deixar de ser você, então continue sendo esse amor de pessoa que você é."

Tae começou a chorar se juntando aos outros. Ele tentava limpar seu rosto desesperadamente, mas era quase que impossível. Ele fungava e esfregava seu rosto já vermelho. Estremeci ao ouvir meu nome vindo daquela voz linda, e quase que minhas pernas não me aguentaram. 

"Jung Hoseok, J-Hope ou Hobi, eu realmente não tenho palavras para expressar o quanto eu te amo. 

Eu amo quando você canta, eu amo quando você dança, eu sinto que poderia ficar assistindo seus passos o dia todo e nunca me cansaria. 

Você possui o sorriso mais lindo que eu já fui capaz de testemunhar. Seu rosto sério enquanto você faz rap, ou as expressões de quando você dança, sei que você tem gosto pelo que faz e mesmo assim... 

Mesmo assim existem pessoas capazes de fazer coisas terríveis com você. 

Acho que nenhum apelido nunca foi tão bem colocado quanto 'J-Hope' é para você. As pessoas te atingem com paus e pedras, mas você sempre dá a volta por cima e sorri para seus problemas. Sei que nos últimos tempos o número de hates têm aumentado e, vai por mim, vão continuar aumentando, mas você é forte, você é nossa alegria e você é a nossa esperança.

Enquanto meu maior sonho era me encontrar com todos vocês, lhe dar um abraço e dizer que tudo vai ficar bem nos maus momentos, algumas pessoas que andam praticamente de mãos dadas com vocês não dão o mínimo de importância, mas nós, que sabemos como é ter o amor sonhado do outro lado do mundo, nós sentimos na alma toda a dor que vocês sentem. 

Quando alguém recusa um de vocês, quando subestimam vocês, quando comentam maldosamente, nós sentimos tudo como facadas em nosso peito. 

Nós podemos encher o Twitter de memes engraçados de vocês assim como melhores amigos fazem no aniversário um do outro e, da mesma forma, mandaremos força à vocês sempre que acharmos necessário. 

Bangtan, eu amo vocês. Nós amamos vocês, cada um com seu jeito especial de ser, então continuem sempre alegrando o dia de cada Army como sempre fizeram."

 

O vídeo acabou aí. 

Quando percebi, todos nós estávamos chorando. meu rosto estava vermelho e quente, as palavras bonitas da menina naquele coreano meio errado ecoavam no meu peito como uma forma humilde de conforto. Era como receber esse dito "abraço" que os brasileiros tanto dizem amar, era reconfortante, e foi aí que nós sete nos olhamos.

Talvez fosse apenas o calor do momento, talvez nós estivéssemos apenas delirando, mas havia uma certeza. Nós estávamos pensando na mesma coisa.

Precisamos encontrar essa garota algum dia.

 

 


Notas Finais


Fim ♥
Espero que tenham gostado, creio que isso foi mais um desabafo do que qualquer outra coisa, então me perdoem caso não tenha ficado muito realista... bem, acho que vocês já entenderam.
Obrigada por lerem ♥ Kissuss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...