História Mercy :: S.M | PAUSA | - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Crawford Collins, Hailey Rhode Baldwin, Hayes Grier, Jacob Whitesides, Jasmine Villegas, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Crawford Collins, Hailey Baldwin, Hayes Grier, Jacob Whitesides, Jasmine Villegas, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Amor, Drama, Magcon, Romance, Shawn Mendes
Exibições 1.020
Palavras 1.901
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello, hello!!

Como eu já havia dito, editei o capítulo e me sinto bem melhor com ele assim. Ele está bem diferente da antiga versão, tem mais detalhes falas e o hot tá menos bosta. Então é isso amo vocês sz

Capítulo 12 - Capítulo 12


Hello, Hello!

Ninguém se importa mas o capítulo foi escrito ao som de diversas músicas eletrônicas e Slow Motion e All Weekend Long

Boa leitura sweeties♥

|Sophie Dallas|

Depois de responder algumas fãs, no caso quase 100 pessoas e comentar sobre a tag que elas fizeram para mim em comemoração ao meu aniversário, elas são tão amorzinho. Bloqueio a tela do telefone e vou para o quarto Aaron onde todos os meninos se encontram. Abro a porta sem bater, fazendo um pouco de barulho e todos viram a cabeça pra me olhas, eles fizeram uma pequena imitação dá menina do exorcista. O motivo do "silêncio" no quarto é porque eles estavam gravando, vejo que atrapalhei a gravação deles.

“Desculpa, não tive a intenção” falo sem graça e Cameron sendo o melhor irmão de todos, solta uma gargalhada que parece até uma hiena sendo eletrocutada. “Vou voltar depois, bom vídeo!” falo e saiu novamente, mas a voz de Taylor me faz parar.

“Você também faz parte do vídeo, Nash amarre algo nos olhos dela...” logo todos os meninos e Lox começaram a andar de um lado para o outro e Nash venda meus olhos.

“Vem, Sophie” Lox fala e eu sinto meu nariz arde e uma dor imensa no local  meus olhos ardem e os sinto úmidos.

“Porra, se for para quebra meus nariz, eu vou embora.” falo fazendo as hienas eletrocutada riem. Sinto as mãos de Maho em minhas costas e então começamos a andar, depois paramos. Acho que estamos no elevador. Os meninos falavam sobre coisas das quais eu não entendi e nem pretendo. Alguns minutos e novamente voltamos a andar e alguém me impede. Eu tô tipo viajando legal agora.

“Pode tirar a venda, Marie” Hayes fala e eu dou o dedo do meio pra ele, não que eu não goste do meu segundo nome, é porque estou acostumada com Sophie. Tiro a venda e enfrente ao hotel em que estamos hospedados tem milhares de fãs, digo deve ter umas cinqüenta pessoas aqui, assim que tiro a venda elas começam a cantar e bater palmas, eu admito o dia do meu aniversário é o dia que mais sensível dá minha vida. Coloco as mãos no rosto e começo a chorar, enquanto deixo um sorriso estampado no meu rosto.

“Aaah, obrigado meninas, eu amo tanto vocês!” falo em português  em meio ao choro e elas gritam em resposta. Com dificuldade eu e os meninos abraçamos as meninas, todo o momento os meninos estavam gravando. Passamos boa parte dá tarde ali conversando e brincando. Em uma das brincadeiras eu perdi um jogo que estava brincando com Matt é isso me rendeu dois meses com o cabelo rosa. Na hora do almoço compramos pizza e alguns salgados para nós comermos é isso rendeu um belo vídeo super engraçado. Com nossas reações comendo comida brasileira.

No final dá tarde para o começo dá noite, se despedimos das meninas e fomos nós arrumar, como eu já tinha dito no Instagram, hoje vou comemorar de um jeito brasileiro. Assim que voltamos para dentro do hotel cada um foi para seu quarto se arrumar menos Lox, que foi para o meu. Todos marcamos de se encontra na porta do hotel quando todos estivessem prontos.

* * *

Música alta, corpos balançando, o típico escuro com as luzes piscando, copos de bebidas alcoólicas para o alto e pessoas atrás de diversão. Não posso negar que com o fato dos meninos serem famosos conseguimos a área vip na casa de festa. A primeira coisa que faço é ir pegar uma bebida, e levo a Maho comigo.

