História Mercy :: S.M - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Crawford Collins, Hailey Rhode Baldwin, Hayes Grier, Jacob Whitesides, Jasmine Villegas, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Crawford Collins, Hailey Baldwin, Hayes Grier, Jacob Whitesides, Jasmine Villegas, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Amor, Drama, Magcon, Romance, Shawn Mendes
Exibições 158
Palavras 2.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Coloquei a cara do sol depois de mil anos.

Espero que gostem do capítulo, talvez mais tarde tem um capítulo novo!

Boa leitura!

Capítulo 22 - Capítulo 22


Hello, Hello!

Boa leitura sweets

* * *

Minha manhã se resumiu em arrumar a casa. Lavar, passar, varrer, troca de lençóis dos quartos, tapetes, cortinas, fronhas e o caralho a quatro. Lavei toda louça que tinha na pia, arrumei a área dá piscina que ninguém usa mas estava bagunçada. Coloquei a piscina pra encher - que por final demorou quase o dia todo - coloquei Anna, Nash, Hayes e Matt para fazerem compras. Enquanto eu terminava de arrumar a casa.

Cameron e os meninos da magcon decidiram se reunir aqui em casa, botei todo mundo pra arrumar a casa. Quando era tarde quase noite eles foram pra outra reunião e Kim me ligou avisando dá festa do Skate, eaA disse que já tinha avisado todo o squad, hoje à noite promete. Depois do ocorrido na praia, eu e Anna não temos muita privacidade quando saímos na rua, isso é irritante.

Saiu do banho apenas de calcinha e um roupão e encontro Hayes deitado na minha cama, não preciso falar que eu quase tive um ataque cardíaco né?

“Menino não faz isso... quer me matar?!” falo com a respiração acelerada. “O que faz aqui?”

“Ja tô pronto, vim aqui porque seu quarto é o mais gelado dá casa, nunca entendi o motivo.” ele responde e volta a atenção pro celular. Começo a me maquiar e decidi deixar meu cabelo natural já que havia lavado, sinto saudades do meu cabelo castanho, mas eu também gosto dele de rosa.

“Porque você ainda usa esse troço no braço?” Hayes pergunta do nada e tiro a conclusão que ele é a pessoa mais aleatória do mundo.

“Candice não chegou a quebrar, deu uma pequena fraturada com a queda, fiquei algum tempo com o gesso, e tenho que usar a tala por mais algumas semanas” respondo e finalmente decidi com que vestido eu vou. Pego ele e vou pro banheiro me visto e vou pegar os sapatos.

“Maloley vai ficar doido, você ta linda!” Hayes fala e eu sorriu e quando ia falar algo Anna aparece na porta do quarto. “Wooww..”

“Anna, se eu gostasse dessa fruta eu te pegava menina, não é só o Skate que vai ficar doido hoje” falo e descemos. Hoje a noite vai ser um perigo.

“Sua máscara” Anna me entrega e eu coloco me sinto perigosa usando essa máscara.

* * *

Stassie, Hailey e Kim conseguiram mais algum tempo de folga só pra vim pra festa. Nate abriu uma de suas casas para a festa e devo dizer que essa casa é maravilhosa. Eu, Stassie, Kimberly, Anna, Hayes, Sammy, Dylan, Selena e Hailey estamos todos reunidos em frente a casa do Nate, já que tem alguns paparazzis por aqui.

Do lado de fora já se dava pra ouvir a música bem alta, o leve cheiro de cigarro também estavam presentes já que algumas pessoas estavam fumando fora dá casa. Tiramos algumas fotos para satisfazer os paparazzis chatos e entramos na casa e woww! Nate mandou bem na decoração, o tema dá festa de hoje é hoje era preta e branca máscaras e a casa está incrivelmente arrumada. E todos os convidados estavam de acordo com o tema. Estava foda. Além de ser uma ocasião especial, hoje é aniversário do Maloley.

“Caralho...” Kim fala admirando o lugar e eu olho pra ela e riu. “Ai porra sai sem querer, agora vamos entra em coma alcoólico” ela grita em meio a música e todos se juntamos a ela. Hoje a noite promete. Nate já estava lá bebendo e assim que me viu sorriu safado, acho que molhei a calcinha.

“Feliz aniversário meu gostoso!” falo pulando no colo do moreno e o beijo. “Mais tarde vamos ter uma comemoração especial” falo em seu ouvido e ele aperta minha bunda.

“Vamos deixar pra foder depois” Sammy fala e vai cumprimentar o amigo.

