História Mercy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Argo Filch, Bellatrix Lestrange, Cornélio Fudge, Franco Longbottom, Gilderoy Lockhart, Godric Gryffindor, Harry Potter, Lílian Evans, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Merlin, Merope Gaunt, Minerva Mcgonagall, Mundungo Fletcher, Personagens Originais, Remo Lupin, Rita Skeeter, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter
Tags James Potter, Lillian Evans, Os Marotos, Remus Lupin, Sirius Black
Visualizações 23
Palavras 1.235
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Adultério, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu aqui de novo.

Capítulo 1 - Le nouvel étudiant


Fanfic / Fanfiction Mercy - Capítulo 1 - Le nouvel étudiant

Sirius:

Acabo de arrumar minhas coisas para o expresso de Hogwarts finalmente o quinto ano, minha querida "mamãe" está me esperando na sala com aquele papinho chato de que eu envergonho o sangue puro que corre em nossas veias. Admito que já fiquei com algumas garotas só pra irritar a minha mãe, mas isso não vem ao caso.

- ANDE SIRIUS, NÃO TENHO A VIDA TODA SABIA?- Minha adorável mamãe está chamando.

Desço as ecadas e me deparo com meu irmãozinho.

- Ande garoto, estou doida pra me ver livre de você- diz Walburga.

- como se eu não quisesse- murmurei. 

                     . . .

Já na estação encontro Remus.

- Olá- diz cordialmente. 

- Ah, corta essa, já encontrou uma cabine?- pergunto. 

-Noop, falta o James- falou olhando para os lados.

- Me procurando?- James pergunta brotando do chão. 

-Sim, vamos achar a cabine- respondo entrando no trem.

Passamos por várias cabines, até que achamos uma que tinha duas pessoas. 

-Podemos sentar aqui?- Pergunta Remus para uma figura que estava lendo.

Esta tinha cabelos presos em um coque e uma expressão séria. 

Ela assentiu e a garotinha que estava a frente dela foi para o lado dela.

- De que casa você é?- perguntou James tentando puxar assunto, devo dizer que foi inútil. 

A garota não tirou a atenção do livro por um instante. Cof cof devoradora de livros cof cof.

Quando estávamos quase saindo do trem Snape aparece com uniforme de monitor. 

- Estamos quase chegando em Hogwarts.- avisou só com a cabeça entrando- ah, vocês. 

A garota levantou a cabeça e quando seu olhar bateu no Ranhoso um sorriso apareceu.

- Severo- ela gritou e saiu pulando nos braços dele- não sabia que tinha virado monitor. 

- Ah, sim. Virei esse ano- disse cheio de si. 

- Kimberly, vamos nos trocar?- perguntou para a garotinha que estava ao seu lado.

- oui, oui- respondeu Kimberly.

Eu nunca havia visto essa garota na minha vida. E olha que eu tenho quase uma lista de garotas que andam com o Ranhoso, e acredite posso contar nos dedos.

Nos preparamos para ir para Hogwarts na carruagem, mas McGonagall nos parou antes de entrarmos. 

-Senhores quero deixar uma coisa bem clara- sua voz era severa e dura- esse ano teremos um intercâmbio, por assim dizer, uma aluna da Academia de magia Beauxbatons irá se juntar à nós esse ano, vocês tem que se comportar com ela, porque precisamos de todo o apoio para essa guerra. 

- O que quer dizer com se comportar? - perguntei com medo da resposta. 

- Nada de pegadinhas com ela- disse severamente se virando em direção ao castelo.

- Humph- resmunguei. 

                    . . .

- Eu tô com fome- resmungou James.

- Onde estão esses novatos? - perguntei mal-humorado. 

- O que a fome não faz com as pessoas?- Perguntou Remus debochado. 

- Ha ha- disse sarcástico. 

Finalmente, os novatos entraram numa enorme fila indiana, e no final aquela garota do trem. Ah, entendi essa garota é a aluna de Beauxbatons e ela conhece o Ranhoso, como ele é o único que ela conhece aqui, ele deve ser amigo dela.

A seleção foi andando e andando até que chegou a garotinha do trem.

- Osiris, Kimberly- chamou McGonagall.

A garota parecia apavorada.

- Essa aí não vai pra grifinoria- falei debochado. 

A aluna de Beauxbatons percebeu e foi até ela.

-Quer que eu segure sua mão? - Perguntou.

- mas...

- Se minhas contas estiverem certas eu sou depois de você, não tem desculpa- falou a garota.

Elas foram juntas e a garota foi selecionada pra Corvinal.