“Posso falar uma coisa?” a ruiva pergunta e eu apenas concordo. “Hoje vai ter um sexo selvagem...”

“Meu Deus, Mahogany!” repreendo a mesma e ela rir. “De quem?” falo e bebo um gole dá bebida, com nome estranho.

“Você e Shawn, vocês estão no maior clima de tensão e excitação, já está na cara que hoje vai rolar um sexo selvagem” Maho termina de falar e me deixa sozinha com cara de espanto, obviamente isso é influencia dá Kimberly. Me junto aos meninos e umas meninas desconhecidas por mim e começamos a cantar e dançar.

Estava tocando umas músicas com batidas contagiante, mas, eu não sabia o que falava, já que era português. Mesmo assim eu e os meninos dançávamos animadamente. Em um momento totalmente aleatório começa a tocar Slow Motion – nem precisa dizer que amo essa música né?! Puxo Maho e começamos a dançar ao som dá música, logo começa um remix de Cold Water – Major Lazer ft Justin Bieber & MØ.

Começo a rebolar junto as batidas dá música e sinto um mão me puxar com força, assim que me viro bato com o rosto no peitoral de Shawn, seus olhos estavam meio vermelhos e seu cabelo bagunçado, ele está tão sexy. Devo admitir que Lox estava certa, provavelmente hoje vai ter sexo selvagem, encaro o moreno a minha frente e puxo meu braço com força.

“Eu quero dançar, para de me agarrar” reclamo e volto a dançar com os meninos, enquanto cantamos iguais a uns loucos bêbados, o que nós somos nesse momento. Mas... eu não

|Shawn Mendes|

E aqui estávamos nós, em uma casa noturna no Brasil, comemorando os 18 anos de Sophie, e ela está maravilhosamente gostosa no vestido preto dela... que eu dei no seu aniversário do ano passado. Todos estamos bebendo, dançando e alguns dos meninos estavam pegando alguém. Sophie dançava com Hayes, que além de não estar interessado em ninguém, não estava bebendo por ser menor de idade.

Soph, mexia a cintura junto com as músicas que tocavam e como combinado, antes de meia noite Cameron trouxe três garrafas de bebida. Um champanhe, uma vodka e uma garrafa de tequila com velas acesas amarradas nela e no final Cameron acompanha os três homens com um pequeno bolo com duas velas. A área vip não tinha muita gente, então os poucos que tinham mais nossos amigos começamos a filmar e bater palmas, cantamos a famosa música de parabéns e então comemos o bolo e voltamos a dançar cantar.

“Feliz 18 anos, Sophie” falamos todos juntos e começamos a dançar novamente.

* * *

Eu não posso te dizer como tudo aconteceu, só sei que foi algo totalmente espontâneo. Primeiro estávamos se beijando naquela boate, quanto alguns de nossos amigos tiravam fotos e alguns filmavam, mais algumas bebidas e agora estamos aqui no quarto de hotel em que estou hospedado. Nossos beijos são quentes e calmos, queremos aproveitar cada minuto, pois eu sei que ela amanhã não vai olhar na minha cara.

Faço uma trilha de beijos de seu pescoço até seus seios cobertos pelo plano do vestido. Abro o zíper de seu vestido e logo ele desce por sua pele, deixando seus seios expostos, aqueles belos e grandes seios do qual eu amava/amo brincar.

“Se eu soubesse que estava sem sutiã teria fodido você naquela porra de boate mesmo” falo baixo em seu ouvido e recebo um gemido baixo como resposta. “Já está molhada amor? Eu não fiz nada ainda” falo e a penetro dois dedos sem avisar e soph geme surpresa.

“Porra, Mendes. Hoje eu não estou afim de momentos clichê, eu só preciso sentir você” Ela fala e movimento mais rápido meus dedos. Beijo todo o seu rosto e a deito na cama sem parar meu trabalho com os dedos. “Eu disse sem clichê, caralho!” ela fala e inverte as posições ficando por cima.

Beijos, toques, eu te amo, promessas, prazer, gemidos, palavras sujas, nossos corpos unidos isso é a melhor sensação de todas. Já estávamos sem roupa, nos amando loucamente, o quarto nesse momento é pequeno demais para a gente. Nossos gemidos são altos e desesperados, porém tudo em sintonia.