Ficamos por ali mesmo bebendo e conversando, e eu me pegando com o Nate. Vamos aquecer primeiro e depois cometemos os erros dá noite. Aos poucos a casa foi enchendo de gente isso porque a festa é privada pra poucas pessoas. Pedimos uma rodada de tequila e começamos a filmar vários snaps bebendo, me sinto uma cachaceira. Agora sinto que o álcool está começando a fazer efeito, sinto minhas bochechas esquentarem agora sim tô começando a ficar bêbada

“Vamos dançar!!!!!” Kim grita e todos concordamos, fomos para o meio o da pista é sempre bom abrir a pista de dança. Rupp logo começa seu incrível trabalho, as músicas começaram calmas, como se convidasse as pessoas para a pista de dança e estava dando certo. Ain't My Fault – Zara Larsson, começou a tocar claramente minha vergonha foi embora, essa música tem um ritmo sexy e animado ao mesmo tempo eu e Stassie logo começamos a fazer a coreografia da música e dando umas improvisadas e rebolando ao som da música.

Sinto alguém me abraçar por trás, esse alguém é irreconhecível, viro dando de cara com Nate, começamos a dançar juntos e eu tentava ao máximo provocar o moreno a minha frente, sinto que consegui quando eu rebolo bem devagar encostando minha bela traseira em se membro coberto e sinto o volume já se formando, ele aperta minha cintura com força e eu sorriu sapeca, viro de frente para o mesmo e o beijo, um beijo cheios de segundas, quartas e quintas intenções.

Sammy, Dylan, Nate e Hayes começaram a gravar vários snaps a maioria era vídeo com algumas fotos, é óbvio que os sites de fofoca iriam ter muito conteúdo para falar e mostra. Continuamos dançando, brincando e bebendo. Isso incluí que na maior parte dá festa eu e Nate estávamos se pegando, na verdade até agora a gente não se desgrudou, conheci várias pessoas e tenho certeza que amanhã não vou me lembra de nenhuma, essa é graça de estar bêbada em uma festa, você faz amizades com pessoas desconhecidas por uma única noite. Super recomendo, fazer amizades, não beber.

Paro de dançar e pego uma bebida que o garçom servia, logo Sammy para do meu lado e rir, lá vem, sinto isso na alma. Ele pega o celular e posiciona e logo começa a filmar. Gravamos alguns snaps falando "Feliz Aniversário Nate" e os outros era a gente dançando e bebendo.

“Marie qual o nome dá sua bebida?” ele pergunta e eu riu já entendo a brincadeira.

“Sex on the beach” Respondo e riu, balançando a cabeça negativamente.

“Com quem?” Stassie aparece do meu lado e logo Nate também aparece me abraçando.

“Comigo” ele responde e me beija fazendo todos começarem a gritar e pular. Lox me olhava divertida e então puxo a ruiva pra pista de dança e começamos a dançar hoje a noite está cada vez mais divertida. Sammy e Stassie, Kim e Dylan, Anna e Hayes, Hailey e um menino, eu e Skate e Lox e um menino todos estávamos acompanhados e pegando alguém o que fez todos rimos quando Kimberly fez um comentário, os únicos não tão bêbados era... eu não sei. Hayes e Anna, isso é tudo que eu sei.

Olho para o lado Anna e Hayes estavam no maior pega de 2016 e isso me fez rir com o que ela falou a dois dias atrás. Pra quem não está interessada, os beijos deles dizem outras coisas.

* * *

São cerca de quatro da manhã, eu ainda me sinto bem disposta, eu estou bêbada, porém tenho a consciência de tudo que faço. A festa ainda rola normalmente e todos ainda estão presentes a música alta, bebida solta, as pessoas bebendo, se pegando por aí, fumando entre várias outras coisas dá qual não quero imaginar. Hayes e Anna se perderam por aí, todo mundo se perdeu pra falar a verdade e eu não estou nem aí. Nesse momento me encontro com Nate em seu quarto, apenas eu e ele e essas quatro paredes. Nate me puxa pra um beijo cheio de malícia que é respondido na mesma intensidade.

Nate deixa um selinho em meus lábios e vai descendo os beijos por todo meu corpo e logo sinto o zíper do meu vestido ser aberto e logo eu estava praticamente nua, ele aperta um dos meus seios e eu suspiro, eu estava esperando por esse momento a tanto tempo, a única coisa que me cobria era a calcinha. Deito na cama e o moreno sobe em cima de mim, coloco as pernas em volta dá sua cintura e volto a beijar ele. Casaco, blusa, cinto, sapatos e calça. Começo a me mexer e sinto o membro de Nate dá sinais de vida, eu acho que estou tão molhada que consigo encher uma piscina.

Nate se vira me deixando por cima, e eu riu já entendo o recado faço um trilha de beijos até chegar na barra de sua cueca, passo as pontas do meu dedo por cima de seu membro coberto e vejo ele respira fundo, adoro causar esse tipo de emoção nas pessoas, sorriu e tiro sua cueca deixando todo seu membro pra fora, sorriu e começo a fazer movimentos de vai e vem com a mão e logo os gemidos roucos do moreno começam a preencher meus ouvidos.

“Vamos lá, amor. Quero ouvir você falando meu nome em meio aos seus gemidos” falo e logo começo meu trabalho com a boca. Eu não sei se meus hormônios estão a flor dá pele, mas a cada gemido de Nate eu me sinto ficar mais excitada, se é possível. Quando Nate já dá os avisos que ele vai chegar ao seu ponto máximo paro de fazer o que estava fazendo e amando muito e me jogo ao seu lado com as penas levemente abertas. “Sou toda sua, daddy” falo eu meio a um gemido quando sinto sua boca tocar um de seus seios. Acho que estou no paraíso.

