História Mentirinhas - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Personagens Originais
Tags Bicolor, Gêmeos<3, Maninho Ruivo, Platinada
Exibições 80
Palavras 1.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - "Calado!"


Fanfic / Fanfiction Mentirinhas - Capítulo 4 - "Calado!"

Eu sai daquele porão, pois fiquei com raiva de todos lá, menos o Castiel.. Ele é meu irmão, mesmo sendo grosso ou sei lá, ele me ama e cuida de mim como se eu fosse uma bonequinha de porcelana.

Eu só estou com muito medo da reação do Armin.. Ele agiu como se tudo aquilo fosse muito real, eu também agi.. mas eu tenho sentimentos verdadeiros por ele! Eu acho.. Depois de sair do porão, eu fui diretamente para o terraço (Giuh: Sim, ela conhecia a escola toda! Mas vocês ai vão descobrir o porque depois) e lá eu fiquei observando as pessoas andando no pátio e do pátio pra rua, casais felizes etc. Eu fiquei com raiva? Sim.. mas eu acho que tenho que esquecer essa paixão pelo Armin.. ele não sente nada por mim.. talvez só atração, ele disse que eu agradava ele.. 

Fiquei por um tempo no terraço, até que senti braços me envolverem.. eu conhecia aqueles braços, era o ruivo. Ele me olha e limpa as minhas lágrimas que eu nem havia percebido que tinham caído do meu rosto. Ele me abraçou mais forte, dessa vez me virando pra ele e eu aprofundei minha cabeça em seu peito chorando ainda mais.. ele se sentou no chão comigo em seu colo e ficou tentando me acalmar.. era bem difícil pelo fato de que eu realmente sinto sentimentos pelo Armin. Um amor não correspondido..

Eu já tinha me acalmado, nós estávamos lá por pelo menos uma hora já havíamos faltado a primeira aula.. bom eu faltei quando eu estava com o Armin "conhecendo" a escola só pra não acabar com meu disfarce. Pra ele eu ainda era uma bobinha perdida na escola. Mas eu conhecia cada pedacinho dessa escola.. eu já estudei aqui. Desde a creche até meu 7° ano.. foi quando nossos pais (Meu e do Cast) nos abandonaram e nós aprendemos a nos cuidar sozinhos. Eu decidi mudar de escola, mas Cassy queria continuar aqui. Eu perdi meus amigos, Rosalya.. Alexy.. Íris que agora me odeia.. Armin, todos! Só o que eu tenho contato e espero ter sempre é Lysandre. Ele e meu irmão sempre foram muito colados. 

Ficamos um tempo naquela posição, eu estava quase dormindo quando.. alguém me puxa me cintura e eu me assusto

-Kyaaa! -eu disse e a pessoinha que me assustou começa a rir- QUEM É O FILHO DA P.. -eu olhei pra trás e vi Lysandre que estava rindo pakas

-Olá linda! -Ele disse isso e eu comecei a me debater pra sair dos seus braços que ainda rodeavam minha cintura. Consegui me soltar finalmente, ele tinha cedido já que ele sabia que eu não iria conseguir sair do seu abraço nunca 

-Lysandre!! -Eu olhei pra Castiel que estava com cara fechada.. ele é muito ciumento- Que saudades! Hoje de manhã eu nem pude falar com você direito já vocês dois estavam me enchendo o saco hahaha! -logo após dizer isso, praticamente me joguei em seus braços dando um abraço caloroso, um que ele ficou surpreso no começo.. mas depois retribuiu 

-*fingindo estar tossindo* eu estou atrapalhando algo? -Castiel disse olhando/metralhando o Lysandre com seus lindos olhos cinzas. Ele não iria dizer, mas sei que ficou com ciúmes

-Ta sim! Sai logo e me deixa sozinha com ele -eu disse e o Lysandre e eu caímos na gargalhada enquanto o ruivo me olhava sério- Ai, Castiel! senha senso de humor!! Vamos descer. Já deve ter acabado todas as aulas

Soltei o platinado, que arrumou suas roupas. Peguei minha bolsa aonde continha meu material e desci as escadas enquanto o ruivo descia com o Lysandre na minha frente. Quando acabei de descer as escadas, um braço me puxou para uma sala de aula vazia. Só lá eu percebi quem era.. 

