História Mentira Real - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Gay, Boyxboy, Casamento, Familia Real, Homossexual, Novela Gay, Principe, Romance Gay, Yaoi
Visualizações 287
Palavras 738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - Capítulo 11


Pov. Luca

Eu estava conseguindo ouvir o coração do Dylan batendo e isto me acalmava e me deixava nervoso.

Quase não consegui dormir de noite, mas quando deu três da manhã, não consegui mais me segurar e acabei dormindo de cansaço.

Acordei no dia seguinte e o Dylan não estava mais do meu lado, me levantei ainda meio zonzo de sono.

Vi ele junto dos irmãos e mão na mesa comendo.

- Bom dia Luca, sinto muito não ter te acordado, mas você parecia cansando - disse quando entrei na cozinha com um sorriso.

- Tudo bem, acho que estava precisando mesmo dormir - falei me sentando do lado dele e a mãe dele já foi logo colocando várias coisas para mim.

Agradeci com a cabeça e comecei a comer o café da manhã com eles. 

Assim que acabei de comer, o Filippo chegou e me despedi dele, prometendo que amanhã nos encontraríamos na escola.

Quando cheguei em casa, todos os empregados já estavam me esperando, fiquei feliz em rever todos.

Passei arrumando minhas coisas novamente e no final do dia estava morto de cansando.

Dormi e acordei no dia seguinte com uma empregada me acordando é uma mensagem do Luca falando que viria me buscar para irmos juntos para o colégio.

Tomei um banho, fiz minha higiene pessoal e foi comer comeu café da manhã enquanto esperava o Dylan vim me buscar.

Vinte minutos depois ouvi a campainha e corri até o portão

- Bons estudos Alteza - as empregadas disseram juntas enquanto eu saia.

- Obrigado!

Corri até o carro do Dylan que estava estacionado na frente do portão como sempre, sorri e entrei no carro.

- Bom dia - eu disse primeiro.

- Bom dia - falou e deu partida no carro e não demorei para perceber que tinha dois carros seguindo a gente.

Suspirei frustado com isto, já sabia que seria assim a partir de agora, sem nenhum tipo de privacidade.

- O que foi?

- Tem dois carros de segurança seguindo a gente - falei chateado.

- Ei, você já imaginava que seria assim, mas não se preocupe... Estou aqui com você - parou o carro no sinal fechado e disse a última parte no meu ouvido e logo em seguida me tanto um selinho rápido.

Sorri, seguimos para a escola e acabei esquecendo os seguranças atrás de gente.

Quando chegamos no estacionamento, já tinha pelo menos dez fotógrafos esperando a gente.

Antes de sairmos, os seguranças que estavam seguindo a gente se colocaram na nossa frente, não deixando os fotógrafos tirarem fotos nossas.

- Ignora isto, tenho certeza que quando entrarmos tudo vai ser igualzinho - o Dylan falou tentando me animar e eu realmente queria acreditar nisso.

Entramos de mãos dadas e todos os olhares vieram para cima de nós, só não sabia se era porque ainda não se acostumaram comigo e com o Dylan juntos ou porque já sabiam sobre mim.

Fomos para a sala de aula e ficamos conversando até alguns amigos dele chegarem e começarem a conversar sobre a viagem dele para a Itália, mais especificamente sobre mim e sobre os treinos que ele perdeu.

Desta parte eu fiquei boiando total até o professor chegar e mandar todo mundo se sentar, como sempre eu prestei bastante atenção na aula e senti uma certa diferença de tratamento do professor comigo.

O sinal bateu e trocaram de professor e senti mais uma vez um tratamento diferente, na verdade, eu senti um tratamento diferente de todos na escola até mesmo meus próprios amigos.

- Não foi o mesmo de sempre - disse desanimado para o Dylan quando estávamos saindo da escola.

- Espera eles se acostumarem um pouco mais - falou me abraçando - Eu tenho treino, quer vim me assistir?

- Quero, mesmo eu não entendendo nada - disse divertido, deixando ele me levar para a quadra, me separei dele indo para a arquibancada e ele para o vestiário.

Como sempre tinha várias garotas e Laguna garotos distantes, quando eu me aproximei, as meninas começaram a cochichar uma com as outras.

Eu vi o Dylan entrando no campo com os outros rapazes e começando a jogar futebol americano, as meninas ficaram todos alvoroçadas.

Fiquei vendo quieto eles jogando até o treinador dispensar eles.

Fiquei esperando o Dylan por alguns minutos e quando ele saiu do vestiário, fomos para uma sorveteria e até acabei esquecendo dos fotógrafos e os seguranças.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...