Sem qualquer tipo de aviso Nate me penetra dois dedos, solto um gemido alto e prazeroso, estou amando o tipo de sensação que ele causa no meu corpo. Apoio uma das penas em sua cintura e fecho os olhos deixando a sensação de prazer me invadir por inteiro, eu amo essa sensação, Nate é o tipo que de cara que até ele fodendo você com os dedos é algo totalmente prazeroso e selvagem. Nate intensifica seus movimentos com os dedos e quando sinto que estou chegando lá ele para.

“Nate, vai se foder, porquê parou?” falo ofegante e ele solta uma gargalhada.

“Estou apenas te dando o troco” Ele fala no meu ouvido e eu sinto meu corpo arrepiar, foda-se eu preciso dele agora. Empurro o moreno pro lado e logo pego o preservativo colocando no mesmo e sem nenhum tipo de aviso ou qualquer preliminar, me encaixo em seu membro. Solto um gemido mais alto do que esperava, começo com os movimentos lentos e com o tempo vou aumentando a velocidade, meus gemidos são mais altos do que eu desejava, e as vezes Nate me beijava abafando o som. Meu corpo já está coberto pela fina camada de suor e Nate a mesma coisa, que porra ele não cansa de ser gostoso?

Em um movimento surpresa é bruto Nate nos vira e controla os movimentos, suas estocadas são brutas e suaves, algo que me faz implorar por mais. Nós dois trocamos palavras safadas e isso vai me deixando mais safada do que estou, eu estou tão safada hoje (n/a: como eu me sinto escrevendo cena hot) logo mudamos de posição, fico de costas para o moreno e voltamos para ativa, esse é o melhor exercício físico de todos. Sinto meu corpo se arrepiar por completo e uma leve pressão na barriga, a cada estocada de Nate. Eu estou quase lá.

“Estou quase lá” eu e Nate falamos juntos e em meio a algumas estocadas sinto meu corpo explodir com a sensação maravilhosa do orgasmo. Sorriu satisfeita e eu e Nate se ajeitamos na cama. “Feliz aniversário, Maloley” falo e beijo ele, deito a cabeça no seu peito e puxo o lençol pra cima.

“Não vai se vestir?” ele pergunta e faz carinho em minhas costas e eu fecho os olhos, agora me sinto cansada e relaxada.

“To cansada demais pra isso” respondo rindo e sinto seus lábios juntos aos meus novamente, o beijo era calmo e tinha carinho envolvido nele. Assim que ar nós falta novamente, depósito um beijo em seu peitoral e finalmente durmo.

* * *

Acordo e sinto minha cabeça latejar e meu corpo doer um pouco, Nate dormia profundamente e eu sorriu com alguns dos flashbacks que se passavam em minha mente na nossa noite de ontem. Vou pro banheiro e tomo um banho demorado e quando termino me enrolo na toalha e saiu.

“Bom dia” sinto meu corpo todo tremer com a voz de Nate.

“Puta que pariu, achei que você estivesse dormindo.” falo e começo a procurar roupas nas gavetas.

“Olha só que menina sortuda, eu tenho uma roupa sua guardada na gaveta de baixo, já está aí faz um tempo” olho pra ele confusa e ele revira os olhos e termina. “Dia dá piscina” o dia em que eu esqueci minha bolsa com roupa na casa de "praia" do Nate e nunca mais vim buscar por preguiça.

Me arrumo e vejo que Nate nem ali ta mais, deve ter ido tomar banho, quando começo a pentear meu cabelo vejo três marcas roxas no meu pescoço em forma de trilha, porra! Cameron vai me matar, e provavelmente matar Nate também.

Depois que eu e Nate já estávamos prontos, fomos procurar o pessoal e todos foram embora pela manhã. Eu e Nate saímos dá casa e fomos almoçar fora já que a casa estava literalmente destruída por copos, garrafas, algumas peças de roupas etc, espalhados por todos os cantos. Segundo o moreno ao meu lado ele iria contratar pessoas para limpar a casa.

Eu e Maloley passamos a tarde juntos, almoçamos, tomamos sorvete e depois ficamos conversando. Tiramos fotos algumas fãs e nada de mais. No final da tarde Nate me deixou em casa que por sorte só tinha Ana, subi pro meu quarto e voltei a dormir, de noite Cameron vai me matar mesmo, não custa descansar até lá.

Continua...


Notas Finais


GENTE PERDÃO PELA DEMORA! Uma amiga minha iria escrever o hot e ela acabou demorando muitooooooooo pra escrever e então eu decidi escreve e aqui está, particularmente eu gostei desse capítulo, menos do final que tá bosta, Sorry. Espero que tenham gostado!!!!! Love u sweeties!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...