-Me deixa ir embora! -gritei e a pessoa que me trancou na sala estava com uma cara bem.. triste.. Por que ele me puxou?? 

-Isa! -era o Alexy- Me diz! O Casiel é mesmo seu irmão? -ele não viu.. mas eu vi que tinha alguém nos observando, e eu sabia que era

-Calado! -eu disse e ele se assustou- Alguém está nos observando... Não quero que você se machuque! Por favor! Vamos pra outro lugar!!

-Tá.. -ele disse saindo quando alguém me puxa

-ALEXY! CHAMA O CASTIEL!! RÁPIDO -ele correu para chamar Castiel enquanto eu, tentava de todos os jeitos me soltar daquele cara

Eu estava indo muito bem, até que chegaram mais dois caras e me seguraram um em cada lado. O que sobrou, estava rindo freneticamente e eu consegui ver seu rosto.. Eu sabia!! É ele.. Filho de uma Debrah! {parei}

Dake, Viktor e Jade! Esses ridículos!!!

-Seus idiotas! Me soltem! -eu disse me debatendo para que eles me soltassem-  Nem me avisaram que viriam né seus idiotas!

-Ah, fofinha.. Foi mal, estávamos ocupados e acabamos por não falar -Dake disse sorrindo. Aquele sorriso safado que só ele tem. 

-Fala ai minha flor! -disse Jade com seu sorriso meigo- Tudo b.. -ele iria terminar de falar, mas Vik o interrompeu

-Prima!! -Disse ele todo sorridente. Me joguei em seus braços o abraçando

-Queria ser eu ai -Disseram Dakota e Jade. Eu sei que estavam com caras maliciosas, os conheço muito bem pra saber isso

-Ei! Ela é minha prima! Vocês não tem direito de falar assim dela -Vik disse e começamos a gargalhar. Até que.. um certo ruivo abriu a porta como se estivesse salvando o amor de sua vida

O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQ.. -ele olhou pro Dake e Jade, mas assim que parou os olhos em Vik, sorriu e caminhou pra abraçá-lo. Eles são como irmãos, Eu e Vik também somos.. Se eles pudessem escolher os seus irmãos, Castiel e Vik se escolheriam e me escolheriam pra ser a menina da parada- Fala mano! -disse Castiel a Vik que deu um sorriso 

-Ah, Castiel! -Apareceu Alexy- Vejo que já resolveu tudo né Castiel? Princesa? Tudo bem amorzinho? -Diz Alexy com um ar de preocupação

-Sim Alexy! Eu estou bem, obrigado por se preocupar. -eu disse e ele sorriu 

-Menina! Quando eu disse isso para o Castiel, ele correu que nem louco te procurando! O Armin acabou ouvindo e... eu meio que tive que amarrar ele em uma cadeira!! Ele ficou muito preocupado e sei que se ele viesse não deixaria a pessoa viva -escutei passos no corredor e Alexy deu uma olhada no mesmo- Falando no Diabo..

-Isa! -disse Armin entrando na sala com lágrimas nos olhos- Você está bem? -ele veio correndo me dando um abraço muito forte abraço- Só de pensar que algo poderia ter acontecido a você! -ele disse e eu comecei a sentir alguma coisa molhada descendo pelo meu ombro.. será que? Ele ta chorando de verdade???

Ele levantou a cabeça, tadinhooooo! Ele estava com seus olhos totalmente vermelhos marejados ainda. Eu comecei a olhar pra baixo, não tinha coragem de o encarar. não agora. 
Armin levantou minha cabeça segurando o meu queixo e assim, beijou minha testa (Imagem do cap.) mostrando carinho e afeto, enquanto Castiel, Vik, Dake e Jade estejam metralhando Armin com seus olhos e Alexy com seu sorriso "Nada vitoriano" como o Lys diria. Haha..

To começando a achar, que pro Armin.. Esse namoro falso não é falso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...