História Mera Telespectadora - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXID
Personagens Hani, LE
Tags Amigo Secreto, Exid, Hani, Loreal É Linda, Thereddesigns, Yuri
Visualizações 31
Palavras 751
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Notas finais ;)

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

Quando eu te vi sentada naquela praça, eu não esperava me tornar tão dependente de você, Hyojin. Escrevo essa carta só para lhe avisar que eu não aguento mais te olhar sem poder fazer nada.

Sinceramente, eu não esperava ficar tão vidrada em alguém só por olhar em seu rosto e admirar seu sorriso. Admito que você foi a primeira que conseguiu.

Eu gosto de relembrar aquele dia, provavelmente nem sabe do que eu estou falando, naquela época você mal sabia de minha existência; mas, pra mim, foi o momento em que minha mente se fechou e se permitiu pensar apenas em você.

Estava tocando violão, Hyojin. Num desses seus mil encontros com suas amigas. Foi naquela pracinha, perto do bosque e cercada de lanchonetes. Eu só planejava passar por lá pra comer alguma coisa, mas a melodia que eu ouvia vindo de você foi mais forte que a minha fome.

Tocava tão lindamente que era quase impossível não ficar vidrada. Eu ouvia o comentário das pessoas ao redor falando também sobre as outras meninas que também tocavam, mas pra mim, elas nem estavam ali.

Passaram-se os dias, e toda vez que você passava por perto, eu tinha sensações diferentes. Ficava envergonhada, tentando não parecer uma idiota, mesmo sabendo que provavelmente você nem olharia pra minha cara.

Eu não notei de primeira, mas eu acho que eu me apaixonei mesmo nunca tendo lhe dirigido a palavra.

Ao passar do tempo, quando eu comecei a descobrir mais coisas sobre você, parou de tocar violão com suas amigas para as pessoas ouvirem. Eu não sei se é sorte ou azar, já que provavelmente eu estaria focada demais em sua música para prestar atenção em seu rosto e em seus movimentos. 

Eu queria lhe ouvir de novo. Mas levantar e ir até você pedir que tocasse pra mim era improvável.

No dia que eu descobri seu nome, eu ganhei seu número de celular. Pensando agora, isso é até meio estranho. Parece que eu lhe perseguia.

Mas não se preocupe, Hyojin. Tenho medo o suficiente até de olhar na sua cara e você perceber.

Mesmo eu nunca ter te ligado ou mandado alguma mensagem por ter seu número, eu agora tinha sua foto do perfil do aplicativo de mensagens. Era a única coisa que eu tinha de você, na verdade.

Não me leve a mal, mas eu queria uma foto sua, e a ideia de tirá-la furtivamente, sem você ver, não me agrada muito.

Eu comecei a observar seus passos. Via quando saia e entrava no ônibus, quando ouvia música e cantarolava ou até mesmo o tipo de comida que lhe agradava. Comecei a analisar sua rotina, até perceber que você às vezes dava uma escapada da visão de suas amigas para sair e conversar com um garoto.

Isso primeiro me deixou em choque, mas não necessariamente com ciúmes.

Eu via você passeando com ele, contando piadas e o abraçando. Já o tinha visto antes, mas nunca achei que era conhecido seu. Talvez eu devesse te observar mais atentamente, Hyojin. Quem sabe aí você não notava minha presença?

Me deixava frustrada não saber muito sobre você, mas eu ficava feliz apenas pelo seu sorriso existir. Entende o que eu digo? Só por você estar bem, ter amigos é uma vida contente já é motivo de alegria pra mim, mesmo eu nunca ter conversado contigo.

Eu queria descobrir mais, de onde vinha aquele menino e o porquê de serem tão próximos. Só que aí eu vi que eu estava ficando meio neurótica com isso.

Percebi que eu parei de focar em mim, pra focar em você.

Foi como se eu só servisse pra isso. Te admirar.

Você é tão perfeita que até me dá medo.

Hyojin, você é aquilo que me faz feliz. E eu juro que não digo isso da boca pra fora, tive tempo de ter certeza pra poder falar.

Óbvio que eu gostaria de ser sua amiga, me aproximar e poder ouvir você tocar só pra mim algum dia, mas eu nunca conseguiria falar com você. Tenho tanto medo de me rejeitar ou de simplesmente me ignorar que não consigo; talvez até possa me achar chata e não querer que eu ande com você.

Do jeito que está, eu me sinto confortável. Sigo minha vida observando seus passos, seus afazeres e hobby’s, como se meu trabalho fosse te admirar todos os dias.

Mas eu até que não me importo, na verdade, por que eu deveria?

Sou apenas uma mera espectadora de sua vida.


Notas Finais


Foi muito complicado pra mim escrever essa One, eu admito. Eu não escrevo yuri (nem leio, na verdade) e não sou muito chegada em EXID, então eu fiquei com minhas mãos atadas. Eu não iria (de jeito nenhum) escrever um Orange, então o que me restou foi o fluffy (e eu nem sei se isso se encaixa nessa categoria).

Este presente é pra @pyohani (aquela sumida). More, eu espero que tenha gostado, ok? Depois eu vou até reescrever algumas partes que não ficaram muito do meu agrado, mas ao geral eu acho que ficou razoável (ai ai). BEIJOS AMOR ESPERO QUE TENHA GOSTADO =*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...