História Mentiras - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Álcool, Amor, Bissexual, Camren, Camren G!p, Dna, Drama, Filho, Lauren G!p, Lesbicas, Romance, Traição
Exibições 845
Palavras 670
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Que segunda Bonita, não? Agora serio... chega de capítulos por hoje

Capítulo 12 - Você desistiu, não eu


Pov Camila.

Ficamos minutos quietas, mas pareciam horas. Eu me arriscava olha-la de vez em quando, mas ela não me dirigia o olhar.

- Precisamos conversar. – Ela diz, curta e grossa.

- Claro. – Sussurro.  – Acho melhor sairmos. – Falo e ela balança em afirmação. 

Fomos para o correr do hospital e havia muita gente para lá e para cá.

- Vamos para casa. – Ela diz e pela primeira vez me olha. – E você precisa de um banho. – Fala torcendo o nariz. Cheiro meus cabelos sem graça.

- Vou pedi para Dinah fic...

- Ally ficara com ele! – Ela diz não deixando eu terminar.  

Fomos o caminho todo em silencio, Lauren nem ao menos olhou para mim, sinto o mó na garganta e seguro para não chorar.  Entramos em casa no mesmo silencio do carro.

- Lau...

- Vá toma um banho Camila. – Lauren fala sentando no sofá.

(...)

Depois de banhada e devidamente trocada, com uma calca jeans clara, e uma blusa de mangar cumpridas totalmente preta. Vou até a escada e respiro fundo antes de descer. 

Chego na sala e Lauren não parece me perceber, perdida nos próprios pensamentos.

- Lauren? – Chamo sua atenção.

- Tanta coisa está passando pela minha cabeça.  – Ela diz suspirando em seguida. – Tanta dor...

- Eu imagino, eu...

- Não Camila, você não imagina. Você não sabe como é. – Ela me olha finalmente e não há brilho em seus olhos. – Você não sabe nem o começo da minha dor.

Ela tem razão eu não sei.

- Mas eu não vim conversar sobre nós... Não agora. – Lauren se levanta e se aproxima, e fica centímetros de mim, tanto que até sinto sua respiração pesada. – O pai... – Ela faz uma careta, e fecha os olhos. – O cara que você transou, me conte como acha-lo. – E abre os olhos transmitindo dor.

- Lauren...

- Harry precisa dele Camila. – Ela segura meus ombros. – Eu vou até o inferno para salva-lo, mesmo com a dor... Eu não irei desistir dele. – Ela diz segurando as lagrimas.

- Desistirá de nós? – Pergunto, e já sinto algumas lagrimas caírem.

- Eu não desiste de nós. – Ela diz se afastando. – Você sim.

- Eu não desisti Lauren. – Falo dando um passo para trás. 

- NÃO?! – Ela grita. – Você transou com o primeiro que apareceu Camila! – Ela fala se aproximando. – Você deu para um cara bêbada! Você me fez acreditar que estávamos bem.

- Eu...

- Você me escondeu um filho Camila! – Ela fala se chegando mais perto enquanto eu vou indo para trás. – VOCÊ NEM AO MENOS SABE AONDE ENCONTRA-LO! – Paro quando sinto a parede gelada nas minhas costas. – A VIDA DO HARRY DEPENDE DE UM CARA QUE VOCÊ NEM SE LEMBRA QUEM É! – Fala espalmando as mãos na parede uma em cada lado da minha cabeça. – VOCÊ DESISTIU!.. Não eu.. 

- Eu sinto muito Lauren. – Falo sem segurar as lagrimas.

- Eu também... – Se afasta. Lauren senta no chão e encosta as costas no sofá. – Porque Camila... – Ela diz e ouço seu primeiro soluço. – Eu não fui o suficiente?! – Diz chorando.

- Você foi mais que o suficiente! – Falo também chorando e me ajoelhando na sua frente.

- Por favor Camila, me diga que eu fiz algo de errado. – Ela fala bagunçando os cabelos em forma de desespero. – Eu preciso de algo para diminuir a dor! Eu preciso de algo para acreditar, que eu possa lutar por nós! – Ela diz soluçando. – Eu preciso de algo para acreditar em nós!

- Eu sinto muito Lauren! – Caio sentada, e levo as mãos até a cabeça. Caindo mais no choro. 

O único som é do nosso choro, nenhuma falou uma palavra.

(...) 

Depois de um tempo paramos de chorar, mas continuamos em silencio. Até que Lauren suspira pesado.

- Precisamos encontrar o... – Ela respira fundo. – O pai biológico do Harry. – Ela fecha os olhos com força, como se a frase fosse um soco na boca do estomago. – Doa o que doer, eu não vou deixar meu filho morrer! – Ela diz decidida. – Me conte o que sabe!

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...