Nossos corpos se encaixam perfeitamente, como um quebra cabeça. Sento na cama cansado e todo suado, mas cheio de energia. Sinto Sophie sentar em meu colo, se encaixando novamente em meu membro. Um gemido alto escapa por nossos lábios e a beijo para abafar, beijo tô seu rosto, pescoço e seios deixando chupões pelo caminho, eu preciso deixar marcas, para todos saber que fui eu quem deu prazer a ela.

Ela começa com movimentos calmos e com o tempo vai acelerando, seguro em sua cintura ajudando ela com os movimentos. Minhas costas ardem, pelos arranhões e minhas pernas estão ficando rígidas, eu estou quase lá. Mudo as posições ficando por cima e acelero os movimentos.

“Vamos lá, amor. Pode vim, não precisa se prender” falo em seu ouvido e ela arranha minhas costas. Seguro em um de suas coxas apertando com força e a morena em baixo de mim geme alto.

Sinto o corpo de Sophie ficar rígido, e acelero meus movimentos. E mais uma vez uma onda calor toma conta de nossos corpos e de todo quarto.

“Shawn, eu te amo...” ela praticamente grita e se deixa vencer pelo prazer. Com mais algumas estocadas e eu chego no meu ponto.

“Eu te amo, Sophie” falo e caiu deitado ao seu lado. E não demorou muito para cairmos no sono.

|Sophie Dallas|

Abro os olhos lentamente e sinto meu corpo doer, olho para o lado e Shawn ainda dormia feito um anjo, dou um beijo de leve em seus lábios e saiu do quarto vestindo apenas minha calcinha e sua blusa. Olho o corredor vazio e vou para meu quarto que divido com Cameron, entro no quarto e está um silêncio. Cam, ainda está dormindo.

“A noite foi boa né? Estou orgulhoso do Shawn” Carter fala e eu sinto meu coração falhar uma batida. Eles não estavam dormindo?

“Você surgiu dá onde?” pergunto desesperada ele apenas rir olhando pra mim. “O que foi?”

“Cameron vai te matar, seu pescoço tá cheio de marcas roxas” acho que meu coração parou de bater, corro pro banheiro e abro o primeiro botão dá blusa e logo vejo as marcas em um tom de roxo escuro em meu pescoço. Fodeu, fodeu gostoso, fodeu bonito. Deixo Carter sozinho e vou tomar um banho, preciso me ajeitar e esconder essas marcas.

Depois de tudo pronto, fomos tomar café, Nash, Lox, Jacob, Shawn e Taylor já de encontravam lá, comprimento todos eles e na vez de Shawn dou um beijo no canto dá sua boca e recebo alguma piadinhas.

“O que eu perdi?” Cameron e Nash perguntam ao menso tempo e eu reviro os olhos, vai começar.

“Sexo selvagem, e pegação ontem lá na festa” Aaron fala e eu fico estalada, eu não acredito nisso, pra que inimigos quando se tem amigos assim? “Sabe, Sophie, você esqueceu de passar maquiagem no pescoço” ele termina e Cameron mexe em meu cabelo deixando meu pescoço exposto, e logo todos estão rindo de mim e fazendo piadinhas sobre o assunto.

“Vocês querem morrer quando?” ele fala e olha pra mim e depois Shawn, eu contínuo comendo meu café da manhã como se nada tivesse acontecido. “Mais tarde vamos conversar mocinha”

“Sophie, já acabou? Temos hora no salão” Matt fala e eu o olho confusa, acho que alguém saiu do armário. “Cabelo rosa amor, nem vem. Você vai cumprir a promessa, desafio é desafio” hoje é dia de foder comigo, não igual ao Shawn fodeu, mas em um sentido... dá vida mesmo.

“Vou escovar os dentes e vou... socorro Deus” falo e escuto todos riem e fazer piada sobre as marcas no meu pescoço ou pintar o cabelo de roxo. Odeio eles, mas não vivo sem eles.

Então é isso, vou pintar o cabelo de rosa.

Contínua...


Notas Finais


Hello, Hello!!! Sim, eu editei o capítulo novamente, e está melhor assim, as outras duas  versões estavam muito cu e esse tá melhor. Até o hot tá melhorzinho, lembrando que eu não sou muito boa com hot, ainda mais quando o ponto de vista é masculino e vocês não podem negar. Até o próximo capítulo, love u sweeties!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...