- Prince, Phoebe- chamou McGonagall. 

A garota de Beauxbatons se aproximou. 

O chapéu demorou e demorou. 

- Ai eu tô com fome- gemeu James.

- Com certeza, você é uma bruxa bem peculiar- falou o chapéu seletor. 

Fiquei surpreso, ele nunca fala em voz alta.

- Ha ha, deveria considerar isso um elogio? - perguntou risonha. 

- com certeza, CORVINAL.- disse por fim o chapéu. 

A garota caminhou em direção a mesa da Corvinal. E a seleção continuou até o último aluno.

- Que se inicie o banquete- disse Dumbledore. 

Finalmente. Comida.

Phoebe:

Finalmente entrei em Hogwarts. 

Observei a construção de Hogwarts. As quatro casas bem elaboradas. São como as de Beauxbatons. Mas a seleção é diferente,  através de um espelho. As casas são parecidas, algumas. 

Noble é a casa dos mais belos e determinados em suas escolhas e ações. O sereiano é o simbolo da casa.

Lucttore é a casa da ambição e audácia.  O animal do símbolo é o centauro, representa a força e a coragem dos Lucttores. 

Sagesse tem como principais características a perspicácia, a criatividade e a inteligência de seus membros. As pessoas dessa casa são ativas e prontas para novos desafios.  O animal é o hipogrifo. E claro eu era dessa casa. A cor do uniforme era Roxa, uma das minhas cores favoritas.

E por último, mas não menos importante, Paxlitté. É tipo a Lufa-lufa, as qualidades prezadas são: Justiça, lealdade e pureza.  O animal é o unicórnio, era engraçado como os garotos não queriam ir pra essa casa.

As casas aqui são diferentes, confesso que sinto falta do meu uniforme, mas não tenho nada contra azul é a minha outra cor favorita. 

Okay não desvia do assunto, acho que sou a única observando o teto intrigada. Eu li Hogwarts uma história. Mas mesmo assim é estranho. 

-Phoebe, tá me ouvindo? - escutei a voz de Kimberly. 

-Anh, que?- Voltei a realidade e tinha um garoto parecido com Kimberly me olhando.- Desculpe, eu não tava prestando atenção, na verdade eu tô prestando atenção no teto.

Disse sentido meu rosto corar.

- Ah, bom esse é o meu irmão, Oliver Osiris. - falou.

-Ah prazer- disse estendendo minha mão para ele, que fez o mesmo. 

                     . . .

Eu tô perdida. Alguém me ajuda.

Como é que eu saio do salão comunal, mesmo? Ah é um enigma, certo? Okay. Ah não é só pra entrar. 

Tô perdida, help me.

- Ai, cuidado James- falou um garoto do outro lado. 

Quando eu me virei não tinha ninguém. 

Fantasmas? Deve ser.

Falando nisso ouvi falar sobre uma fantasma da nossa casa...

PERA, que cheiro é esse? Isso sou eu?

Passei a mão pelos meus cabelos e senti aquele cheiro, bomba de bosta. 

Que merda, literalmente. 

Me virei e fui diretamente à entrada do salão comunal. 

- Qual veio primeiro, a fênix ou a chama?- perguntou a mulher da sala.

- Acho que a resposta é um círculo que não tem começo- respondi sem paciência. 

- muito bem fundamentado.- respondeu.

Eu tomei um banho de umas duas horas, ahhh eu mato quem tiver feito isso. Vai ter vingança, ah vai.

Quando sai a aula de transfiguração já havia começado. 

- Senhorita Prince, posso saber o motivo do seu atraso?- perguntou McGonagall. 

Eu poderia ter falado, mas olhei pra esquerda, aquele garoto do trem... James, foram ele e os garotos ao seu lado. Panacas.

- O pirraça- eu conheço ele, meu irmão estuda aqui e odeia ele.- ele jogou tinta absorvente em mim- caramba eu não sou muito boa mentindo, mas vai.- Tive que me lavar, de novo.

- Ah, claro. Sente-se ao lado de Lilian- Respondeu. 

Essa tal Lilian estava ao lado do James, você deve estar querendo saber quem é meu irmão. Pense nele como um garoto chato, gêmeo meu, embora não seja idêntico à mim, e ele é da Sonserina. Se pensou no Malfoy, bom estou ofendida. 

Sentei ao lado dela e me virei em direção ao James.

- Quando for aprontar alguma, pelo menos não deixe falar seu nome.- falei para ele que se assustou. 

Dei um sorrisinho falso.

- Prazer, Phoebe Prince. 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...